terça-feira, 31 de julho de 2007

FOTO DO DIA - RALI DA FINLÂNDIA DE 1984

Henri Toivonen, voando baixo com o Lancia Rally 037, um monstro de potência. O finlandês era uma estrela ascendente no Mundial de Rali, sempre comparado a outro novato fenomenal da F-1 da época, Ayrton Senna. Toivonen também teve sua carreira interrompida por um acidente fatal - foi no Rali da Córsega, no dia 2 de maio de 1986, em um acidente que vitimou também o navegador Sergio Cresto.

13 comentários:

Luis Antonio Mendes disse...

Acho triste, algumas estrelas que aparecem, brilham, mas não continuam com agente, me refiro a Ayron Senna, mas também algumas delas que não chegaram nem a mostrar do que eram capazes, como Estefan Bellof ou mesmo o jovem Marcos Campos.

Thiago Alves disse...

Ico,
Qual o melhor lugar para achar referências sobre o Toivonen?
Queria conhecer sua carreira e como foi seu acidente.
Abraços

Anônimo disse...

desculpe a palavra mas que PUTA foto... parabéns... que lindo Lancia

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Thiago, o melhor site é esse aqui:
http://www.thruxton.f9.co.uk/toivonen.htm

Obrigado pelos elogios, pessoal!

Ituano Voador disse...

O Grupo B do Mundial de Rally era uma coisa absurda. O mesmo Toivonen, em 86, deu uma volta no autódromo de Estoril com a Lancia Delta S4 e foi só 1s4 mais lento do que a pole-position do Ayrton Senna, com o Lotus, no mesmo ano. E antes de seu acidente, já estava pronta para estrear a versão do Audi Quattro com mais de 1000 cv, além da 288 GTO da Ferrari.

Worstlap disse...

Bons tempos que a FIA não estragava os campeonatos -e os campeonatos eram realmente desafiadores... Uma pena que essa era acabou.

[]´s
Kohara

Pablo disse...

O primeiro carro com motor turbinado e também comprimido. Ele tinha um turbo e um compressor parafuso, em série. Sensacional. Na minha lista das máquinas de rally, ele ocupa a terceira posição, atrás do Delta S4, que é um 037 4x4, e do Audi Quattro S1.

Bons tempos esses o do grupo B. Muita tecnologia, muito desafio e muitos parafusos soltos. Tenho um vídeo de um dos maiores pilotos de rally de todos os tempos, Walter Rohrl, dizendo que estava saindo da equipe Audi porque o carro estava rápido demais para ele. Era a versão de 1000cvs que já foi dita por aqui.

Pablo
smusp@yahoo.com.br

Gus disse...

O 037 era um Beta Montecarlo de endurance travestido para rally, 330 cavalos....acho que só o pequeno Delta s4 teve a primazia do compressor em baixa e turbo em alta....480 cavalos!

Lucas Carioli disse...

Vou te dizer. Entre F1 e Rally, prefiro que a F1 acabe.

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Também concordo com vcs, tenho grande admiracao e respeito por estes pilotos que mandavam o pé nesses monstros do Grupo B. Era preciso muita coragem para levar os carros perto do limite (e no rali, o limite está sempre a poucos centímetros de vc). E, mesmo há cinco anos atrás, o WRC também fazia um campeonato espetacular, com bons carros e grandes pilotos. Aí veio a FIA e...

Ah! Saudacoes Kohara, bom ver vc aqui neste espaco, meu caro!

Milton M. Bonani disse...

Também acho que só o Lancia Delta S4 tinha compressor e turbo.

liamag disse...

Isso é que não entendo, fazem centenas de modificações para limitar a tecnologia nos carros de F1 e de rally, mas o que os apaixonados gostam mesmo é de carros do Grupo B de rally e F1 quando tinha briga tecnológica de verdade...

Pablo disse...

O 037 chegou sim a usar o motor com compressor e turbo. Talvez até experimentalmente, mas pelo menos um chassi 037 recebeu o motor.