terça-feira, 28 de agosto de 2007

GPL BRASIL – MÔNACO

Recorde de participantes, pré-qualificação, ânimos exaltados nos bastidores, teve de tudo na nona etapa do GPL Brasil. A corrida de Mônaco marcou uma excelente estréia dos pilotos da Honda, que fizeram dobradinha com Léo Menegucci em primeiro e Rodrigo Suardi em segundo lugar.

Eu fiz minha pior corrida do ano, de longe. Sem me acertar com a pista e sem acertar o carro, tudo o que estava conseguindo era acertar os adversários que tivessem pelo caminho quando rodava. Para não estragar a corrida de mais ninguém, resolvi sair da prova no meio. Minha liderança na tabela, que já foi gigantesca, está agora em apenas 10 pontinhos. Aiaiaiai...

Confira as imagens da prova em mais um super vídeo do intrépido Rica Ramos!

2 comentários:

Gustavo disse...

E o pior (!?) é que esses jogos envolvem o caboclo mesmo. Lembro-me de fazer mil experimentações no McRae Rally para conseguir melhores tempos. Minha receita base consiste em colocar um pouco mais de tração no eixo da frente - proporção hipotética de uns 15% em relação a divisao 50/50 do Subaru Imprenza - para puxar a frente do carro quando exagerava nos slides mais prolongados nas florestas da Nova Zelândia, funcionava bem, me tirando de muitas enrascadas com os troncos e a velocidade continuava intocada nos trechos tomados com mais "neutralidade". Fazendo experimentos nas especiais suecas, sempre obtive menores tempos com toda a tração dianteira do que com a traseira atuando (tudo em apenas um eixo) e tempos menores - claro - com a tração total. Claro que esse papo maluco teria que fazer sentido no mundo real das performances dos carros, mas quem me garante que algum ponto ou outro não faça sentido....ainda mais vindo de um campeão que tentou (muito) e venceu a categoria expert apenas com a tração dianteira do seu focus ligado. Cada um com suas manias não é Ico? Boa sorte na próxima etapa!

HF (BSB) disse...

Uai, Ico. Não está suportando a pressão? hehehe
=)
Acho que sua equipe está te boicotando por ser brasileiro.