domingo, 29 de junho de 2008

TV BLOGO – DEEP PURPLE


O que não falta no Deep Purple é música que serve de trilha sonora para qualquer vídeo sobre corridas. Além das óbvias “Speed King” e “Highway Star”, que falam exatamente sobre velocidade, outros temas também fazem lembrar uma corrida. Deve ser pela qualidade do “rockorquestra” da banda, que em sua composição mais famosa teve cinco músicos geniais, do vocalista ao baterista. É por isso que aqui deixo a linda “Child in Timeem uma versão “arrasa quarteirão”. O início lento, como que antecipando uma largada, e que culmina num delicioso duelo de solos e frases de guitarra e órgão, como se fosse uma verdadeira disputa por posições. Esses caras são demais!

8 comentários:

Raoni Frizzo disse...

Deep Purple sempre teve um estilo único, com solos arrasadores e um arranjo de teclado inconfundível, fazendo muito sucesso até hoje com seus clássicos.

Child in Time é boa demais, mas pra mim a música mais animal deles é Highway Star, uma verdadeira obra-prima. Também não podemos deixar de lembrar as clássicas Smoke on the Water, Black Night, Perfect Strangers, Woman From Tokyo, Lazy, e por aí vai...

Valeu pelo post, Ico!

Anônimo disse...

Burn.



Jonny'O

Alexandre Ribeiro disse...

Caro Ico:
O Deep Purple é uma banda de instrumentistas fenomenais, vocal marcante e presença de palco impressionante. Resumindo: show total.

Lucas Carioli disse...

O Deep Purple dessa época era vigoroso. Pena que tudo mudou pra pior logo depois.

Mas ainda assim é uma grande banda. Highway Star é a música perfeita para pegar o Camaro e arrasar nas ruas!

Abraço!

Diego Camargo - Floripa/SC disse...

Só músicas da melhor qualidade por aqui hein! Vou deixar uma dica de uma música do Purple que nao é muito conhecida, mas que vale muito a pena escutar: Living Wreck do disco In Rock.
Valeu!

Anônimo disse...

Nah...deixe o heavy metal de lado, e pegue o lado blues das guitarras como neste clip http://jp.youtube.com/watch?v=qs9Nc5QHkL0&feature=related

...e o que eh.... abracos RDV

Caíque Pereira. disse...

Os Caras estão a cada dois anos por aqui, e eu, tal qual um verdadeiro MANÉ, estou sempre na platéia, mesmo com a saída do J. Lord dos teclados, porque o steve Morse já faz parte do inventário.

Diego_Zomer disse...

Poderia colocar "knocking at your back door" como a trilha para a mancada do Hamilton no Canadá...