sexta-feira, 1 de agosto de 2008

PERDIDINHA?

No discurso, está tudo tranqüilo nos boxes da Ferrari (como você escuta no áudio com Felipe Massa no Tazio). Mas basta ver o release oficial da equipe para medir como o time parece um pouco perdido aqui em Hungaroring. “A situação não é tão mau, mas nossos rivais parecem ser um pouquinho mais rápido que nós”, falou Kimi Raikkonen. “Os resultados de sexta são difíceis de julgar. Na verdade, só a performance da primeira volta pode ser considerada uma indicação válida, porque depois demoram várias voltas para o pneu limpar e o ritmo voltar”, falou o diretor da equipe Luca Baldisserri.

Pelo jeito, a equipe percebeu que nem o calor que faz aqui na Hungria deu jeito ao principal problema do F2008: conseguir andar rápido com pneus novos. Ao que parece, o carro é bem veloz em ritmo de corrida, mas fica completamente selvagem quando a borracha é fresca. Isso significa problemas para a classificação de amanhã. E largar atrás, aqui na Hungria, é a mesma coisa que pegar a Marginal Tietê às seis da tarde em véspera de feriado. Só que Massa e Kimi nem têm um CD Player para dar uma relaxada...

2 comentários:

Eduardo disse...

Poxa!
Mas então por que não colocam um pneu usado, lixado, desgastado, um pouco mais quente na hora de fazer uma volta rápida?
Será que ninguém lá consegue encontrar uma solução meio simples pra isso?

Ajzas disse...

Pois é, eu custo a crer que um monstro da Industria e do Marketing como a Fiat-Ferrari, não consiga acertar soluções de 'expediente' nos boxes. A vasta tradição do Cavallino não tem adiantado nada, o que vale são resultados e os ultimos não têm sido o que todo Ferrarista espera. Eles vão ter que encontrar coelhos na cartola, cartas na manga e tudo o que têm direito.