sexta-feira, 17 de outubro de 2008

NEGÓCIO DA CHINA?

A busca da Fórmula 1 por novos mercados pode ser revista caso o governo chinês confirme mesmo sua intenção de deixar a categoria ao término do contrato atual, que prevê a realização do GP em Xangai até 2011. O evento nunca conseguiu despertar a atenção de um público desacostumado ao esporte a motor e as arquibancadas praticamente vazias sempre forneceram um triste retrato da prova.

Para piorar, o principal organizador do evento, o chinês Yu Zhifei, acabou preso no início do ano por se envolver em um esquema de corrupção, no qual fizeram um mau uso do fundo de pensão de Xangai. Com o fim de sua influência o governo chinês acredita que não valha mais a pena gastar uma soma vultuosa apenas pelos direitos de organizar uma corrida que dá um enorme prejuízo. Especula-se que a soma paga pelos chineses para a FOM seja de 40 milhões de euros, com um reajuste anual de 10%.

5 comentários:

Anônimo disse...

Se não conseguir transferir a prova para mais um circuito de rua (Hong Kong?), Bernie baixa o preço rapidinho...

Vitor, o de Recife

Daniel Médici disse...

Em todos os GPs da China que eu vi, e eu vi todos, há um esforço tremendo das câmeras de tv para se esconder as arquibancadas vazias.

Pelo menos não só apenas os circuitos tradicionais que sentem o peso dos altos custos e da crise econômica. Os Tilke também não estão imunes e, confesso, não ficaria triste de ver Xangai fora do calendário...

Ruud disse...

acho q agora nem tao tentando esconder as arquibancadas vazias visto o anuncio da expo 2010 tomando 10 arquibancadas da curva antes da reta oposta
bem feito pro bernie aprender do pior jeito que a formula tem q ser tradicional sim e voltar a ter sua base de calendario mais na europa em vez de asia como estava se prevendo

Herik disse...

Até que é uma pena, pois a pista, em si, tem um traçado legal. O melhor que o tal Tilke conseguiu fazer.

Mas isso é bom para o tal Tio Bernie se mancar que nem tudo é grana e as velhas pistas com tradição mercem continuar. Silverstone, Imola, Paul Ricard, Zandvoort... Seria toão bom cover essas pistas novamente.

Carlos Garcia disse...

Usaram muito o fato de terem um Grande Premio de Fórmula-1 para conseguir sediar as Olimpiadas. Agora que os jogos se foram acho que a mentalidade muda um pouco.

Não que eles tenham deixado de achar interessante a realização de um GP por lá, mas talvez tenha se tornado algo desinteressante gastar a soma que gastam para manter um evento que não dará o retorno que deu até 2008.

Depois das excelentes Olimpiadas tudo é secundário para eles.