sexta-feira, 10 de outubro de 2008

OS DIFERENCIADOS

Depois de sair de um autódromo no domingo, os pilotos da Fórmula 1 costumam fazer uma dentre estas três atividades: pegar um avião para casa, ir para o hotel descansar ou cair na balada noturna da cidade em que se está. No Japão, dois deles farão uma outra atividade, bem diferente: Sebastian Vettel, da Toro Rosso, e Alexander Wurz, piloto de testes da Honda, vão partir às duas horas da manhã para o Monte Fuji. A idéia é fazer a caminhada até o topo, para ver o sol nascer na segunda-feira de cima. Uma atitude que ilustra muito bem o caráter dos dois, pés-no-chão e sem arroubos de estrelismo, amantes de uma vida simples e do contato com a natureza.


(Na foto, imagem da itv em Monza que me foi enviada por Alexandre Carvalho: o papagaio de pirata atrás da notícia)

5 comentários:

Anônimo disse...

sim, ainda é cedo pro vettel ter estrelismo, e muito tarde pro Wurz.

Edu disse...

O Vettel é, realmente, sensacional. Admiro-o desde que o via correr na Formula 3, quando ainda era bem doidão... ele costumava ir super rápido, em 1º, aí rodava sozinho, caía pro meio do pelotão, e voltava para a 1ª colocação! Sensacional!

E ele também, sem dúvida nenhuma, tem integridade em seu caráter... e isso é muito mais admirável que ser piloto de F1!!!

Parabéns pelo trabalho, Ico! Abração!!!

vermeulen disse...

Hamilton pode conquistar dez, quinze títulos, mas, para mim, o melhor dessa geração é Vettel. Só pela vitória com Toro Rosso (ganhar com Mclaren, com todo o respeito, é um trabalho muito menos árduo) em Monza e pelo show de simpatia, já merece meu respeito e admiração.

L-A. Pandini disse...

Essa é para guardar com carinho, Ico. Abração! (LAP)

ba disse...

Não fosse o Wurz, diria que era um evento promocional da (doida) Red Bull...