segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

FOTO DO DIA – GP DO CANADÁ DE 2002

A foto acima ilustra como poucas a paixão da torcida canadense por Jacques Villeneuve (clique para ampliar). No ano passado, fui ao GP em Montreal pela primeira (e, possivelmente, última) vez e deu para perceber que, mesmo com ele não correndo, seu apelo perante o público permanece inalterado e suas aparições em matérias na televisão eram uma constante. Mas, em 2002, nem Jacques nem a Honda tiveram um grande ano. A tabela de construtores mostrou a Jordan-Honda emlugar, com nove pontos; e a BAR-Honda em 8°, com sete pontos somados. Mesmo assim, a turma de Brackley demonstrou mais potencial e, a partir do ano seguinte, os japoneses trabalhariam exclusivamente com eles.

3 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Uma das grandes besteiras dele foi ter saido da Williams...E A Williams de ter deixado ele sair...

Alex disse...

Eu ainda acho que se a Honde tivesse optado por trabalhar exclusivamente com a Jordan, teriam obtido mais sucesso. Me lembro do Reginaldo Leme dizendo que a Honda escolheria a equipe que tivesse melhores resultados para trabalhar no ano seguinte, e todos vimos que não foi bem isso que aconteceu... a decisão deve ter sido mais por política.

Mas por outro lado, acho que o Eddie Jordan tinha a mesma mentalidade de Frank Williams, não queria que a Honda de intrometesse demais na sua equipe...

Ylan Marcel disse...

Ico, não creio que a Honda tenha optado por seguir com a BAR por eles terem demonstrado mais potencial, mas sim por terem uma fábrica muito maior e mais estruturada que o quintal da casa do Peruca, rs. Abração.