quarta-feira, 18 de março de 2009

WIN OR WALL

Por curiosidade, fiz um levantamento por cima do que aconteceria nos campeonatos da Fórmula Indy caso a ridícula regra da FIA vigorasse na categoria. Os dados que eu tinha à mão cobrem as primeiras duas décadas da categoria, ou seja, até a virada do milênio. E chamou a atenção o fato de que Michael Andretti somaria outras três conquistas à única que tem. O filho de Mario sempre teve a fama de piloto “win or wall”, ou seja: quando não ganha é porque se estatelou no muro. Isto lhe custou alguns campeonatos para pilotos que pilotavam com mais inteligência e regularidade.

No fundo, a idéia de Max Mosley é isso mesmo: um prêmio à burrice!

14 comentários:

Julio Cezar disse...

Cara, eu ainda tinha alguma impressão que essa idéia poderia dar certo, mas, realmente, essa do Michael Andretti é um belo exemplo de que não, não vai dar certo!

Alex disse...

Não tenho como acessar dados agora, mas acredito que o Gil de Ferran também não teria sido campeão em 2000, pois só venceu duas corridas

Leandro disse...

O Gil teria perdido para o Paul Tracy em 2000 (O Tracy terminou o campeonato em 5º lugar...)

Luiz G disse...

Ico, eu concordo com você...e também achei a regra estúpida, anti-esportiva e absurda.....Por outro lado, deixo uma questão: O automobilismo sempre idolatrou os pilotos "Win or Wall". Michael Andretti é um ícone nos EUA, assim como os piltos-coragem da F1, como Villeneuve(pai) e Peterson. Será que a F1 não está querendo reviver esses tempos? (Lembrando que os dois morreram correndo)

Ron Groo disse...

Sobre o premio a burrice: disse exatamente isto no post de amanha que comemora os dois anos do meu blog.

Ylan Marcel disse...

Ninguém entende esses caras. Fazem uma pontuação que prioriza a constancia e inventam um regulamento que define o campeão na base da performance. Ora, ora...

Marcos Antônio Filho disse...

é, só nos resta torcer pra um campeonato chato, quem sabe assim muda-se a pontuação...

Fuel disse...

Não é à toa que o Mansell ganharia 2 títulos a mais e seria tricampeão do mundo, com essa regra.

Anônimo disse...

Tá na hora da tamara interditar o tio Bernie...

KlauSS disse...

Leandro disse...

O Gil teria perdido para o Paul Tracy em 2000 (O Tracy terminou o campeonato em 5º lugar...)

Não precisa dizer mais nada... Prêmio à burrice define tudo!!!

Lucas Carioli disse...

A regra de Mosley é um prêmio à burrice porque o próprio é burro de dar pena. Ou acha prazeroso destruir a Formula 1.

Marcelo disse...

Bom, vamos ver se as equipes fazem alguma coisa. Afinal, não venham com essa que elas são coitadinhas e não podem fazer nada. Se quiserem, fazem. Basta alinharem e não largarem quando der o sinal verde... Sem corridas, lá se vai o lucro dos cartolas... Se não fizerem nada, estarão assinando o atestado de burrice, e então, o mais burro (mas que sabe ganhar corridas ou tem carro pra isso) que vença. Afinal, isso é F-1 ou rally de regularidade?

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Marcelo, o problema das equipes é q elas estao de maos atadas por causa do Pacto de Concórdia - Bernie e Max sabem muito bem disso. Se resolverem nao correr, pagarao uma multa monstruosa, impraticável mesmo. Até 2012, elas sao reféns desse contrato draconiano.

Abs!

Speeder_76 disse...

Por falar em Pacto de Concórdia... eles não estão para renovar por estes dias? Eu li qualquer coisa sobre isso há uns dias pela parte do Luca di Montezemolo.