terça-feira, 26 de maio de 2009

JÁ GANHOU?

Se o sujeito da foto acima já garantiu 51 pontos em 55 possíveis, é impossível não apostar que o título da temporada 2009 é dele. Jenson Button vive uma fase incrível, tem nas mãos um grande carro e uma série de fatores a seu favor para manter essa superioridade, especialmente a proibição de testes, obrigando os times a desenvolver seus carros “no escuro”.

Assim, não foi difícil encontrar no domingo, no paddock de Monte Carlo, quem já o coroasse como o 31° campeão da Fórmula 1. “Button está pilotando muito, não comete erros e é um cara legal. Agora ele tem 51 pontos e o Vettel, seu verdadeiro adversário, tem 23. Não é mais uma questão de se, mas de quando ele ganha esse título”, foi o que disse Niki Lauda.

Mas o tricampeão austríaco não faz parte da maioria. Com onze corridas pela frente, as pessoas não se furtam em apontar seu favoritismo. Mas preferem não liquidar a fatura. “Acho que Jenson está fazendo um trabalho fantástico e está na melhor posição para ganhar o campeonato. Com certeza, eu apostaria meu dinheiro nele”, disse Lewis Hamilton depois da prova, no domingo.

David Coulthard também prefere aguardar mais um pouquinho – talvez apenas até a próxima prova em Istambul – para encerrar a batalha. “No momento, não vejo nenhum outro piloto capaz de alcançá-lo. Ele tem agora cinco vitórias em seis corridas. É o mesmo número de triunfos que Lewis Hamilton conseguiu em toda a temporada passada. Se o novo difusor duplo da Red Bull não fizer o trabalho esperado, acho que as chances de título de Vettel se acabam”, falou o inglês.

A última temporada em que houve um massacre inicial tão grande foi a de 2004, quando Michael Schumacher venceu as cinco primeiras corridas – perdeu a sexta, em Mônaco, para a Renault de Jarno Trulli, mas enfileirou sete triunfos na seqüência. Daqui em diante, Button pode continuar essa dominância.

Mas esta disputa também pode ganhar uma cara como a de 2005: Fernando Alonso começou bem o ano e ao final do sexto GP, em Mônaco, tinha 22 pontos de vantagem para seu perseguidor Kimi Raikkonen – mais do que os 16 que separam de Button de Barrichello. Mas o finlandês engrossou a briga e, não fosse alguns problemas de confiabilidade no carro da McLaren, teria lutado até a última corrida.

Talvez por isso Rubens Barrichello continua se concentrando em somar pontos agora, acreditando numa possível mudança na disputa com o companheiro de equipe. “O menino está demais e está de parabéns. Enquanto não consigo batê-lo, continuo na minha humildade batendo palmas, mas tenho muita fé e trabalho duro para virar o jogo”, escreveu ele hoje, na coluna publicada em seu site. Com 110 pontos em jogo, tem mesmo que acreditar e lutar ainda, qualquer outro piloto faria o mesmo.

A Red Bull, de Sebastian Vettel e Mark Webber, também não quer jogar a toalha tão cedo. Ao final da corrida, perguntei a Christian Horner se a vantagem do carro da Brawn GP era tão grande quanto a dos pontos – o time de Ross Brawn tem mais do que o dobro. “Eles fizeram um ótimo trabalho no início da temporada, mas nosso carro tem muito potencial e a temporada é longa. Vamos continuar trabalhando com força total para alcançá-los”, foi sua resposta.

E você, acha que o título já tem dono ou também prefere esperar mais um pouquinho antes de dar a disputa como encerrada?

22 comentários:

Luiz Fernando disse...

Difícil do Jenson perder essa...mas como você e outros disseram...11 corridas, 110 pontos, muita água deve rolar embaixo dessa ponte ainda.
Agora, queria perguntar uma coisa meio fora desse tópico...sobre o teto.
Se bem entendi, 40Mi de libras de teto quem ficar abaixo disso terá vantagens técnicas e tecnológicas. Queria saber, como vão fazer? Tecnologia custa caro, imaginando os caras desenvolvem sei lá um difusor supimpa que precisa de uma autoclave e uma forma XYZ pra fazê-lo, vão lá e pedem encarecidamente um desconto por que afinal de contas eles não podem passar dos 40Mi pois se passarem não poderão contar com a tal vatangem....???
Não sei o que está mais confuso meu post ou essa idéia do Mad Mad Max

itamar disse...

Ico, tenho um simples comentário e gostaria que vc comentasse:

Barrichello ainda está em plena forma? Se essa oportunidade de ser campeão surgisse entre 1999 e 2004, ele nao estaria melhor no campeonato que agora? Abraços

Willian Freitas disse...

Só perde se acontecer um desastre. Mas, se vier, e virá, será muito bem merecido.

Henry disse...

ICO,
Além da fase do Jenson, tem principalmente o Ross Brawn que continua evoluindo o BGP001. Imbatível.

Agora, pode-se talvez assistir a outro campeonato: a disputa tecnológica entre Brawn, Newey e Ferrari. O "coeficiente de evolução" da Ferrari tem que ser bem maior para passar a BrawnGP. Isso poderia gerar corridas de igual para igual.

E espero que o Max não detone 2010 com outro campeonato desequilibrado. Até agora está conseguindo...

1abraço,
Henry

Tuta Santos disse...

Sei-o-lá, acho que já.

Cassius Clay Regazzoni disse...

Legal foi constatar a moral que tem o Barrichello entre os pilotos...rs.... Lewis, Lauda e Coulthard nem sequer ventilaram a possibilidade de que Rubens lute pelo campeonato. E ainda tem Barriquete que diz que eu não entendo nada de F1, que fico pegando no pé do pobre piloto...rs...

Anônimo disse...

Ico: A grande verdade a equipe se decidiu pelo jason, na espanha a prova era dele fizeram uma lambança, em Monaco rubens acreditava que seria a sua corrida e o jason tirou uma volta voadora virou o jogo.
Até agora o rubens fez boas coridas, prova e sua classificação a difernça é minima em pontos.
O que ele deve fazer acreditar nele e pedir aos ceus.
Quanto ao Clay Regazzony deve ser brocha está de mal com a vida.assume!!!!!!

Cassius Clay Regazzoni disse...

Prezado Barriquete anônimo, antes de ofender outros comentaristas, vê se pelo menos aprende a falar o nome do 1º piloto da Brawn GP.

O nome do inglês é JENSON BUTTON, JASON é aquele da sexta-feira 13, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!! Será que nem vendo o nome do cara escrito essa gente consegue escrevê-lo. Vai se alfabetizar Barriquete mobral!!! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!

Lucas disse...

Olha Ico, do jeito que tá acho que só uma grande maré de azar pra tirar o Button do 1º lugar...

E numa frase pesada até pro Secador Bueno, "quem sabe o Jenson não quebra uma perna treinando pro Triatlo"?

Mas parando com o humor negro, acho que com a superioridade (em carro e pontos) da Brawn, o título só muda de mãos se for pro Barrichello. Mas aí não apostaria dinheiro nisso não.

Ingryd Lamas disse...

Acho que probabilidade não é certeza, é inegavel, que provalmente, Button leva essa, sua diferença de pontos é bem grande, e está realmente em uma fase admirável.
Mas ainda acho sedo pra dar isso como CERTO ele tem Barrichello, que pode não viver uma fase tão boa, mas está ali, a espreita todas as etapas, e se Jenson piscar, ou cometer qualquer erro, o brasileiro se aproveitará com certeza, Vettel acho que já é caso perdido, a diferença de pontos para ele é ainda maior, e a nao ser que o difusor da Red Bull faça milagre e o carro passe a voar, será dificil bater Button, o garoto é muito bom, e com certeza virá a ser muito melhor que o inglês, mas ainda não o é, portanto, precisaria de uma fase tão boa ou melhor que a de Jenson pra virar esse jogo.
Acho que o verdadeiro rival de Jenson é mesmo Rubens, mas acho que os principais rivais de Rubens, são Vettel, Webber, Massa, Kimi, Lewis e companhia, que podem ajudar Button a engrossar a diferença para rubens, roubando os possíveis pódios do Brasileiro.
O que Jenson tem a fazer é continuar pilotanto perfeitamente como o tem feito, sem erros, e Barrichello só pode continuar dando o eu melhor, a procura do melhor carro e continuar colado no ingles a espera de uma mudança de ventos.
São 11 provas, o número suficiente pra se virar esse jogo, mas se não acontecer logo, pode ser tarde demais, e aí, será de Jenson e ninguém tascará.



bjoos

LeandroSpectreman disse...

Pois é, meu caro Ico. Uma coisa, entretanto, deve ser ponderada. Os duelos e adversários que você mencionou não fazim parte da mesma equipe. É sempre mais difícil bater um piloto em grande faze quando o cara usa o mesmo equipamente que o seu. A tarefa do Barrichello é, pois, inglória. Mas eu vou torcer!

COELHINHO DA PÁSCOA disse...

até parece que o ross brown ia deixar o rubinho reagir

leandro disse...

Por mais que Rubinho tente ser melhor que Button,creio que o ingles está com a ¨estrela¨no bico dianteiro do carro,nada apaga.E ainda tem o tio Ross.Rubinho já deixou bem claro que está muito feliz só de ter a oportunidade de ainda estar na F1,de ter um carro competitivo,o seu prazer de correr,e faz transparecer certo conformismo com sua situaçao,apesar de suas declaraçoes de querer ser campeao.Talvez ano que vem tenha outra chance,se ainda estiver por lá,mas esse ano,a Brawn ¨parece¨ querer Button como primeiro,sem desmerece-lo,tem seus méritos e muitos.

Ron Groo disse...

Ele pode até perder o campeonato, mas... Vai ser uma injustiça do tamanho do universo!
Tá guiando muito!

Ridson de Araújo disse...

http://historiasevelocidade.blogspot.com/2009/05/uma-analise-do-fenomeno-de-2009.html

taí mestre, uma abordagem própria da vantagem de button; tomei a liberdade de citar vc e seu trabalho, foram fundamentais, uma referência; continue desse jeito seu trabalho.adoraria se vc tivesse um tempo p/ dar uma lida; a todos, um convite.

ebiscaia disse...

Para o Button, ele ganha o campeonato se:
- continuar tudo do jeito que está ou,
- houver a "dispersão" dos pontos.
O que ele precisa fazer é apenas marcar o segundo lugar, chegar uma corrida na frente, outra atrás, mas sempre próximo do segundo da tabela.

Para Barrichello:
- a Brawn precisa continuar com uma margem de vantagem para as demais equipes e, o Button sofrer alguns "azares" nas corridas diminuindo a diferença de forma significativa.

Para Red Bull, Ferrari ou outra equipe:
- a Brawn tem que "estacionar" o estágio de desenvolvimento atual, somente uma equipe evoluir até ficar num estado mehor que a Brawn e contar com que uma outras fiquem no mesmo nível da equipe do Barrichello e Button para que estam roubem pontos dos dois e, além de tudo, esta equipe mais "evoluída" deve escolher um primeiro piloto.

Complicadores:
- para Barrichello: a Red Bull já tinha um carro muito bom sem o difusor duplo, e talvez com ele, seja a primeira equipe que esteja no mesmo nível da Brawn principalmente em condições de corrida. A Ferrari nas duas últimas provas demonstrou que está no caminho certo em relação a evolução do carro. Resumindo: ele vai ter que começar a se preocupar em ficar na frente destes carros, além de vencer o Button. Além disso, Button é um piloto consistente, dificilmente bate ou se envolve em acidentes com outros pilotos, ou seja, vai ser difícil perder pontes "em lote". Vai ter que torcer por chuva ou falha mecânica no carro do Button.

- para as demais equipes: se garantir que apenas uma equipe evolua para ficar à frente da Brawn e mais uma ou duas que fiquem apenas no mesmo nível já uma conjectura difícil de acontecer, como convencer ao Kimi ou ao Massa que um deve ser o segundo piloto para ajudar o outro a ganhar o título. Só se um deles reconhecer que não vai ser possível. Porém isto ficaria para o final do campeonato e, não agora. Assim, companheiros de equipe roubariam pontos entre si e poderiam complicar a disputa contra o Button. Exceções: McLaren e Renault, onde já é notória a hierarquia entre os pilotos. E, a Red Bull: esta precisa inventar menos na estratégia e estar mais atenta nas classificações: na Malásia colocaram Vettel com pouco combustível quando deveriam ter colocado o mesmo tanto que foi posto nos rivais mais próximos. E, em Mônaco, eles deveriam estar mais atentos ao movimento de pista, pois com aquele tanto de combustível que ele andou, ficou claro que eles sabiam dos problemas dos pneus macios e, a intenção era que ele se tornasse pole e fugisse do Button até o pneu gastar.

Concluindo: é possível Button perder o título, mas eu faria a aposta mais segura.

Ico, desculpe o tamanho do post.

FcoCarlos disse...

Acredito que ele tem grandes chances sim. Mas ainda tem gente que pode incomodá-lo. Ferrari está se recuperando, as RBR possuem o carro bacana, além do próprio Barrichello, que apesar dos pesares, ainda está por lá e pode conseguir vitórias.
É esperar pra ver e, como brasileiro, torcer por Barrichello...o que faria Jenson entrar para história, porém por outro lado, não é?

Anônimo disse...

Ico: Vendo linha de chegada da Sportv opinião geral é a mesma da credencial o Jason e o Rubens fizeram uma ótima corrida. Quanto a clay regazzoni este não é o lugar apropriado para você fazer comentários, você é muito barraqueiro sai fora assume!!!
Não vou baixar o nivel de responder mais.

Luiz G disse...

Acho que adisputa está encerrada.

Claro, Button pode ter um acidente ou algo do gênero, mas se considerarmos a vias normais, já é de Jenson.

Mesmo que Barrichello vença 3 corridas seguidas, jenson vai ficar em segundo.

Nunca imaginei que, um dia, Jenson seria campeão. A F1 é uma caixa de surpresas mesmo.

Anônimo disse...

O campeonato já têm o campeão e o vice, tanto no mundial de pilotos quanto o d construtores......

Marcelle Costa disse...

é do button...

RodIshiCi Mobile disse...

É óbvio que a diferença é sólida, mas ainda não é coisa do outro mundo, até porque não temos nem metade da temporada disputada ainda.
Claro, alguns fatores beneficiam Jenson. Além da Brawn ter o melhor carro do grid, o piloto mais próximo em pontos, que é reconhecidamente alguém que sabe acertar bem carros e ajuda significativamente a desenvolvê-los, não leva vantagem nenhuma nisso já que tudo de bom que Rubens faz nesse sentido, beneficia Button diretamente.
Já pra Vettel, Massa e companhia, ainda por cima dependem de suas equipes superarem a Brawn em termos de desenvolvimento de carro.

Não é impossível, mas que tá bem difícil, tá. Vai depender muito do Button se envolver em acidentes ou seu carro pifar.