quinta-feira, 16 de julho de 2009

BOURDAIS PERDEU A CHANCE

A demora da Toro Rosso em confirmar Sébastien Bourdais no início desse ano deixou mesmo a impressão de que o francês era uma opção secundária. A temporada começou e ele passou a ser superado pelo xará novato Buemi na maior parte das corridas. Sem perspectivas de mudança, o time (leia-se Helmut Marko, conselheiro de Didi Mateschitz) optou por dar experiência a um jovem do programa de pilotos da Red Bull. Jaime Alguersuari foi o escolhido e deve ser oficializado hoje ou amanhã.


No fundo, Bourdais perdeu sua segunda chance. No ano passado, achei que ele começou mal, mas cresceu no final da temporada – levou alguns azares que o tiraram alguns pontos, como na última volta maluca de Spa ou na punição discutível sofrida no Japão. Mas a tendência era ascendente. Neste ano, estacionou. Acho que volta para correr na Indy, onde vai ser mais feliz do que foi neste ano e meio de F-1.


E você, o que achou da troca?

14 comentários:

Washington disse...

Ico,
Equipe com desempenho ruim, piloto com qualidades abaixo da média, não é uma combinação perfeita de bons resultados. Se o desempenho ruim da equipe é decorrente do piloto, então que tire os dois, porquê o desempenho de ambos é similar. A troca não vai resultar em nada de expressivo. Alguém tem que ser o "alvo" das críticas, sobrou pra o Francês.

Luiz G disse...

Lamento por Bourdais. Mesmo que hajam razões teóricas para o afastamento dele, deve ser muito desagradável ser dispensado no meio da temporada.

Bourdais nunca deveria ter saído da Indy. Tinha muito sucesso lá e não havia necessidade de se arriscar numa equipe tão pequena.

Era melhor ficar onde estava vencendo e, se fosse o caso, fazer como Villeneuve, que fez a troca para a F1 numa equipe de ponta.

Flaviz disse...

Vai ser interessante ouvir os cometários sobre a baixa qualidade do multicampeão Bourdais. PArece que o pessoal esquece das sucessivas derrotas que ele impôs a pilotos brasileiros na Cart/Indy. É uma pena, torcia por ele e pela equipe.

tibone disse...

Uma pena, mas ele não mostrou mais capacidade que o Buemi este ano, então fica dificil defender ele.
E ano passado ele foi ofuscado pela estrela do Vettel.

Acho que ele deve voltar para indy e ir incomodar os Castroneves (junto ou separados) da vida.

marconi disse...

É uma pena! Esperava mais dele. Porque não colocaram o Senna?

Daniel Médici disse...

Lamento pela França, pela história que tem, perder seu único piloto no grid. Mas, de certa forma, Bourdais representa bastante o automobilismo atual francês - começando por ter nascido em Le Mans. E sem a Elf bancando a garimpagem de novos talentos e com políticos "politicamente" corretos demais, é difícil mesmo ver pilotos franceses por aí.

Lucas Santochi disse...

A saída de Bourdais acho normal perante seu fraco rendimento. Mas acho q poderiam escolher um piloto mais competitivo como substituto. Liuzzi ou Di Grassi, por exemplo. Mas os pastrocínios do Alguersuari devem pesar, infelizmente...

luis disse...

Torcia por ele, e fico apenas triste pelo o fato dele ter sido trocado.

Ron Groo disse...

Fico triste porque era muito simpático ao Bourdais, talvez por me identificar com a aparência de nerd dele.

Escrevi uma cronica sobre ele hoje.
Bem... Vão-se os aneis...

Trois disse...

Nem sempre grandes pilotos dão certo na F1, só para citar brasileiros a lista seria enorme... Bourdais é 4 vezes campeão da ChampCar, 2 vezes vice-campeão de Le Mans, qualidade tem e, de sobra, mas as pessoas esquecem que a Toro Rosso é uma equipe, muito, mas muito pequena, portanto, culpar somente o francês é simplista. O espanhol terá o mesmo pífio resultado. Não é a toa que Berger vendeu sua parte na equipe, ele mesmo declarou que o topo tinha sido em Monza/2008, o destino era cair... ele estava certo. Bourdais certamente voltará ao sucesso na Indy, quem assistiu as últimas 24 Horas de Le Mans sabe o quanto ele é rápido, basta lhe dar um carro decente.

Anônimo disse...

Esse detalhe da demissão do Bourdais, me lembrou um que aconteceu recentemente no mundo do futebol, mas precisamente no Flamengo: O Josiel veio como artilheiro que é. Teve poucas chances no ano passado, e nesse ano, quando podia mostrar algo como titular, nada fez. Teve contrato rescindido e voltou para o mundo árabe. Pois é, o Bourdais veio como campeão de outra categoria, com um carro merdiano no ano passado, ficou a sombra do Vettel. Podendo mostrar seu potencial, não conseguiu implacar uma boa pilatagem. A porta se fechou. Garanto que vai se dar bem na Indy, pois bom piloto ele é.

Abraço a todos.

Paulo Santos/RJ

Mario Lago disse...

acreditando no feeling, comentários e opiniões do mago ricardo divila, à quem bourdais merece mais do que respeito, admiração, chego a conclusão de que a formula 1 é mesmo um moedor de gentes e de auto-estimas.
e o senninha, não tem chance de ficar com a vaga?

Vermeulen disse...

Veja o que encontrei numa coluna do Ricardo Divila no GPTOTAL sobre o Bourdais: "Fiquei impressionado com a inteligência e atitude do Seb. Na época, com 19 anos (1999), ele era um jovem estudante de ciência da computação e já mostrava instintivamente uma visão mais técnica das corridas. Analítico e técnico, era excelente acertador, no senso de bem analisar o comportamento do carro, tendo grande facilidade para explicar em linguagem de engenheiro o que o carro fazia."

Enfim,acho que a Red Bull foi muito impaciente com o francês.

michaelschumacher disse...

Eu já li algo sobre o desempenho de Bourdais ano passado que parecia deslanchar estivesse sobre o efeito Vettel assim como acontece com Webber nesse ano.

Não consigo evitar as comparações, hehe mas era algo que Schumacher fazia levando seu companheiro de equipe ao limite. "Esse cara é muito rápido, tenho que fazer de tudo para baté-lo", seria esse o pensamento.

Larissa