terça-feira, 13 de outubro de 2009

SOBRE 2010, NAS ENTRELINHAS

Não existe corrida na temporada com uma programação tão intensa quanto a do GP do Brasil. A semana que antecede a prova de Interlagos é sempre marcada por uma série de coletivas e eventos especiais. Uma boa oportunidade de ir aquecendo um evento que realmente mexe com a cidade – e olha que mexer com um lugar do tamanho de São Paulo não é fácil.


Os eventos de hoje trouxeram o contato com três pilotos: Nico Rosberg pela manhã; e Rubens Barrichello e Adrian Sutil, à tarde. Claro que não houve nenhum dado novo quanto ao futuro deles, é praxe deixar isso para o momento em que as decisões são formalizadas. Mas o discurso de todos foi claro como cristal.


Nico Rosberg falou que sua boa temporada bem no ano em que seu contrato com a Williams acaba o colocou numa “ótima posição para encontrar um carro que me a chance de brigar por vitórias e pelo título do ano que vem”. Ou seja, vai mesmo mudar de ares – e vai mesmo para a Brawn.


Rubens Barrichello negou que tenha assinado algo e falou depois que é precisoesperar a hora certa para falar”, ou seja, há algo a se falar, mas que ainda não pode. Interessante foi sua afirmação de que a temporada atual o deixou numa boa posição para negociar e que o permitiu escolherum carro competitivo para o ano que vem”.


Isso é muito importante. Embora o consenso geral é o de acreditar que a Williams seria um passo para trás em relação à Brawn, é preciso ampliar um pouco o olhar para ver que o brasileiro tem razão. Afinal, o carro de Grove deste ano possui um dos melhores chassis do grid e uma aerodinâmica boa, mas carrega um motor que é quase uma cruz.


Posso adiantar aqui que a Williams vai sim correr de Cosworth no ano que vem. E a decisão do time veio depois de ver os números positivos dos testes da unidade no dinamômetro. Numa das coletivas de hoje, o ex-piloto e comentarista Christian Danner comentou que a fábrica da Cosworth fica em frente do galpão onde a Mercedes fabrica suas unidades e citou que há uma “flutuação de informações” atravessando aquela rua. Os engenheiros da marca que retorna à Fórmula 1 ainda tiveram a vantagem de desenvolver seu motor do zero, sem as amarras do congelamento dos modelos das atuais fornecedoras da F-1.


No resumo da ópera, me parece que a Williams tem em 2010 até mais chances do que teve neste ano em conseguir um grande salto que a permita brigar por vitórias. E Rubens Barrichello é parte importante nos planos da equipe para conseguir isto.


Para encerrar, conversei também com Adrian Sutil que celebrou um ano em que definitivamente firmou seu na Fórmula 1 e que, ao falar de futuro, a primeira coisa que disse foi: “minha equipe disse que gostaria de contar com meus serviços no ano que vem, o que é ótimo”. Depois de ver o sonho da McLaren se fechar, ele vai ficar mesmo na Force Índia.

21 comentários:

Brisot disse...

Ano que vem a Brawn vai ter alguma verba da Honda?
Quem vai pagar o desenvolvimento do carro?
Acho que o Barrichello está certo em sair do time, a chance da Willians ser melhor que a Brawn é grande, afinal ano que vem não teremos novamente o carro mais carro da história (5 tuneis de vento e meses de pesquisa) correndo com um dos menores orçamento. Espero que esses Cosworth sejam confiáveis além de potentes, porque em 2006 eram um crime ambiental ambulante de tanto óleo que jogavam na pista, não duravem nem meia corrida....

abraços ICO

Marcelo Urânia disse...

liguei na band news fm hj pouco antes das 8h e o boechat dizia "luis fernando ramos está no brasil"!

aguardei pra ouvir teus comentários e aí vc diz: "um abraço" hahaha e partiram pras noticias de trânsito, clima, economia...

ba disse...

E aí, Ico!
Bem-vindo à terra brasilis! hahaha

Enfim, hoje ouvi a última edição do Credencial e fiquei agradecido de ter minhas perguntas (bem) respondidas.

Só uma coisa (que vai ao encontro do assunto do post): também vejo com bons olhos a transferência do Barrichello para a Williams. Ganhando ou não, é sempre bom ver pilotos mudando de ares e, além disso, acho que a Williams sofre mais do que merece em 2009 (ora por causa dos pilotos, ora por causa do motor). Mas o fato é que fã é fã e não tem jeito: de novo, duvido que, se fosse o Trulli indo para a Williams, um mundão que escreve aqui (e que não está contra um brasileirinho) estaria tããão otimista... afinal, você mesmo falou que piloto é importante na pista; o desenvolvimento é tratado por engenheiros...

Caíque Pereira. disse...

Ico,
apesar de achar o Barrichelo um sujeito sem carisma e bobo, apesar de ser um piloto muito bom, creio que pela primeira vez em 17 anos na F1, fez uma escolha correta.

Mauro Oliveira disse...

e aquela estória da namoradinha do button? o que foi? ela disse que só continua namorando ele se ele for campeão?

roger disse...

POis...interessante este 'ponto de vista' da Cosworth que deve ter uma gana de voltar e por cima!!!!
Afinal lá se vão quase quase 15 anos do último titulo!!!!

roger disse...

Dei uma olhada agora...último campeonato da Cosworth foi 81 com Piquet! Putz! Os caras vão voltar com uma gana!!!

roger disse...

A última vitória 2003 Brasil com Jordan!

roger disse...

Ih deu 'pachecada' ai heim...
Ultimo campeonato com brasileiro, ultima vitoria no BR...
(que o Galvão não leia isto senão vai ser f...)

Anônimo disse...

Olá Ico, também acho que o Barrichello acertou em assinar com a Williams, pois ele deve saber muito bem como andam os bastidores da categoria para o ano que vem, basta lembrar da disputa com Bruno Senna no começo do ano pela vaga na BrawnGP, onde ele chegou até a acampar na sede da equipe, pois sabia que o carro era vencedor e ele teria uma grande chance. Lembrando disso, não faria sentido ele sair da equipe agora para ir para outra que frequenta o fim do grid constantemente, com certeza ele não gostaria de ver novamente o filme Honda 2007- O Retorno. Sem contar a questão de grana para desenvolvimento do carro para o ano que vem, pois Nick Fry só fala, mas patrocínio que é bom nada até agora, a não ser algum por corrida, que cria uma insegurança muito grande e o dinheiro da Honda tá acabando.
Até mais e um grande abraço,

Jorge Roberto - @jorgekart59

marconi disse...

Ico, as suas notícias sobre o motor Cosworth são animadoras! Porquê o que havia chegado pra nós aquí eram péssimas! Andadaram dizendo que esse motor seria beberrão, e que as equipes que o aderirem teriam que fabricar um tanque maior, e consequentemente perderiam de 0,2s a 0,3s por volta devido ao peso.

Gabriel Souza disse...

Bom, acho que encontrei a resposta para a pergunta que fiz via Twitter.

Obrigado.

Abraço!!

Ron Groo disse...

Todos sabem que eu não gosto do Barrichello tanto quanto não gosto do Corinthians, mas se ele conseguir levar a Williams que eu tanto amo à vitória eu vou elogiá-lo rasgadamente.
Afinal sou torcedor e como tal: volúvel.

Jean disse...

O importante, para o Rubens, é que vai ser primeiro piloto. Ter assumidamente o carro definido para ele, e, os melhores engenheiros e peças, se o carro for mesmo bom, vai ter enfim a possibilidade de ser campeão. Ainda tem um joker nessa historia, o kers, O Frank Williams sempre foi inovador de tecnicas e essa, de repente, pode ser o diferencial na temporada. O Massa, é que deveria seguir o exemplo, e escolher a melhor oferta para ser primeiro piloto, onde ? ai é com ele, talvez na Brawn-Mercedes.

Ridson de Araújo disse...

Ico, primeiramente para agradecer a essse texto e cobertura, que junto com o seu texto no Tazio, me ajudaram a construir essa reflexão.Aqui as duas partes do texto, sendo a segunda totalmente ajuda sua.

Se puder ler, nessa correria do Gp do Brasil, seria muito legal:

http://historiasevelocidade.blogspot.com/2009/10/o-que-e-necessario-parte-1.html

http://historiasevelocidade.blogspot.com/2009/10/o-que-e-necessario-parte-2.html

Fernando Mayer disse...

Se esse motor Cosworth não for realmente essa porcaria que é o motor Toyota temos mais uma ótima opção para encrementar o certame no ano que vem. Gosto muito da Williams e quero vê-la na frente de novo e se for com o Barrichello, melhor ainda.

Abç

Renato Monteiro disse...

Caro Ico,
Como fica para 2010 o asssunto dos difusores? Fica como este ano ou volta para o estágio do inicio deste ano, onde as ultrapassagens eram menos difíceis (hoje parecem impossíveis!)?

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Oi Renato, a coisa fica como está, depois q a FIA liberou essa filosofia, o desenho ficou homologado assim.

Abs!

Anônimo disse...

Master Ico,

è certo q Barrica e os caras-pálidas willidianos já formam um par? Há ventos soprando aqui da Grand Place q trazem certa suspeita sobre um certo grupo "fôrça-das-índias". Será?
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

Fleetmaster disse...

nem terminamos 2009 e já estamos falando de 2010!!!
A F1 é rápida até na virada do ano !!!

Luizinho disse...

O carro da williams de 2010 vai ser 2 segundos mais rápido que o das outras equipes!!! Só vai dar o Barrica!