sexta-feira, 12 de março de 2010

OS MOTIVOS DO ALEMÃO

Dentro do especial de abertura da temporada do Tazio, fiz um texto discorrendo sobre o que teria levado Michael Schumacher a optar por uma volta que ninguém esperava que acontecesse. Não sou de badalar sinos, mas gostei muito desta peça e vou guardar na minha pastinha das favoritas. Clique no link e confira!

7 comentários:

Léo Engelmann disse...

Ico, o livro da Alicia Klein, "A Máquina", escrito logo após a sua saída da F-1 explica o porquê da volta de Schummi às pistas.

Segundo a biografia, o alemão tem a formação de carreira de piloto pela Mercedes. E ele entendia isso como uma "dívida de gratidão".

Foi isso.

Pinheirinho disse...

Lá vem o alemão, de novo.
Aos 41 anos, Schumacher volta às pistas em busca do octacampeonato.
Pinheirinho é divulgador cultural é maranhense, a partir de Brasília. - E-mail: pinheirinhoma@hotmail.com

JcroB disse...

Grande Ico:
Conjecturas muitas podem ser feitas: gratidão, desafios, vontade de vencer. Motivações pessoais, quando não tão evidentes como muitas por aí, são insondáveis. Mas o que chama minha atenção é o número de pessoas, celebridades ou não, que não conseguem ficar numa aposentadoria merecida. Nos esportes em geral muitos são os exemplos e só para citar um, hoje vi na tv uma reportagem sobre a Fofão, ex levantadora da Seleção Brasileira, que está firme, forte e ganhando partidas aos 40 anos. Os exemplos são certamente vários... e no meu entender caem também na maior expectativa de uma vida (saudável) que temos tido neste início de século. Um cara como o grande Schummi, cheio de disposição e garra, não quer se ver alijado de algo que faz parte de seu âmago.

Paulo Cunha disse...

Ico,

Pessoalmente gostei na matéria quando você apontou o processo de convencimento do Schumacher e o intenso envolvimento dele com a equipe - um envolvimento que parece ser mais ativo do que o Massa tem com a Ferrari.

Mas o melhor ponto foi comentado pelo JcroB, a idade de aposentadoria está mudando na cabeças das pessoas.

Anônimo disse...

Master Ico,

Alguém tem q discordar, e melhor, aquele outro "alemãozinho astrevido" vai derrubar a teoria da Shumi-prepotência. Ou já foram enterrados o mau caratismo de dois de seus campeonatos e as safanagens sobre toda uma geração de pilotos, c apoio incondicional da mídia? Os ventos trazidos da Grand Place são bem agourentos.....
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

Larissa G. Oliveira disse...

Aquele outro 'alemãozinho atrevido' veio da mesma escola do Schumacher, apoiado pelas mesmas pessoas e estudou a mesma cartilha. Claro que poderá conseguir os mesmos resultados de forma diferente. Mas ainda os pontos positivos de Michael superam em muito todas suas falhas e é motivo de inspiração para os jovens. Desprezar isso é realmente tapar o sol com a peneira.

E excelente análise, Ico! Parabéns!

Loucos por Autorama disse...

vamos aguarda pelo desempenho do Schumacher !!! Grande piloto, carater questionável !!