terça-feira, 21 de dezembro de 2010

PARA ONDE?

O anúncio de Jerome d’Ambrosio na equipe Virgin confirmou que a situação não está fácil para o futuro dos brasileiros Bruno Senna e Lucas di Grassi na Fórmula 1. A questão financeira foi central na decisão a favor do belga, apesar dos esforços do press release no time, na qual o chefe de equipe garante que d’Ambrosio “assegurou a vaga por seu próprio mérito”. Uma rápida comparação nos resultados dele com os de Di Grassi na GP2 ilustra que há uma clara diferença de qualidade ali a favor do piloto paulista.

Mas o dinheiro é importante para a Virgin e ponto final. Não há categoria no mundo em que uma boa grana não compra um bom assento e na F-1 a questão não seria diferente. A Williams que o diga. Para os brasileiros novatos, é uma pena dupla: um com um carro acima do peso e outro com um que mal podia ser chamado de carro, Di Grassi e Senna mal puderam mostrar o potencial que tinham neste difícil ano de estreia em equipes também estreantes.

Mais: para um piloto de F-1 ou GP2 arrumar patrocínio no Brasil é uma tarefa ingrata, já que as leis federais acabam sendo um complicador fundamental - e tentar contorná-la com algum tipo de “jeitinho” pode acabar em rolo. Num mundo ideal, teríamos uma petrolífera estatal que apoiaria diretamente um ou mais valores das pistas para divulgar sua marca também; ou uma federação forte que lutasse para que o governo criasse uma lei melhor para incentivar empresas nacionais a investir em talentos para correr no Exterior. Mas esse mundo ideal, sabemos, não existe.

Das opções ainda não confirmadas para o ano que vem (uma vaga na ex-Renault e duas na Force Índia; a Hispânia não é uma opção), a dupla de brasileiros parece fora do radar. Restaria lutar por uma vaga de piloto reserva, uma aposta arriscada que pode acabar prolongando a agonia de estar pertinho da F-1 sem poder tocá-la, ainda mais nestes tempos em que testes são extremamente limitados.

Eu vejo a vaga de reserva na Lotus de Tony Fernandes como a melhor. Afinal, Jarno Trulli já está na prorrogação de sua carreira e uma hora vai preferir ir cuidar de sua vinícola. É um time pequeno, envolvido numa confusão jurídica mas é também onde há maiores perspectivas de se abrir uma vaga de titular a curto prazo.

Acredito que o empresário de Bruno Senna, Chris Goodwin, deveria sondar a McLaren - se é que já não o fez. Afinal ele tem um ótimo trânsito no time e todos ali dentro sabem que Gary Paffett não é uma opção para o futuro. Seria uma aposta arriscada mas que, com uma dose de sorte, poderia render frutos. O trabalho se resumiria a muitas horas em simuladores e eventuais aparições públicas em eventos como roadshows ou o Festival de Goodwood. Mas vai que Jenson Button resolve logo acabar com a vida corrida de piloto de F-1, satisfeito com o título e a namorada que tem. Seria uma chance se o brasileiro tiver conquistado a confiança do time caso isso acontecesse, porque seria uma vaga cobiçadíssima.

Para Lucas, quem sabe a própria ex-Renault não seria uma chance. Afinal muita gente importante da parte técnica do time trabalhou com o brasileiro e valoriza sua experiência. Seria uma boa também para colocar uma sombra no diletante Petrov. Poderia ser outra vaga que a se abrir no final do ano que vem, se o russo não for convincente.

A Mercedes seria outro posto atrativo que ainda não confirmou um piloto reserva. Embora ali a penetração deles seja menor que nos exemplos acima, a experiência de uma temporada na F-1 poderia contar a favor. Em todo caso, vale citar que não faltam outros candidatos ao posto de reserva nos times que ainda não confirmaram os seus: Luiz Razia, Fairuz Fauzy, Giedo van der Garde, Oliver Turvey e Sam Bird, só para citar alguns com dinheiro e/ou experiência prévia com um carro de F-1. No caso de Razia, vejo como boa a chance dele permanecer como reserva da Virgin, caso lhe ofereçam a oportunidade de testar de vez em quando às sextas-feiras.

(Fotos Luis Fernando Ramos)

11 comentários:

Pezzolo disse...

excelente análise ico. acho cedo pra qq um dos dois desistir da F1 . fAZER O QUE? Indy, Nascar, Stock? Melhor ficar como testes

Dudu disse...

É uma pena para o di Grassi. Tomara que consiga alguma nova chance rapido na F1.

dingaboys disse...

não vão dar em nada. Nós só nos importamos pq são brasileiros. Há dezenas de pilotos do mesmo nível (e outros tantos melhores) q tb não conseguiram uma chance real na F1.

Diogo disse...

Concordo que estas opções de reserva seriam mto boas. A Lotus que teve conversas com Bruno Senna sabe-se ter uma relação de negociações já iniciada que ano q vem poderia render frutos com um carro até já andando no meio do bolo o tempo todo, já que acredito que esse ano deve se aproximar e acompanhar em algumas corridas e em outras continuar ainda um pouco atrás.Já a Renault já conhece o trabalho de Di Grassi e seu ótima Feedback e qualidade para certar carros, juntos com Kubica poderia fazer uma boa dupla, além do que Petrov ainda n mostrou pra que veio a Formula 1, mas td isso apenas se Dany Bahar n acabar com a equipe com seus sonhos megalomaníacos!!

Abraços Ico,
Sempre bom um post seu mesmo nas "Férias"

Ron Groo disse...

Eu concordo, as vagas de piloto reserva na Lotus - que eu acho que vai evoluir muito - e na Mercedes são as melhores escolhas.

Anderson Nascimento disse...

Lucas di Grassi é um excelente piloto. Acompanhei sua carreira na GP2 e me surpreendi com o que ele pode fazer. Na Virgin, fez até um trabalho convincente levando em conta o carro que possuía em mãos. Para Bruno Senna o mercado também está sendo ingrato. Vaga de piloto reserva é a melhor para os dois e muito trabalho os ajudarão a ganhar uma vaga de titular de novo no futuro.

Marcos Antônio disse...

talvez as vagas de reservas sejam melhores, mas o risco de vira rum Gené da vida, se tornam grandes...

Luiz G disse...

Ico, mesmo que Bruno ou Lucas arrumem vagas de pilotos reserva e fiquem rezando para que alguém se aposente, é certo que eles nunca serão campeões.
Os talentos da F1 hoje são Vettel, Alonso, Hamilton, Kubica, Rosberg e um pouco de Button.
Não há espaço para esses garotos serem vencedores.

Então, me explique:
De que adianta ser piloto na F1?

Não é melhor tentar a Indy, a NASCAR ou a Le Man series?...Pelos menos, eles poderiam atuar como pilotos.

Não consigo entender esse fanatismo de querer a F1 na pior possibilidade, ao invés de tentar o futuro em outra categoria.

Anônimo disse...

Olá quase parente...

Eu acho que piloto reserva nos dias de hoje...e só conversa para boi dormir..

Se não deu na F1...vai correr na Le Mans Series... ou DTM... ou mesmo tentar a F-Indy... (menos a Nascar, lá é sem futuro...Acorda logo desse sonho Americano Nelsinho Piquet).

F1 e a poucos...o que eu não entendo como um Frank Williams pode dispensar um Nico Hulkenberg por um Maldonado....poxa Frank...aponsenta o já aposentado Barrichello...será que ninguem viu isso ainda...

O Tony manter o Trulli novamente...é brincadeira...será que ele não viu uma grande oportunidade de conquistar patrocínio com o nome Lotus e o Bruno Senna...acorda Sr. Teixeira.

Apesar que eu acho que o Bruno vai acabar na Lotus Renault...vamos esperar para ver...

Quanto ao Di Grassi, grande piloto sem grandes resultados...uma F-Indy ou quem sabe a DTM...

Boa sorte aos dois em 2011.

Anderson Ramos - Campo Grande - MS

Leo disse...

Grande Ico,

A proposito do post, e especialmente adequado p seu blog, aqui vai um artigo recente mostrando que batalhar e sempre necessario antes do sucesso, e que a incerteza e apenas "par for the course":

http://www.npr.org/2010/12/21/132231192/jimi-hendrix-before-he-was-famous

A proposito: vc nao mencionou o Hulk nessa lista. Embora eu torca p q o Bruno e o Lucas arrumem lugar, tenho que admitir que o Hulk mostrou mais servico (em um carro de verdade e claro).

Fernando Kesnault disse...

Puxa Ico diga de verdade (tirando a parte porque é brasileiro), mas o que se vê neste BrunoSenna?? É ruim, fraco tecnicamente e de braço e nem merecia estar na f-1, vai prá Stock Car cemiterio que é melhor.

Já teve tantos bons e ótmos pilotos que nunca tiveram nem a chance de se mostrarem na f-1 e fica insistindo o assunto com uma ruindade destas..