quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

OS PARES

Seguindo com nossa análise da forma dos pilotos para esta temporada - lembrando que tudo depende dos carros que cada equipe aprontar - vamos olhar agora para os parceiros dos “ímpares”, que terão como principal tarefa batê-los, para depois tentar superar o resto do grid rumo ao título. A batalha começa contra o outro lado da garagem.

2 - MARK WEBBER
Fez uma temporada muito acima do que se inicialmente esperava em 2010, mas mostrou uma preocupante curva descendente no final do ano, com um erro custoso na Coreia e uma classificação apagada na decisão em Abu Dhabi. Muitos apostam no paddock que este será seu último ano na F-1 e eu me surpreenderia em vê-lo com o mesmo fogo depois da chance desperdiçada no ano passado. Para piorar, a ideia da Pirelli em trazer compostos mais aderentes na frente e com durabilidade menor jogam a favor de Sebastian Vettel.

4 - JENSON BUTTON
Apesar de ser o primeiros dos cinco postulantes ao título a sair fora, Jenson Button deixou uma boa impressão em 2010 - teve a menor taxa de erros entre eles e fez corridas muito sólidas. Mas pagou nas classificações o preço de ter um estilo suave de pilotagem, com o qual não conseguia uma boa temporada para os “pneus de madeira” que a Bridgestone tinha. Pode ser uma surpresa da temporada se conseguir melhores posições no grid. Por outro lado, perde sua melhor arma se a intenção da Pirelli em promover duas paradas por corrida vingar. No esquema de economizar borracha do ano passado, ele era imbatível - vide o longuíssimo stint com pneus moles que promoveu em Abu Dhabi.

6 - FELIPE MASSA
Depois da temporada ruim que teve no ano passado, difícil imaginar que sua curva não vá melhorar em 2011. Em Madonna di Campiglio, estava animado e parecia ter feito uma aposta consigo mesmo para provar que era capaz de voltar a andar na frente. Seu aliado nessa intenção são os pneus Pirelli, que parecem combinar mais com seu estilo de pilotagem. Contra, a presença cada vez mais maior de Fernando Alonso na família Ferrari. A impressão que passa é que o brasileiro está blindado quanto a isso no que tange os bastidores. Agora vem a parte mais difícil, que é dar a resposta na pista. Mesmo que não supere o espanhol no campeonato, deve mirar batê-lo pelo menos em torno de 40% das classificações e das corridas. Para isto, terá de mostrar a garra de 2008, e que ficou escondida no ano passado.

8 - NICO ROSBERG
O principal adversário de Nico Rosberg em 2011 será ele mesmo. Afinal, não deve ser fácil ser o primeiro companheiro de equipe a dar um banho em Michael Schumacher e se ver na posição de não promover isto ou qualquer outro tipo de jogo psicológico, já que o heptacampeão tem o apoio total da equipe. Com um carro mais ajustado a seu bel prazer, Schumacher será neste ano um leão ainda maior a ser executado por Rosberg. Se repetir o que fez no ano passado e, quem sabe, conquistar a primeira vitória neste retorno da equipe Mercedes, dará o salto que falta para assegurar um futuro brilhante na Fórmula 1.

6 comentários:

porforadosboxes disse...

O desempenho do Button vai depender de quanto os pneus Pirelli vão se desgastar. Se ele puder se classificar bem e poupar os pneus ao ponto de, quem sabe, até fazer uma parada a menos, será um ótimo ano para o inglês.

Para Rosberg e Massa, serão anos decisivos. O alemão precisa nessa temporada mostrar que pode ser um piloto vencedor,e Massa, se andar mal, pode entrar em decadência.

Já Webber, esse pode mesmo ser seu último ano em uma equipe de ponta. Se vai ter o fogo para ser campeão, ainda não dá para dizer, mas se 2010 foi sua melhor chance, 2011 será a última. Só o título lhe dará outra.

Anderson Nascimento disse...

Para mim, os "pares" que terão um ano muito bom serão Button e Rosberg. Acredito que o piloto da McLaren melhorará muito seu desempenho nas classificações e ouso dizer que terminará à frente de Hamilton. Rosberg baterá mais uma vez o multicampeão Schumacher e conseguirá vitórias com o bom carro da Mercedes.

Marcelo (Cascavel) disse...

o Schumacher é heptacampeão e não penta como está no post.. penta só com os carros da Rossa.

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

E a Seleção Brasileira tb... Falha minha, Marcelo, valeu pelo toque! :-)

Ron Groo disse...

Posso estar sendo radical, mas o único que realmente merece alguma atenção é Jenson Button, não só pelo título que já ganhou, mas pelo ano bom que teve em 2010, e sendo companheiro de equipe de Lewis, que não é coisa fácil.

Não gosto de Nico, não acho que Webber seja o raio que cai duas vezes no mesmo lugar e sabemos que Alonso é o primeiro e segundo piloto da Ferrari, logo...

Dé Palmeira disse...

Massa vai precisar de muito mais do que pneus pra essa temporada.

Button pode vencer corridas mas Lewis é o preferido.

Weber é carta fora do baralho na minha opinião. Ele se indispôs demais com a equipe ano passado e vai cumprir contrato. Terá um foguete nas mãos mas precisa reverter o quadro de rejeição que enfrenta na Red Bull. Tarefa hercúlea.

Rosberg entrou 2011 de cara nova. Cabelo cortado e cultivando uma barba, ele quer confirmar sua superioridade sobre Schumacher. Veremos quem tem mais garrafas pra vender.
E se a mercedes fizer um carro matador será ainda muito mais interessante.