sábado, 21 de julho de 2007

OS HOMENS DA FOTO

Estava devendo a lista dos chefes-de-equipe no GP da Alemanha de 1975, em foto publicada neste post abaixo. Aqui vai a resposta.

Em , da esq. para dir.: Jim Diamarter (Parnelli), Heinz Hofer (Penske), Bubbles Horsley (Hesketh), Ken Tyrrell (Tyrrell), Colin Chapman (Lotus), Frank Williams (Williams), Luca di Montezemolo (Ferrari), Bernie Ecclestone (Brabham), Graham Hill (Hill), Alan Rees (Shadow), Teddy Mayer (McLaren – parece mesmo o John Surtees, mas não é) e Vel Miletich (Parnelli). Agachados: Ray Brimble (Hill), Max Mosley (March) e Peter Mackintosh (secretário da FOCA, a associação dos construtores).

Como é conhecido de todos, Williams, Montezemolo, Ecclestone e Mosley permanecem envolvidos na categoria até hoje. Teddy Mayer e Alan Rees estão curtindo a aposentadoria. Hill e o gerente de sua equipe Brimble morreram em um acidente aéreo no final daquele ano, junto com o piloto Tony Brise, o desenhista Andy Smallman e os diretores Terry Richards e Tony Alcock, dizimando a equipe do bicampeão mundial numa das maiores tragédias coletivas do esporte. Colin Chapman morreu em 1982 (ou, dizem alguns, viveu ou estaria vivendo no Pantanal desde que sua morte foi alegadamente forjada) e Ken Tyrrell, em 2001. Sobre o resto, não tenho a menor idéia.

5 comentários:

walter disse...

São todos uns mafiosos cheios de manobras estranhas.
Mas, é chocante, esses caras faziam uma fórmula um mais honesta, mais competitiva e, definitivamente, mais fascinante.
Tenho saudades deles todos, como construtores.

Valério Paiva disse...

Olá Ico, não sei se ajuda, mas Heinz Hofer, então chefe - e sócio - da Penske faleceu num acidente de carro numa rodovia britanica em 1976, pouco depois da unica vitória de Jonh Watson pela equipe. A morte de Hofer foi um dos principais motivos para a saida de Roger Penske da Fórmula 1 pouco tempo depois, pois ele era um dos principais investidores financeiros do braço europeu da equipe. Heinz Hofer foi, alias, quem trouxe para a Formula 1 Watson, após a morte de Donohue no ano anterior. Antes disso, Hofer foi piloto de carros esporte e subida de montanha nos anos 60.

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Genial, Valério, nao sabia da história do Hofer. Valeu, esse tipo de participacao ajuda sim, demais! :-)

Valério Paiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valério Paiva disse...

Aproveitei a lembrança do Heinz Hofer e escrevi um artigozinho sobre a história da Penske na Fórmula 1 no meu projeto de blog. Caso tenha interesse está em http://curvapraesquerda.blogspot.com/