sexta-feira, 31 de agosto de 2007

O 27 EM CÍRCULOS

Jacques Villeneuve resolveu seguir os passos de Juan Pablo Montoya e vai correr na Nascar, para se divertir e engordar sua conta bancária. Deve comer o pão que o diabo amassou nas primeiras corridas, vai receber um monte de “totós de boas-vindas” dos adversários, quem sabe até depois consiga se estabelecer como um bom piloto da categoria.

Eu, que detesto corridas em ovais e acho que a Nascar vai contra tudo o que gosto no automobilismo, lamento mesmo a escolha do número 27 para estampar seu carro. Número imortalizado pelo pai Gilles em seus anos de Ferrari na Fórmula 1. Tudo bem, Jacques usava este número em seus tempos de Fórmula Indy, gosta de andar em ovais e venceu as 500 Milhas de Indianápolis. Mas eu associo o 27 sempre a derrapagens controladas nas curvas, a correções sobre-humanas de saídas de traseira. Na Nascar, o carro anda em círculos, em quarta marcha e com o acelerador a fundo. Não tem a cara do Gilles...

4 comentários:

Max disse...

aliás, deveriam acabar com essa bobagem de numeração sequencial nos carros da F1, não acha não?!!?

coelho dos relógios disse...

disse tudo... concordo totalmente, acho que Nascar (e corridas em ovais) é para rednecks que acham que a suiça fica bem no meio de áfrica

TP disse...

Eu adoro corridas em ovais mas detesto a Nascar...... IRL neles....
Só não sei como ele vai se dar com as banheiras, acho que teria mais futuro na categoria do Tony George, até por ter bastante nome lá....

Anônimo disse...

Mas a F1 atual também não tem a cara do Gilles...

Lauda