terça-feira, 4 de setembro de 2007

RÁDIO GP – 20ª EDIÇÃO

A conversa sob o comando de Victor Martins e participações minha, da Alessandra, do Capelli e do Vicária, rolou solta e descontraída na gravação ontem à noite. Testes da Fórmula 1, MotoGP e IRL foram os principais temas do programa. Talvez tenha sido meu último, após ter sido dispensado em pleno ar pelo apresentador. Isso é quequerer defender o colega. (Não é para levar a sério, viu gente?) Confira baixando os programas aqui!

2 comentários:

L-A. Pandini disse...

Ainda bem que você colocou claramente que não era para levar a sério. Uma vez, inventei que eu e o Edu havíamos tido uma briga rocambolesca na suntuosa sede do GPtotal e muita gente (inclusive leitores inteligentes) acreditou.

Dr. Risardo F. Caldas disse...

Muito bom o rádio GP dessa semana. Infelizmente não teremos mais programas tão bons, pois os próximos terão a participação apenas do Victor Martins, já que todos os outros foram dispensados em pleno ar. (hehehe)

E faz um favor, Ico, dê um zero pro Capelli no programa que vêm (se você estiver lá) pois quando ele estava falando da IRL, falou que o Dixon deu marcha ré para bater no Franchitti, o que não é verdade pois os carros da IRL não têm marcha ré. Inclusive se tivesse marcha ré, o Franchitti poderia ter dado marcha ré e voltado para a pista (exatamente o comentário dele na entrevista após a corrida foi nesse sentido http://www.indycar.com/news/story.php?story_id=9855).
Inclusive na rodada de outro piloto, o Ed Carpenter, o carro fez a mesma coisa, indo de ré em direção ao muro externo. A única coisa que talvez ele pudesse fazer era frear e travar o carro no meio da pista. Ou seja, não foi uma manobra à la Schumacher.

E parabéns pelo blog, muito bom.