quinta-feira, 12 de junho de 2008

RADIOGRAFIA – FERRARI 1512

A 1512 foi utilizada esporadicamente em 1964 e 65 e não entrou para a história como um dos grandes carros da história da Ferrari, tendo como melhor resultado um segundo lugar no GP de Mônaco de 1965 com Lorenzo Bandini. Seu principal destaque, claro, o motor V12. Mas era um carro lindo, como um todo. Aliás, estes F-1 de motor traseiro e sem asas são todos lindos, não concordam?

5 comentários:

Luiz Batista disse...

Ico, quando vejo estes carros dos anos 60 a única coisa que me vem a cabeça é o trabalho que os pilotos de F1 deram para os seus anjos-da-guarda. Deve ter anjo que pediu demissão do cargo.

Anônimo disse...

Quando jogo GPL, vejo a dificuldade que era dirigir esses carros. Nunca consigo terminar uma volta de treino sem bater ou rodar. Nesse tempo era mais perigoso de se dirigir, mas só dirigia craque do automobilismo. E esse carro é relamente bonito.
Abraço a todos.
Paulo Santos/RJ

Smirkoff disse...

Não só gosto muito dos carros dos anos 60 (ao lado dos carros-asa, meus prediletos), como realmente adoro esses raios-X do Bruno Betti, que vejo desde criança. São uma influência enorme no meu trabalho. Se tiver mais por aí, Ico, por favor transforme "Radiografia" em uma série no blog!!

Anônimo disse...

Linda linda!!
A 12 cilindros foi um dos mais belos carros da F1 1500cc ,era mais "gordinha" que a V8 que o Surtees geralmente usava ,talvez não tenha atingido o maximo de desenvolvimento ,mas era um boxer doze e essa configuração foi muito feliz no novo motor 3000cc depois de 70,a decada de Ferrari X Ford.

Jonny'O

Carlos César disse...

Concordo! Belos carros, em especial as Lotus verdes com faixas amarelas.