quinta-feira, 24 de julho de 2008

FOTO DO DIA – GP DA HUNGRIA DE 1936

O primeiro Grande Prêmio da Hungria foi disputado há mais de 70 anos. Ou, mais precisamente, em 21 de junho de 1936, solstício de verão. O sinuoso traçado de cinco quilômetros de extensão foi montado no parque Nepliget, em Budapeste. A imagem acima mostra a Auto Union de Hans Stuck em ação (clique para ampliar), mas a briga pela vitória foi entre seu companheiro de equipe Bernd Rosemeyer e o italiano Tazio Nuvolari, da Alfa Romeo. O alemão liderava, mas perdeu rendimento e foi ultrapassado, com Tazio registrando um raro triunfo de uma máquina italiana no período de dominação dos carros prateados. As explicações para os problemas de Rosemeyer naquele dia variam: uns relatos apontam que ele teve um problema de fígado; outros dizem que o esforço com o volante e o câmbio acabou esfolando as mãos do piloto até deixá-las em carne viva na fase final da prova.

Foi a única visita dos carros de Grand Prix à Hungria nesta que é tida como a era dourada do automobilismo.

4 comentários:

Jader Goergen disse...

Hans Stuck também era o nome do piloto campeão em 89 na TransAm pela Audi, pilotando um Audi quattro.

Seriam parentes?

Rayffles disse...

Não eram parentes não.
ERA O PAI DELE. O REI DA MONTANHA

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Jader, tem mais sobre a família Stuck na minha coluna do GP Total.

Abs!!!

Vermeulen disse...

Olá, Ico, tudo bem?

Semana passada, comprei um livro do Chico Buarque: Budapeste. Ainda não começei a lê-lo, mas, desde já, alimento uma simpatia muito grande pela Hungria. Diz-se que Budapest (lê-se Budópext) é uma das cidades mais lindas da Europa. Tenho me esforçado nas aulas de alemão, aprendido finlandês sozinho (idioma complicado, mas já entendo algumas coisas), mas tenho mesmo vontade de aprender húngaro. Qualquer dia, ainda ponho meus pés lá. Bom Trabalho!

Auf Wiedersehen.