quarta-feira, 6 de agosto de 2008

FOTO DO DIA – GP DA FRANÇA DE 1972

A McLaren da era Ron Dennis é famosa pela mania de pintar de branco o chão dos boxes (trabalho desnecessário, aliás, em muitos dos circuitos modernos). Mas houve uma época em que a equipe, e a própria Fórmula 1, era menos preocupada com manias de limpeza e instalações assépticas. Acima, os carros de Denny Hulme e Brian Redman no circuito de Clermont-Ferrand. Mais acampados, impossível. Clique para ampliar!

10 comentários:

Lucas Carioli (peterson) disse...

É claro que é outra época mas... pra mim, a Formula 1 (e outras atividades) precisavam resgatar esse clima de despreocupação que tinhamos até o inicio dos anos 80. Esse universo "certinho" de hoje em dia é muito chato.

marconi disse...

Essa talvez tenha sido a melhor fase da f1.

Dirceu Macedo disse...

É uma foto romântica, sem dúvida....mas se coloquem na cabeça dos técnicos, mecânicos...eles estavam nessa situação pois com certeza não tinham uma estrutura melhor, e não por opção deles!

Tenho certeza que a maioria gostaria de estar dentro de boxes, com o equipamento organizado e preservando o equipamento.

A fórmula-1 dos ultimos anos está chata não pela sua estrutura fisica, e sim pelas PESSOAS que comandam o circo e criam suas regras..muitas de conduta....

Diego Camargo - Floripa/SC disse...

That 70`s Show!

Demais essa foto, acho fantástica a F1, mesmo a atual. Mas essa época é especial.

Abraço

Anônimo disse...

Bela foto!

Nem vou dizer que gostaria de uma F1 assim ,este tempo já passou ,era bom mas não volta.

Mas serve como exemplo para o nosso automobilismo local ,que anda cheio de frescuras demais e fraco de opções .

Taí uma boa ideia Ico ,vamos fazer um monoposto tubular com suspensão de fusca na dianteira e motor mil ,qualquer um ,sem veneno e acampar em interlagos com os carros e levantar um movimento .

Os sem autodromo!!

Jonny'O

Ajzas disse...

Como eram bonitos esses Yardley-McLaren. Lembro-me de ficar 'babando' em cima de fotos de revistas e de algumas transmissões da TV. Mas, pintar o chão de branco parece coisa de 'novo-rico', não é?

Caíque Pereira. disse...

Automobilismo É assim. Transformar os Boxes em Centros Cirúrgicos é meio ridículo.

zamborlini disse...

ico
um detalhe a mais aos amigos. o carro de hulme era o m19c e o do redman m19a. a diferença, pelo menos a aparente, está na fixação do santoantonio.
e esta foto é muito bacana.
abraços
zamborlini

politicamente_incorreto disse...

O Dirceu acertou na mosca, não é a melhora de condições de trabalho que transformou a F1 na bosta asséptica que é hoje em dia, foram os dirigentes, ávidos por espaço politico e grana a um nível que nenhum mortal consegue gastar, 40 milhões de dolares de deposito para "aspirar" a ter uma equipe de F1 dá nisso, pilotos ridículos ganhando fortunas incalculaveis também, o mundo vai acabar sufocado embaixo de dinheiro, convido todos a verem o ultimo episódio do aparente inocente seriado "Familia dinossauro" para repensarem suas vidas e para onde estamos indo. também um ponto para o Jonny'o , pois o nível de frescura e estrelismo por exemplo nessa categoria de quinta categoria que é a stock-car Brasil é ridículo, pilotos fajutos, carros jurássicos e uma empáfia que assusta, vão acabar sufocados na própria vaidade.
Hoje a F1 é impossivel aparecer novamente um Frank Willians, que até montar uma equipe de ponta, teve equipes mambembes até acertar um patrocinio com os arabes, ou um carismático e duro Mo Nunn que mesmo sem recursos sempre estava no meio, ou ainda um Guy Ligier que de dono de açougue construiu uma respeitável equipe e não se esquecer de uma certa equipe de F1 tupiniquim que enquanto os gastos eram humanamente suportáveis conseguiu se manter na categoria máxima, hoje a F1 é totalmente artificial, talvez a maioria se esqueça que o grid ridículo de 20 baratas só é mantido graças a boa vontade daquele austriaco fabricante daquele xarope intragável vendido em latas e gelado, também me recuso por motivo oposto a o da Globo a citar o nome daquela josta, não tenho saudade dessa tenda aí de cima, tenho saudade de uma época em que um lorde boiola cismava e conseguia montar uma equipe para o seu namoradinho loiro poder correr e vencer!!!! tenho saudade de uma época em que carro de F1 tinha um trambulador e tres pedais, tenho saudade de uma época aonde era possivel construir um bólido e instalar nele uma caixa de direção de chevette - era a cx de direção do primeiro copersucar-fittipaldi- tenho saudade de uma época em que você via um piloto filando bóia no box do adversário, tenho saudade de uma época aonde não existiam essa praga de acessores de imprensa e finalmente tenho saudade da pré qualificação, de 32 carros inscritos isso é que era F1.

Anônimo disse...

Era uma F1 muito mais bonita e gostosa de apreciar. Dá muita saudade. O aspecto negativo era o número de mortes.
Luiz Eduardo