quinta-feira, 25 de setembro de 2008

O QUE ESPERAR DE CINGAPURA

Nas conversas de hoje com os pilotos, que você ouviu no Tazio, deu para entender muitas coisas sobre este novo circuito da Fórmula 1. Confira abaixo o que esperar da prova no domingo:


- Uma corrida longa: pela projeção das equipes, a prova pode chegar a 1h50 em condições normais. Caso chova ou ocorra um período de Safety Car, dificilmente as 61 voltas previstas serão completadas.


- Chuva: a previsão do tempo não tem acertado muito neste ano e o clima do sudeste asiático é ainda mais difícil de prever. Mas a maioria das equipes apontada precipitações tanto para a classificação como na corrida.


- Safety Car: em Valência, todo mundo esperava também, mas não aconteceu. que a aposta da neutralização aqui é quase certeira. Há áreas de escapa para quem errar uma freada, mas não são muito generosas. Muitas curvas são apertadas. E as zebras são imprevisíveis e podem dificultar a tomada das curvas, algumas delas relativamente rápidas.


- Nenhuma ultrapassagem: ninguém andou ainda, mas é consenso. Em condições normais, nãopara passar nenhum adversário na pista.


- Equilíbrio na frente: as temperaturas altas à noite devem ajudar a Ferrari, mesmo com piso molhado. Mas o carro da McLaren se sai melhor andando sobre as zebras, algo importante aqui para obter um bom tempo de volta.


- Dificuldades no acerto: as equipes da Fórmula 1 vieram para Cingapura com um acerto básico feito através de simulações. Mas encontraram um asfalto com mais ondulações e, no bulevar Raffles, com um câmber muito acentuado. Todos aumentaram a altura do chassi e isto vai influenciar em todo o resto que tinha sido pensado. Sem falar na possibilidade de chuva...


- Polêmica: depois da questão dos cortes de chicane, a única da pista (curva 10) ganhou alguns obstáculos na parte externa da zebra para inibir a prático. Além disso, a FIA está orientando os pilotos que errarem a linha e cortarem a chicane a parar o carro totalmente depois dela, como uma forma de punição ao erro. Os pilotos estão achando tudo uma insanidade: os obstáculos vão destruir os assoalhos e parar depois de uma curva cega pode resultar em acidente.


- Alagamentos: em caso de chuva forte, a drenagem do circuito parece ser insuficiente em muitos pontos. Algumas curvas poderão ser mais apropriadas para barcos do que carros.


- Tédio / Emoção: se ficar seco, a prova tende a ser aborrecida. Se a água cair, poderemos esperar tudo. Até mesmo a interrupção da corrida, caso caia um temporal.


Para terminar, algumas imagens da pista durante o dia de hoje:


O paddock, visto de uma ponta:


O paddock, visto da outra ponta:


O novo sinal eletrônico, que substitui as bandeiras:


O lugar do pole. Quem estará no domingo?

8 comentários:

Anônimo disse...

Cruzes! foi o nostradamus q fez essas previsões??? só coisa apocaliptica!!!

speed.king.thrasher disse...

realmente muito bonito o circuito.
tomara que a prova faça jus a beleza!

KlauSS disse...

Eu confesso sinceramente que estou com receio de que aconteça alguma coisa nessa corrida... Ainda mais se chover... Não está com cara de ser algo seguro... sei lá...

Carlos disse...

Ico:

Como tem estado o tempo desde que chegaste a Singapura?

Confirmam-se os chuveiros ao final do dia ou ainda não?


A temperatura mesmo à noite é muito alta?

Thiago disse...

Vai ser uma corrida especial! espero que não chova, porque algo me diz que vai ser incrivel mesmo assim!

E a iluminação é perfeita, o Nelsinho mesmo disse isso, e disse que ninguem faria algo que não fosse seguro, então com a iluminação está ok!

E a pista nada mais é do algo como todas as pistas de rua. Bateu muro, mas em umavelocidade reduzida.

Não perco por nada!

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Carlos, caiu um dilúvio bíblico, mas foi hoje pela manha. E à noite chega a fazer 30 graus, quente prá burro.

Anônimo disse...

Ico, se tem tantas ondulações, não seria mais apropriado chamar de bulevar "Ruffles" (A batata da onda)?

Também não perco por nada essa corrida!

Quem diria que este campeonato seria tão bom?

Abraços,

Fabio de Castro

Carlos disse...

30º ???? Isso é mesmo muito... Mas será que sem incidência do sol o asfalto vai dar tanta aderência como o Massa dizia ontem?

Sei não... Acho que isso vai ter mais influência ao nível do motor... Os pneus vão custar a aquecer... Isso é "achismo" meu, mas parece-me lógico