quarta-feira, 15 de outubro de 2008

ADIEU MAGNY-COURS

Quando anunciaram que Montreal estava fora do calendário, vozes de lamento e protesto eram ouvidas em toda a extensão do paddock. Agora que Magny-Cours ficou de fora do Mundial 2009, o discurso é de alívio e ironia, com exceção da imprensa francesa. Para mim, tanto faz: a falta de infra-estrutura realmente dificultava o trabalho. Mas gostava do charme da região da Borgonha. Que arrumem os franceses arrumem outro lugar bacana para 2010, então.

4 comentários:

Hugo Becker disse...

O traçado de Magny-Cours é realmente chato. Quem cobre as corridas in loco diz que a região onde se localiza o autódromo também não é das mais fáceis de se acessar.

Paul Ricard seria uma boa saída, não? Até mesmo pelas variáveis de traçado que existem por lá... aliás, na França existem vários traçados legais...

http://mottorhome.blogspot.com

Eduardo Gaensly disse...

Mas então sai Magny-Cours e volta Montreal?

Marcos "Guto" Souza disse...

Esse não fará falta, ao contrário do outro país que também fala francês.

Anônimo disse...

Só me lembro de uma boa corrida em Magny Cours, que foi aquela inesperada vitória do Frentzen. Também, pudera: choveu. E chuva salva até Hungaroring...

O pior é que Bernie quer fazer uma corrida na Eurodisney. Seria outro circuito de rua? Ou outra chatice do Tilke? Enquanto isso, Paul Ricard e Le Mans ficam de fora.

Li agora a pouco uma notícia sobre uma questão levantada por este blog: os pilotos levantaram a bandeira sobre a inclusão de um ex-piloto entre os comissários.

Vitor, o de Recife