sábado, 11 de outubro de 2008

COMPLICOU

Em corridas, tudo é possível, mas não será fácil para Felipe Massa minimizar na corrida o prejuízo que teve na classificação. Foi um resultado estranho e o piloto também não conseguiu achar a explicação certa para o quinto lugar no grid, apontando uma falta de aderência dos pneus no momento decisivo. No Q2, com pouca gasolina, Massa voou e registrou o melhor tempo, um indício de que o carro estava bom. A impressão que fica é a de que o piloto está com muito combustível, mais do que Raikkonen e Hamilton, mas isso é algo que só vamos conferir na prova.

O que mais me chamou a atenção foi a expressão de Massa nas entrevistas depois do treino, como alguém que vê a chance de realizar um sonho ir desaparecendo. E, curioso, quem pareceu tranqüilo foi Barrichello. Pelo jeito, a Honda vai esperar até o final da temporada antes de decidir sua dupla de pilotos e parece que a conversa que ele teve com a direção da equipe tenha lhe deixado a situação mais clara – e ele um pouco mais confiante na sua chance de ficar.

5 comentários:

Ron Groo disse...

Você que viu ai de perto.
Tem alguma chance de ser um tipo de estratégia. Massa Mais pesado para ficar mais tempo na pista enquanto Kimi duela com o Hamilton?
Não vi o treino, não agüentei.
Mas lendo noticias soltas hoje pela manhã me veio isto a cabeça.
Tem alguma chance?

TW disse...

eu axo sim q o massa tem mais combustivel, porem não para ficar em quinto..
talvez umas duas ou no máximo 3 voltas a mais que os líderes...
so espero que raikkonen possa ultrapassar hamilton (acredito que esteja mais leve) e que massa repita a largada da hungria. tem chances sim, mas vai ser dificil... brasileiro não desiste nunca! vamos felipe!

TW disse...

confiram meu blo...


www.motorizzados.blogspot.com

Anônimo disse...

Acho que Massa perdeu o título há duas semanas em Cingapura!

Ajzas disse...

Não me conformo, Massa estava ótimo no Q2, fez o melhor tempo e parecia ter cartas na manga para melhorar mais ainda. Mas no Q3, depois de ser superado por pouco pelo Raikkonen, parou nos ultimos momentos e colocou pneus duros caindo para 5°. Aí veio o Hamilton e deu o golpe de misericórdia com a pole definitiva. De quem terá sido a decisão de trocar os pneus para composto mais duro? Agora vai ser phoda, mas nada é impossível na F1 e tomara que o Massa tenha cabeça fria.