quarta-feira, 8 de outubro de 2008

FOTO DO DIA – GP DO CANADÁ DE 2008

A notícia me foi dada por um colega espanhol no trem que liga o aeroporto de Narita ao centro de Tóquio. A FIA reformulou o calendário do ano que vem e o Canadá ficou de fora. Até tentei pensar pelo lado prático: uma viagem longa a menos, e justo a que os horários de fechamento são os mais apertados. Fora isso, abriu-se uma longa janela para as férias de verão, uma pausa importante para o ritmo em que vivemos.


Mas não tem jeito, o que fica é a dor por não ter mais a melhor cobertura da temporada (tecnicamente empatada ao lado de Melbourne). E justo quando eu tinha decidido voar mais cedo para Montreal no ano que vem para fazer matérias especiais em Berthieville, cidade-natal de Gilles Villeneuve. Resta torcer para que seja uma ausência apenas temporária. E lamentar a não ocorrência de uma das corridas mais tradicionais da F-1 (que visita o Canadá desde 1967 e Montreal, desde 1978). Se era para abrir espaço no calendário, porque não sacrificar a detestável Magny-Cours?


É uma perda irreparável. O fato é que a temporada do ano que vem vai ser bem mais pobre sem o clima festivo do povo de Québec.

3 comentários:

KlauSS disse...

Mas é exatamente o que pensei tb.

Numa F-1 um em que os dirigentes tem a demagógica preocupação de criar, mesmo que artificialmente, mais ultrapassagens, pq cortam JUSTO Montreal?

E as chatíssimas Montmeló, Magny Cours e Hungaroring, pq continuam?

Santa mancada, Batman!

L-A. Pandini disse...

Nossa ida ao museu dançou.
Ê Fórmula 1 de merda essa que temos. Regulamentos, pistas, dirigentes, tudo.

Caio Lucci disse...

tiraram a pista que nos proporcionou as melhores corridas dos ultimos anos...... parabens as antas que fizeram isso....