segunda-feira, 6 de outubro de 2008

FOTO DO DIA – GP DO JAPÃO DE 1977

O sueco Gunnar Nilsson se despediu da equipe Lotus com uma pintura diferente em seu carro, de uma marca de cigarros popular no mercado japonês. Ninguém sabia na época, mas era também sua despedida das pistas, encerraada com um problema no câmbio a dez voltas do final. Nilsson estava de contrato assinado com a equipe Arrows para o ano seguinte, mas o câncer da próstata estava em estágio avançado e ele não voltou a pilotar mais antes de falecer em 20 de outubro de 1978, pouco mais de um mês depois da morte de seu grande amigo e compatriota Ronnie Peterson.

5 comentários:

@lemao disse...

Curioso essa Lotus de vermelho, outra coisa interessante na foto é que no capacete do Nilsson tem outra marca de cigarro (JPS).

Ajzas disse...

A F1 teve muitos gênios, mas Colin Chapman era especial, ele bolava soluções inovadoras e surpreendentes, que eram logo imitadas por todos. Há uma lista enorme de tecnologias criadas por Chapman e que podem ser reconhecidas nos carros de hoje. Além de tudo, as Lotus eram muito bonitas e a presença delas sempre foi uma grande ameaça no grid. Elas fazem falta.

Anônimo disse...

Saudade do tempo em que os carros de F1 eram bonitos. E era um diferente do outro. Se esta foto fosse atual, dificilmente se identificaria a marca do carro.
Luiz Eduardo

fabio disse...

não sabia q a lotus com essa cor era da equipe oficial(só p/ o GP japonês), sempre achei q fosse de uma das inúmeras equipes privadas q compravam carros de equipes como a lotus, mclaren, tyrrell, brabham, march...bons tempos!!

Lucas Carioli disse...

Colin Chapman gostava de Suécos... pegou Reine Wisell em '71, Ronnie em '73 e Nilsson em "76.

E o ano de 1978 foi realmente trágico para a Suécia. Foi como como se o Brasil perdesse Piquet e Senna e pouco mais de 20 dias.

Já ouvi falar que quem estava com um pré-contráto com a Lotus para 1978 era...Tom Pryce! Sabe de algo a respeito Ico?