segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

VOLTA ÀS RAÍZES

A Fórmula 1 se prepara nesta temporada para conhecer mais um lugar exótico, numa pista que vai esbanjar opulência. O Yas Marina Circuit (clique na imagem para ampliar) promete estabelecer um novo padrão de qualidade e pode até trazer algumas soluções curiosas, como uma saída do pitlane que inclua uma passagem subterrânea (pelo menos, é o que estava na maquete apresentada à imprensa no último GP da China).


Mas os fãs e também as equipes da Fórmula 1 mostram descontentamento com os destinos atuais da categoria. A seleção natural dos contratos canibais de Bernie Ecclestone está extinguindo uma série de eventos que garantiam tradição ao esporte, atendendo a um público realmente apaixonado e entendido. Um movimento para reverter isso e resgatar algumas provas tradicionais ganha cada vez mais força.


A enquete dos próximos dias vai querer justamente medir quais. Destes países (os circuitos, você pode levar em conta ou não na hora de votar, use a imaginação), qual você mais gostaria de ver novamente no calendário da Fórmula 1? Vote e use os comentários para embasar sua opinião!

23 comentários:

Lucas Carioli disse...

A F1 perdeu tanta coisa da sua tradição nessa década que me perco em meio a tantas coisas legais.

Mas em termo de circuitos, o que mais rapidamente vem à minha mente é Hockenheim como era. Eu queria MUITO que o circuito antigo voltasse. Aquelas retas no meio da floresta eram especiais, não sei ao certo porque. Mas sentia uma estranha felicidade ao ver os carros rasgarem elas a 350Km/h deixando um eco com seus roncos maravilhosos.

bruno mantovani disse...

Queria ver Estoril de novo. Mas esse novo autodromo de Portmao é lindo também.
A1 Ring na Austria tbm faz falta, mas acabaram com a pista....falando nisso Ico, como está a pista hj? Não estavam reformando?

Anselmo Coyote disse...

Poxa, Ico. Olha só, rapaz. Mais um circuito travado para nos entediar assistindo duas horas de fila indiana. Prefiro dois GPs em Mõnaco, onde pelo menos o charme é garantido, à essa opulência brega.

Felipe Souza disse...

Eu gostaria que todas as corridas que estão na enquete voltassem para o calendário da F1.

Lvcivs disse...

Querer, eu queria Nordschleife, será que pode? :P

A1-Ring é simples, mas fantástico.
Mas Hockenheim antigo faz MUITA falta.

Podiam fazer uma corrida no traçado novo e no final de semana seguinte no velho.

L-A. Pandini disse...

Infelizmente, os circuitos que gosto morreram de overdose de ganância: Interlagos antigo, Kyalami antigo, Jacarepaguá antigo, Hockenheim antigo, Zeltweg antigo, Zandvoort antigo. Nurburgring, Paul Ricard, Brands Hatch e Buenos Aires originais estão lá e em atividade. Não custa sonhar... Imola também poderia voltar, mesmo na nova configuração.

Das atuais, eu dispensaria sem choro nem vela Barcelona, Fuji, Sepang, Shangai e Bahrein. Com a entrada das citadas acima, Istambul também não faria falta - então, corta ela!

Trocaria Melbourne por Surfers Paradise ou Philip Island e incluiria Haamelinna (Finlândia), Elkhart Lake (EUA) e Algarve, um autódromo novo mas que parece ter traçado muito interessante. (LAP)

Victor Serrão disse...

Gostaria de ver a F1 voltar a correr em Paul Ricard, em Zandvoort, em Portugal - não necessariamente no Estoril, porque Portimão está de parabéns, no velho Hockenheim, que é a pista que realmente mais faz falta.
Gostaria também de ver o GP dos EUA disputado em Laguna Seca. Não sei se isso já aconteceu antes. Outro que poderia entrar no calendário seria Brno, uma pista seletiva e técnica.

Ron Groo disse...

Infelizmente é assim. Para buscar novos publicos e por consequencia mais dinheiro foi se deixando para trás a tradição.
Eu votei no GP do México, mas se perguntarem diretamente eu diria que gostaria de ver o Velho Nuburgring de volta, o Nordschleif.
Li uma vez no GPtotal que os carros de f1 tem tanta aderencia aerodinamica - ou tinham - que eram capazes de andar no teto de uma casa.
`Pois bem, somando isto ao fato de agora os carros serem muito mais seguro, mas muito mais mesmo, eu gostaria de ve-los desafiando o velho Norburgring.
Mas vou ficar no sonho. E rezando para que esta ideia de correr em Roma não nos cause a perda da corrida em Monza. Que eu tanto amo.

Speeder_76 disse...

Como o Pandini disse, os circuito antigos morreram por ganância dos promotores, "em nome da segurança" (válido, mas não precisam de exagerar). O antigo Hockenheim é o exemplo mais flagrante.


Acho que se devia regressar às Américas, com um mini-campeonato de três provas, e isso incluiria o Autódromo Hermanos Rodriguez, mas ouvi dizer que tem um estádio de basebol no meio, logo...


Sei que muitos de vocês gostariam de ver Portugal de volta, mas... quem tem 15 milhões de euros para gastar por ano?


O Nordschleiffe com os carros modernos não seria mau, nem que fosse por uma vez, gostaria de ver esses caros a circularem a alta velocidade, ou no anel externo de Monza, só para o gozo... LOL!

Ulisses disse...

Canada.
óbvio

Smirkoff disse...

Kyalami ficou bem ruinzinho depois da reforma, mas Zandvoort até que continua interessante, pelo que vi no DTM. O Hermanos Rodriguez também está esquisito depois de reformado.

Por mim, o GP da Grã-Bretanha voltaria para Brands Hatch, que ainda é espetacular, o dos EUA iria para Elkhart Lake (Watkins Glen está IGUAL ao que era, mas é estreito e perigoso demais pra qualquer carro atual) ou para Long Beach, uma pista de rua de ALTA velocidade. O GP da França deveria ser mesmo em Paul Ricard, e é claro que Montreal tem que voltar ao calendário.

Portugal vai acabar retornando graças à nova pista do Algarve, e estou com o Pandini que o GP da Austrália deveria ser em Surfers Paradise.

Quanto ao velho Hockenheim, já não existe mais. Os pinheiros já estão crescendo onde era a pista antiga.

Tho disse...

Gosto da maioria das pistas selecionadas, então meu voto foi mais pelo egoísmo: Argentina.

Assim, dá pra fazer um esforcinho a mais e vermos 2 GPs por ano.

Bruno disse...

agora, acima de tudo, porque diabos insistem naquela pista chata da hungria? os caras tiram as pistas legais, colocam umas pistas chatas novas, e justamente as pistas velhas e chatas, essas ficam.

Aun disse...

1º Brazil, José Carlos Pace ( traçado antigo) Isso pode ser possível com boa vontade

2º Argentina, para ter mais de uma prova na América do Sul

3º Hockenheim ( traçado antigo) por que sim.

Alexandre Ribeiro disse...

Caro ICO:

Gostaria de ter de volta o recém extinto Gilles Villeneuve no Canadá, Paul Ricard na França, Brands Hatch na Inglaterra (que merece ter muito mais do que a Espanha dois GPS por ano), Kyalami na África do Sul e o circuito da Argentina (não me lembro do nome).

André Casaroli disse...

Ico, pra ser sincero, queria que todos os países citados na enquete, sem nenhuma excecão, voltassem para o calendário da F-1.

Mas já que só é possível optar por uma única nação, escolhi a África do Sul. Podem me chamar de exótico, mas eu sempre quis que a categoria passasse por todos os continentes. E acho que isto seria uma boa alternativa: levar a F-1 para países relativamente conhecidos do automobilismo, com certa tradição no esporte. Como não é o caso de Malásia, Bahrein, Cingapura e afins.

Para ser honesto, não sei a quantas andam o autódromo de Kyalami, mas uma boa alternativa seria realizar corridas de rua, como foi o caso da cidade litorânea de Durban na A1 Grand Prix. Se o traçado não era dos mais largos, pelo menos rendia boas emoções.

E para finalizar (ufa!), vou pegar a deixa do Pandini e listar os circuitos 'dispensáveis', na minha opinião, do atual calendário: Sepang, Sakhir, Barcelona, Budapeste, Valência, Cingapura, e provavelmente, Yas Marina.

PS: Não sei se os amigos já visitaram este site, mas é o mais completo que já vi sobre circuitos automobilísticos. Dá pra brincar bastante: http://www.gdecarli.it/php/index.php?var1=1&var2=2

Rianov Albinov disse...

Grande ICO,

Circuit Gilles Villeneuve e Autodromo Enzo e Dino Ferrari são excelentes opções para voltar ao calendário.

Circuit de Catalunya poderia ter saido a muito tempo.

Queria um GP nos EUA também. Um circuito de rua como Detroit ou Phoenix não seria má idéia.

Abraços

André Casaroli disse...

Aliás, autódromo bom nos EUA é o que não falta - e não me refiro aos ovais.

Meu sonho era ver Laguna Seca na F-1. Se não estou enganado, ela quase entrou no calendário no final dos anos 80.

Ico, eu sei que o assunto não tem nada a ver com o tema do post, mas você tem idéia de quando sai o AutoMotor Esporte? Consegui juntar umas economias neste ano e tô doido pra comprá-lo. Abraço!

KlauSS disse...

Nossa Ico, estou em dúvida entre 3 dos GP's que deviam voltar:

Áustria, Canada e Portugal. Vou esperar um pouquinho pra me decidir a votar... he he he...

Felipe disse...

1º Portugal (Poderia ser tanto em Estoril quanto na nova pista de teste de Algrave)

2º Argentina

3º França (Paul Ricard)

Victor Silva disse...

Sinceramente, o que me dá mais medo é que com essa mudanças, o circo deixe de se apresentar aqui em interlagos... mas gostava muito dos GP dos EUA... principalmente do trecho em que pegava parte do oval,o que deve ser ainda mais emocionante com as mudanças nos carros... Mesmo achando que os americanos no mereçam tal oportunidade.

Werner disse...

Grande Ico,

Dos circuitos que poderiam fazer parte da F1 que já participaram, poderia voltar o antigo Hockenheim e Paul Ricard, e em circuitos nunca visitados, o circuito de Misano, que foi reformado para a MotoGP, Phillip Island, Elkart Lake, Brno e Sachsenring .

Abraço

Anônimo disse...

Cara-pálidas, voto no Trampolim do Diabo, zona sul do Rio entre Leblom/Vidigal. Quem ñ sabe, já fez parte do calendário da F1 na década 50. Misturando c carnaval, arrastão, putas da Vieira Souto (Mosley adora) saberíamos quem tem mais braço, lá é phoda.
Saudações belgo-monarquistas, carlo paolucci