domingo, 17 de maio de 2009

DÚVIDAS, DÚVIDAS...

Muito já foi dito sobre o trabalho da Brawn GP na estratégia de seus pilotos em Barcelona. Como muitos de vocês, eu também acho que não houve nenhuma manobra para prejudicar Rubens Barrichello. Mas também não entendi muito o momento da sua segunda e da terceira parada, pelas minhas contas, daria para completar algumas voltas a mais com o combustível que aparentemente o carro tinha. Para mim, o único ponto discutível em toda a história.

Nessa ótima entrevista dada hoje aos colegas Fred Sabino, Paulo Roberto Conde e Rafael Valesi do Lancenet, o brasileiro se abre como de costume. E deixa transparecer que ficou sem entender isso também, embora mantenha a mesma tranqüilidade que mostrou conosco no final do último domingo em relação ao campeonato. Concordando ao não com seu ponto de vista, vale a pena ler todo o material, porque ficou muito bom!

4 comentários:

Marcelonso disse...

Salve Ico,

Penso que Barrichello perdeu a corrida quando não conseguiu ter uma boa sequencia de voltas muito proximas nos tempos,suas voltas oscilaram demais,e afinal de contas Schumacher já venceu corrida(França) parando 4 vezes não foi?Qual seu segredo?Consistemente rápido.



abraço

Menezes disse...

Até quando?

Pelo menos, as entrevistas são boas. Mas ok, sabemos que quase aos 20 anos de f1, não é agora que o Rubens saberá cativar o torcedor médio brasileiro.

ridson disse...

ico, aproveito aqui o espaço p/ divulgar meu blog recém-criado, que tratará de temas de História, e historiografia, bem como de algumas opiniões e análises sobre f1. Como pode ser visto, sou estudante de História,e minhas opiniões sobre f1 não serão especializadas, mas espero que vc possa dar uma conferida, sugerir algo. Seu blog ja está nos favoritos do meu.
obs: ainda tá nascendo o blog, então muitas das idéias iniciais terão modificações.
abraços.

ridson disse...

aqui está o link do blog, que eu me esqueci de colocar...
http://historiasevelocidade.blogspot.com/