quinta-feira, 4 de junho de 2009

O HOMEM QUE ASSOMBRA MAX

É até curioso que haja uma semelhança física entre eles. Para quem não o (re-)conhece, o engravatado da foto é o finlandês Ari Vatanen, bem-sucedido piloto de rali (dez vitórias entre 1980 e 1985, incluindo uma no rali do Brasil de 1981) e também um bem-sucedido político, tendo sido eleito duas vezes para o parlamento europeu em Bruxelas, uma pela sua Finlândia natal e outra pela França, onde vive há mais de 15 anos.


Apesar de concorrer neste domingo para um novo mandato, Vatanen também tem ambições políticas em outra área. Para os líderes da FOTA, ele é o homem ideal para substituir Max Mosley à frente da FIA. Em Mônaco esteve presente no motorhome de algumas delas e, em conversas extra-oficiais, a possibilidade de colocá-lo na eleição da entidade em outubro é grande, foi o que eu apurei aqui.


O problema? Desarmar o mecanismo eleitoral que coloca Mosley como um candidato quase imbatível, em que cada Federação possui o mesmo peso. A base de apoio do inglês em países pequenos é aparentemente inabalável.


Nos bastidores, longe do foco óbvio das notícias, o cabo-de-guerra continua. E acho que o atual presidente da FIA ainda vai aprontar alguma. Vai saber; até mesmo no dia 12, quando os inscritos para o Mundial do ano que vem serão oficializados.

9 comentários:

Speeder_76 disse...

Vatanen? Nada mau. Tem experiência politica e tudo o mais. Mas claro... numa eleição como esta, onde ele praticamente tem todas as cartas na mão, era algo muito complicado. Ainda por cima, quando se sabe que Mosley está apostado em esticar a corda até ao máximo.

Zani (AutoZani) disse...

Tomara que o Max fique assombrado mesmo! O excesso de poder deixou os miolos desse Inglês meio moles e ele já está prá lá de exorbitante.

Lucas disse...

O esporte e suas ditaduras...

Smirkoff disse...

Lembro-me de quando o Balestre foi derrotado, em 91. Houve uma sensação geral de alívio. Quem diria que ele teria um sucessor ainda mais autoritário? Se o Vatanen chegar lá, espero que não se deixe levar pelo poder. Como piloto, foi um sujeito admirável.

Mas vai ser difícil tirar o Mosley. Depois que ele ganhou o processo contra o jornal sensacionalista, acho que um senso de onipotência o dominou de vez, e dominação é um jogo que Max conhece bem...

Eduardo Malheiros disse...

Quanto ao lado do bem sucedido piloto de rali esse video é bem difundido, mas pra quem nunca viu, fica aí a dica. Além de bem produzido é um show de pilotagem.

http://www.youtube.com/watch?v=TKgeCQGu_ug

Hugo Becker disse...

Se ele liberar pelo menos 16 equipes em 2010, eu sou a favor da reeleição dele! rs

Marcos Antônio Filho disse...

Ótimo nome o Vatanen,além de ser um pilotaço,tem toda a experiência politica já citada,mas Mosley sósai se quiser,infelizmente.Realmente presidente de federações esportivas(principalmente as brasileiras) gostam de uma ditadurazinha,max então adora!

Herik disse...

Quem sabe ele não salve também o WRC?

Paulo Cunha disse...

Oi Ico,
Pergunta de neofito (aquele que não entende nada e pergunta o óbvio), como é que é a eleição? Federações nacionais? Por categoria e por país? Separados e com pesos iguais? Distintos? Qual o peso da Formula 1 na FIA? Tem uma série de linhas pra puxar ai. Se você souber por onde eu começo a ler, eu agradeço a dica!