quarta-feira, 22 de julho de 2009

A HORA DA VERDADE EM BUDAPESTE

É até estranho afirmar isto depois de duas dobradinhas seguidas dos pilotos da Red Bull, mas vejo a equipe Brawn como favorita à vitória no GP da Hungria deste domingo. Não só pela questão das altas temperaturas – e, acreditem, a prova em Mogyoród costuma ser um verdadeiro caldeirão. Mas principalmente pelas características do circuito. Hungaroring é uma espécie de Mônaco sem guard-rails, travado, apertado e sem pontos de ultrapassagens. Isto anula a vantagem dos carros azuis nas curvas de alta – lá não têm curvas desse tipo. E premia um carro mecanicamente muito equilibrado, caso do BGP 001.

Mas é inegável o salto de performance do carro da Red Bull desde que estrou, na Inglaterra, uma revisão completa da aerodinâmica de seu carro. O novo bico, mais alto e largo, otimizou o fluxo de ar rumo ao difusor de dois andares. Na Hungria, teremos finalmente a noção exata do efeito disso no desgaste dos pneus no asfalto quente do verão europeu.

Outro detalhe importante: a partir desta corrida entra em vigor a nova filosofia de alocação de pneus da Bridgestone, usando compostos subseqüentes – em Budapeste serão o super macio e o macio. Uma mudança que certamente vai jogar a favor de um lado ou de outro. Resta saber qual.

Na corrida normalmente modorrenta de Hungaroring também será importante observar o desempenho das poderosas Ferrari e McLaren. Vale lembrar que as duas andaram bem em Mônaco, uma prova que seus modelos desfrutam de boa aderência mecânica. Podem andar bem aqui e ganharem mais incentivos para continuar desenvolvendo seus modelos deste ano. Ou aproveitar a pausa longa que se segue para definir se começam a pensar só em 2010. Lembrando que o terceiro lugar entre os construtores é muito mais importante do que se pode pensar, principalmente na parte financeira. E Toyota, Ferrari, Williams, McLaren e até mesmo a Renault sonham em poder chegar lá.

8 comentários:

LeandroSpectreman disse...

Só lamentamos o fato de que, via de regra, o sábado será mais importante que o domingo (salvo em caso de chuva) para a definição das coisas.

Anônimo disse...

Esse é um daqueles circuito que só tá no calendário porque o Bernie enche o bolso de grana?

Ron Groo disse...

Podemos dizer que aqui começa a decisão do campeonato ou é muito precoce?

De qualquer forma estou torcendo para os carros de boi vermelhos darem o maximo de calor nos brancos.

Só pra gente dar risada hehehe.

ebiscaia disse...

Para a Hungria, só torço por uma coisa: chuva.

Jonny'O disse...

Mas na Hungria sempre tem alguma surpresa ,mesmo que tenha sido neste GP que Button venceu pela primeira vez em 2006 em uma prova maluca ,o ingles nunca foi muito bem na classificação no travado circuito quase sempre perdeu para seus companheiros nos treinos ,o Rubens pra variar sempre foi irregular não dá pra prever .

Nos ultimos quatro anos teve três vitorias da Mclaren ,que era uma continuação do projeto de Newey .

Sei não ,acho que na Hungria vai ter zebra!

Anônimo disse...

Dá Hamilton de ponta-a-ponta.
Anotem.

Marcos Antônio Filho disse...

A williams ganha nessa, circuito travado é com o FW31! Go Williams go!

marconi disse...

Eu colocaria a Ferrari e McLaren na disputa.