domingo, 18 de outubro de 2009

JUNTOS?

é mais que um rumor, mas ainda muito longe de uma confirmação. Adrian Campos disse ontem na Espanha que considera três pilotos para sua equipe em 2010: Pedro de la Rosa, Bruno Senna e Nelsinho Piquet. A notícia do “As” que confirmou os dois primeiros na equipe foi um pouco precipitada. Pelo que apurei aqui, nãonada certo em relação à isso. E Bernie Ecclestone trabalha para realizar este seu sonho” de uma dupla Senna/Piquet – vale lembrar que Bruno e Nelsinho se dão bem. A Campos estaria atraindo patrocinadores brasileiros, que também adorariam esta idéia.


Agorapouco, entrevistei Peter Windsor, chefe de equipe da USF1, e perguntei sobre o lado moral de se trabalhar com Nelsinho. “Por causa de Cingapura? Por mim, não teria nenhum problema”, disse ele, ilustrando um pouco a linha de pensamento do pessoal das equipes novas.


Repito: o que há de verdade até agora é apenas a declaração de interesse de Adrian Campos. Mas uma eventual dupla de pilotos como essa seria uma notícia bombástica para a Fórmula 1. O que vocês acham?

47 comentários:

Carlos Garcia disse...

É... o pessoal das novas equipes definitivamente está de olho em Nelsinho. O esforço para limpar sua imagem pode trazer dinheiro para quem quiser o rapaz no time.

E como, com o fim do teto orçamentário, o pessoal tá sem grana... acho que vai rolar mesmo!!!

Joan Amato disse...

Marketing, arrecadação de fundos...
Incrível como a F1 tá começando a me lembrar o Senado brasileiro. Vale de um tudo pra ficar bem na fita.

Edgard Pinto Júnior disse...

www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

Eu, nos meus pitacos, acho a ideia sensacional. Os dois teriam a possibilidade de demonstrar todo seu potencial e, inclusive, colocar um ponto final nessa ridicula rivalidade criada na geração passada. Torço bastante para que aconteça e penso que pode dar certo, sim.

Spectreman disse...

Quero só ver como vai se comportar a "imprensa" brasileira e os torcedores fanáticos...se acontecer mesmo, meu caro Ico, teremos que redefinir a palavra Bombástica!

Jayme Freitas disse...

Além de redefinir a palavra bombástica, eu entendo que também teríamos que redefinir a palavra ética.
E eu acho que a Campos enfrentaria uma enorme barreira para conseguir patrocínio no Brasil, porque entendo que empresas sérias não gostariam de ter seu bom nome associado com um trapaceiro.

luiz carlos disse...

Vige, vair ter muita discussão entre os Sennistas (eu) e os Piquetitstas!!

Agora, parem com essa besteira de moral e ética que ninguém é santo (muito menos na F1) nem dono da verdade. No lugar e nas condições do Nelson muito santinho aqui faria mesma coisa.

Se aqui fosse lugar para discussões morais eu poderia escrever um monte sobre "reprovabilidade da conduta" (que leva em conta a consciência do infrator) e "lesividade do resultado" (que considera o dano causado no mundo de fato).

Mas, enfim, tomara que vingue essa dupla e Nelson possa se remediar de um erro em sua vida, mesmo contra a vontade dos puritanos xiitas que jamais erraram, perfeitos que são, à semelhança de Deus.

Fleetmaster disse...

SE fosse o ano passado eu diria que uma dupla Piquet/Senna seria extremamente comercial.
Porém depois do que aconteceu este ano acho que apenas Bruno Senna traria este marketing positivo.
Agora sem dúvida que Nelson Piquet ( pai) está correndo atrás de patrocinios para tentar limpar a lambança.

Jayme Freitas disse...

Luiz Carlos, há uma enorme diferença entre o erro e a potencial consciência da ilicitude.
Pense nisso!

Aderson disse...

Eu prefiro que seja só boato.
Pode parecer algo muito bom uma dupla Senna/Piquet mas pode acabar sendo uma situação ruim entre eles.
Minha opinião é que será melhor cada um numa equipe diferente.

Eduardo Gaensly disse...

Seria um ótimo marketing, mas, pro Senna, estrear em uma equipe completamente nova, pode ser péssimo pra carreira. O Nelsinho, qualquer lugar que conseguir correr tá ótimo.

Se eu fosse o dono da equipe, pegava o De la Rosa, pela experiência, e o Bruno Senna, pelo nome.

luiz carlos disse...

Jayme, pelo visto você sabe do que estou falando. Mas não podemos discutir isso aqui, senão vai ficar alheio ao tema do blog e o Ico vai deletar a gente! rsrsrs. Porém, me referi à culpabilidade como circunstância para fixação da pena, e não à culpabilidade como elemento do crime (para quem admite a teoria tripartide). Se quiser, pode me escrever (lc_2503@yahoo.com.br).

Será um prazer. Um abraço!

Alexandre disse...

Seria ótimo. E as empresas brasileiras iriam patrocinar a equipe sim, acho, por se tratar de dois pilotos brasileiros, independente do que aconteceu em Cingapura/2008, até porque isso não teve tanta repercussão entre o grande público, que não é aficcionado por Automobilismo.

Marcelle Costa disse...

hum.... acho q isso não vai acontecer não. To com a sensação de que um piloto espanhol na equipe campos é conditio sine qua non. Torço mais pro Senna, pra ele ter a oportunidade de mostrar se tem a capacidade mesmo, Nelson já teve a dele.

valter disse...

Acho ótimo marketing para a F1 no Brasil. Dois sobrenomes de peso na história da F1 e quanto ao Nelsinho, o bom povo brasileiro já perdoou.

Cassio disse...

Ainda não me acostumei ao fato de que o lado ético/esportivo conta muito pouco no mundo atual. Volta Briatore e sejam felizes ...

Herik disse...

A que ponto chegamos: Senna e Piquet juntos, numa equipe pequena e como pilotos pagantes. Fim dos tempos...

E haja saco para aguentar as chatíssimas brigas entre as viúvas e torcedores do Piquet.

foca disse...

ducarajo!!

Rosa disse...

Qdo leio esses comentários em que os defensores de Piquet-filho se escoram nos argumentos de que no mundo não há santo, que moral e ética são besteiras...impossível não lembrar da frase de Rui Barbosa:

"de tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto..."

Quem não apoia Piquet-filho deveria se envergonhar por condenar a desonestidade? Por não torcer por quem jogou sujo?

Eu não me envergonho. Piquet-filho teve sua chance, não a aproveitou. Se ele fosse um esportista, seria justo dar-lhe uma segunda chance. Mas isso ele não o é.

Que Bruno Senna seja bem-vindo ao circo da F1 [saco vai ser aguentar a babação da Globo, aff...]

Rosa de Almeida

Luiz G disse...

Acho que seria legal, claro, mas a equipe ficaria sem credibilidade. Parece "armação" de uma equipe que quer dinheiro e não acredita no próprio potencial.

Se eu fosse o dono da equipe, chamaria o Pedro de La Rosa por sua experiência e contato com a McLaren.

FranciscoCarlos disse...

Pelos sobrenomes vai ser muito boa. Pelo lado financeiro, também. Só resta aos dois duelarem na pista e confirmarem que são bons pilotos. Bruno já mostrou ter bastante personalidade, isso pode fazer a diferença.

Anônimo disse...

ora bolas, se o dirigente (veterano jornalista) da futura equipe norte-americana, que está lá dentro do ambiente, não liga para a atitude de Nelson Jr, é porquê há um monte de gente ali que teria sido capaz de cometer o mesmo tipo de erro.

é muita ingenuidade querer transparência e ética num ambiente como aquele; é algo, meio podre talvez, mas que está lá desde sempre, ou quase, eu penso.

vou torcer sim para que essa dupla seja titular, pois na certa os dois vão crescer durante o ano, seria muito interessante do ponto de vista da performance.

afinal ainda são sobre isso as corridas de F1, e só isso que, em princípio, interessa aos espectadores, né não?
(e,sem esquecer que, o que Briatore mais fez foi atravancar a performance do Nelson Angelo Piquet)

Neanderthal

Caíque Pereira. disse...

Acho a Idéia legal e torço para que aconteça. Aos (falsos moralistas) que falam que o Nelson teve a chance dele, gostaria de saber qual chance? O Grosjean estava na liderança da GP2 quando foi sacado de lá...então por este raciocínio torto, poderemos dizer que o cara é uma bomba de piloto...menos né...e o Kobayashi, que nunca fez nada na GP2, pela corrida de hoje (ótima) pode então ser considerado fenômeno...

luiz carlos disse...

Rosa, não estou dizendo que ele não agiu errado. O que estou criticando é a pena, não o crime.

Para mim Nelson não merece ser banido da F1 (principalmente dela) para sempre, porque o "crime" não é digno de tal.

O que eu definitivamente não concordo é com o exagero da pena que muitos querem aplicar a Piquet.

Se fosse seu filho (se você tiver um), você concordaria que ele não deveria jamais ter uma segunda chance?

E não me venha com a conversa de que "se fosse meu filho isso não aconteceria", porque só Deus pode saber e controlar a tudo e a todos.

Morais disse...

Concordo que é tudo um falso moralismo.
Schumacher venceu um título com carro irregular e jogando o carro (ou seja batendo de propósito) em cima do 2º colocado qndo ia abandonar, repetiu a estratégia anos depois... e ngn deixou-o de patrocinar

Sinceramente, o Schumi foi mto pior... pois foi a decisão de um campeonato q já tava todo melado pelas falcatruas do Briatore...

P/ Alonso ñ falta patrocinador...
Queriam oq? Q o Nelson fosse punido por contar a verdade? Se isso acontecesse nunca mais ngn denunciava nada na F1

Taí o Hamilton e suas mentiras; e o Alonso e o 2º caso de falcatrua na carreira.. E aí, alguém viu falta de patrocínios? Alguém pediu a deserção desses?

Falsos moralistas

Fernando Mayer disse...

Eu penso como a Rosa. E aliás eu concordo também com uma declaração do Odney Edson que disse que mais do que qualquer outra coisa o NP talvez não voltaria pra Fórmula-1 pela falta de capacidade técnica mesmo e vamos combinar que o carinha é um prego mesmo. Vamos deixar de tapar o sol com a peneira e assumir de uma vez por todas que assim como o Grosjean ou o Nakajima, o Nelsinho tá lá por alguma influência maior seja ela pelo nome ou cargo em um banco ou seja lá o que for. Se dependermos dele pra tirarmos o Brasil da fila de títulos mundiais estamos perdidos.

Abç

Caíque Pereira. disse...

Luis Carlos,

Concordo contigo e digo que se o nome do Nelson Angelo fosse N. Angelo Correia, ou Pereira, ou o que viesse a ser, menos Piquet, ninguém estaria colocando uma faca, já enterrada, no peito do moleque.
Ninguém fala do Giba, MACONHEIRO do Volley...o cara foi pego com dopping...mas é o GIBA né?

Ninguém mais se lembra da Maureen Maggi dopadona né?...se lembram dela campeã olímpica...

O N. Angelo não. Teve todas as chances..rsrsrsrs..seria melhor ele ser como o Mark Webber, que depois de 7 anos e de não ter vencido NADA na vida de piloto e ser sempre derrotado pelo companheiro de equipe depois que a Jaguar acabou, agora se ouve que é muito bom...

Dois pesos e duas medidas. Achar que o rapaz é fraco enquanto piloto, tudo bem e é uma opinião a que todos temos direito, mas não permitir um nova chance, aí não, pois configura apenas implicancia com o sobrenome.

Antonio Carlos disse...

Bom, tive a disposição para ler todos os comentários aqui e posso dizer o seguinte -

- Senna x Prost - uma das cenas mais bizarras da categoria de todos os tempos, dois campeonatos decididos em acidentes, sendo que um foi deliberadamente proposital (e não foi o do Prost).

- Giba do volei - maconha

- Maureen Magi - dopping

- Ronaldo - travestis

- Schumacher - carro irregular, caçar Hill para jogar o carro em cima, tentar jogar Villeneuve para fora

- Alonso, Hamilton e McLaren - todo mundo conhece essa

- McLaren x Ferrari - espionagem

- Barrichello x Schumacher - "Ô abre alas, que eu quero passar..."

- Massa x Raikonen - idem

- Cacá Bueno Stock Car - é tanta coisa que não dá nem para relacionar

- Piquet x Mansell - Head mandou tirar a suspensão ativa dos carros da Williams porque Piquet se dava bem com ela.

É, relembrando tudo isso, realmente dá para chegar na conclusão que só o Piquet deve ser banido do esporte. O dele foi o pior realmente...

Nossa, quanto um sobrenome faz diferença na hora de um julgamento...

Antonio Carlos disse...

Quanto à dupla Senna e Piquet, espero que dê certo. Nenhum dos dois foi infectado por esse vírus da idiotia global lavagem cerebral Senna Herói x Piquet Vilão.

Comercialmente é muito bom, tecnicamente também. Para quem acha Piquet um piloto ruim, basta esperar até março de 2.010 e verão o que vai acontecer com Massa na Ferrari com a chegada do Alonso. Aliás, ele já começou a espernear.

E para fechar - ética? O que é isso? Ecclestone, Mosley, Dennis, Brawn, Fry, Alonso, Hamilton, Head, Briatore, Piquet, Senna, Bell, Simons, Balestre, Prost, Schumacher, Villeneuve. Ética? Essa palavra não existe no dicionário deles.

Lá eles só conhecem essas palavras - interesse, retorno, dinheiro, resultado. Ética é para as aulas de teologia e de filosofia. Onde existe a palavra poder, não existe a palavra ética. Ainda mais se esse poder é exercido à custa de alguns bilhões de dólares.

Piquet nada mais fez do que atender a interesses comerciais de duas pessoas - Mosley e Ecclestone que queriam ver Briatore pelas costas. No seu pacote "ferra Briatore" estava imunidade e, obviamente, um assento para 2.010.

Por isso Bernie está trabalhando muito para emplacar a dupla Senna e Piquet. Não é só por simpatia à idéia não. Foi acordo mesmo. Embora Bruno ainda tenha a possibilidade de emplacar uma Force India se Sutil for mesmo para a McLaren, já que seu nome foi aprovado por papa Hamilton.

Celso Vedovato - Salvador - Bahia disse...

Sou da opinião de que Nelsinho merece uma 2a chance. Acho que os dois dariam certo como companheiros de equipe.
Seria incrível para a F1 esses sobrenomes juntos.
Se eu fosse a Telefónica ou um concorrente do Santander (Ferrari), corria atrás da equipe para viabilizar tudo. Da mesma forma a Petrobrás.
Mas acho que Ecclestone está sonhando com isso e dando um jeito de viabilizar isso tudo.

Celso Vedovato - Salvador - Bahia disse...

Sou da opinião de que Nelsinho merece uma 2a chance. Acho que os dois dariam certo como companheiros de equipe.
Seria incrível para a F1 esses sobrenomes juntos.
Se eu fosse a Telefónica ou um concorrente do Santander (Ferrari), corria atrás da equipe para viabilizar tudo. Da mesma forma a Petrobrás.
Mas acho que Ecclestone está sonhando com isso e dando um jeito de viabilizar isso tudo.

Jayme Freitas disse...

Luiz Carlos, será realmente um prazer debater esse assunto com mais profundidade com você por email. Já o anotei aqui e, em breve, lhe envio minhas considerações.
Mas, diferentemente do seu ponto de vista, acho que dá pra tratar desse assunto aqui sem ser pedante.
Pois, vamos a ele: você está querendo amenizar a PUNIÇÃO do Nelson Ângelo, levando para o campo da dosagem da pena a apreciação da sua conduta. Só que eu não estou discutindo dosagem de pena, mas sim a análise da sua conduta como condição TIPIFICADORA. O que levo em consideração é o fato de que ele agiu com dolo específico, pois sabia o que estava fazendo e tinha absoluto comando dos seus atos. Se ele tivesse meramente errado, seu erro seria, ainda assim, punível por imperícia, negligência ou imprudência. Taí o cerne da questão, ele não agiu com imperícia, longe disso: porque bateu peritamente no único local do circuito que exigia a entrada do carro de segurança. Do mesmo modo, não agiu com negligência, nem tampouco com imprudência, justamente porque não foi surpreendido por nenhuma circunstância da qual não tinha conhecimento prévio, já que agiu com vontade (dolo) de provocar e obter o resultado.
Portanto, se tivéssemos tratando de uma conduta criminosa, o Nelson teria praticado um crime doloso e não culposo. Ok?

Caíque Pereira. disse...

Jayme,

Sua colocação está perfeita e se olhando apenas desse ponto, correta, mas como não é esse o ponto que norteia a pena, precisa-se levar em consideração o Instituto da Delação Premiada, que é muito discutível para ambos os lados, mas existe e é legal em termos do Direito que rege os estatutos da FIA.

Em tempo, não sou Advogado, mas entendo a colocação do L. Carlos como uma comparação com delitos MUITO maiores desde 1989, que não foram sequer analisados e punidos.

Jayme Freitas disse...

Caíque Pereira, esse instituto da Delação Premiada é outro nó górdio do mundo jurídico. Defendo-o e acho que sem ele inúmeros crimes ficariam sem punição alguma.
Uma das poucas críticas que faço a ele é exatamente por premiar, com o perdão da redundância, determinados tipos que são por demais escandalosos.
Essa caso do Nelson Ângelo é emblemático e um ótimo exemplo. Explico: é que ele saiu sem nenhuma punição por parte da FIA e isso não caiu nada bem no mundo da F1 - os pilotos não engoliram o comportamento do Nelson - e isso subrepticiamente redundará em uma perseguição moral ao ex-piloto da Renaut.
Em suma, ele saiu tecnicamente livre dessa, mas moralmente ele jamais será perdoado pelos seus pares. Digo jamais porque numa ou noutra discussão algum colega ainda jogará isso em sua imberbe cara.
Costumo dizer que Direito é bom senso e nesse caso faltou exatamente bom senso à FIA ao não punir o Nelson o mínimo que fosse. Com essa atitude acabaram por prejudicá-lo, já que transmudaram-no de vítima (vítima?) a algoz (quiçá mentor) da tramoia toda.

luiz carlos disse...

Jayme, trazendo a análise para a caracterização do crime (fato típico, antijurídico e culpável) eu concordo com você. Houve conduta dolosa mesmo e eu não disse diferente. Abç

Ainnem Agon disse...

PERGUNTA PARA O CREDENCIAL:

- ICO, como é que você enxergou/sentiu a reação/comportamento do público após a performance de Rubens na corrida? Você acha que as altas/falsas esperanças que a TV levanta sobre o piloto influenciam na imagem que ele tem frente aos brasileiros no geral?

Caíque Pereira. disse...

Jayme,

Concordo 100% com seu ponto-de-vista e com suas colocações sobre o que acontecerá com o Nelson em relação aos colegas.

Carlos disse...

Antonio Carlos,
Que palhaçada é essa de falar mal do Giba, Maureen Magi e Ronaldo?

Esse argumento foi baixo.

Isso não leva a nada.

Anônimo disse...

Jayme Freitas, vc nunca levou clips do trabalho para casa, prendendo algumas folhas de um trabalho seu de escola ou particular? Pois isso é roubo! Não importa o valor da coisa roubada, o que vale é a ação! Vc nunca jogou água em pessoas que passavam em baixo da sua janela? Ou seja nunca foi criança ou mesmo adulto que pelo menos uma vez tenha cometido um ato ilícito? Qualquer unzinho? Então não não atire pedras pois com certeza teu telhado é de vidro! Afinal és humano e o brasileiro é cheio de malandragens para levar vantagens, como histórias para furar filas, para obter favores... Eita povinho sem vergonha, esse brasileiro. Augusto Lage

Jayme Freitas disse...

Prezado Augusto Lage ou Anônimo, como quiser...
Primeiro que quem se apropria de clips, como vc observou, não pratica roubo, mas, no máximo, furto ou apropriação indébita.
Concordo com você que o que vale realmente é a ação, e é isto que estou tentando explicar aqui desde o primeiro post que enviei.
Agora, posso lhe garantir que todas as minhas traquinagens até hoje cometidas não guardam um milímetro de semelhança com a TRAPAÇA promovida pelo Nelson Angelo e é contra as "malandragens para levar vantagens" dessa natureza que eventualmente me exponho da maneira como agi neste tópico, ou seja, com o fito de mostrar que exemplos como esse necessitam da nossa pronta reprovação.

Anônimo disse...

Jayme Freitas,

Eu não vi o Dr. dizer uma palavra sobre Ayrton Senna, cujo qual, cometeu um dolo muito maior pois foi contra pessoa humana.

Então Ilustríssimo Dr. Advogado, pare com essa balela, pois é obvio que o teu problema é pessoal... Retire o luto, e ira sentir-se melhor.

Guardar magoas, causa câncer, cuidado.

P.S>: Afora o fato de que, o Nelson não fez nada para levar lhe dar vantagem e, sim, aa equipe. Sem esquecer que foi persuadido pelos seus superiores.

Quem fez algo ilícito, para dar vantagem a si e, por livre e espontânea vontade, foi Ayrton Senna... Se o Dr. não dispõem de memória, eu disponho.

Passar Bem.

Ricardo Leone.

Fernando Kesnault disse...

Duas bombas, fracos tecnicamente e...ótimos para marketing (do que vive a f-1). Preferiria o Kobayashi que com uma prova arrebentou e mostrou ser um bom piloto, fez mais que o Piquet Jr. em vinte e tantas provas.

Anônimo disse...

É mesmo Fernando...

Faz o seguinte, bota o Kobayashi lá no carro do Goesjean, queo ver o que ele faz.

O Nelsinho fez corridas muito boas, meteu duas por fora em dois Campeões, Button e Hamilton...

Parem de querer tapar o sol com a peneira e, enganarem a si proprios... Isso é ressentimento, desde os tempos do Nelsão... Vcs jamais farão um julgamento justo...

Parem com isso... Coisa ridícula.

Ricardo Leone

Anônimo disse...

Leia Grosjean

Leone disse...

Teste...

Anônimo disse...

As viúvas do Nelsão Piquet parecem estar em alvoroço.
Calma aí pessoal, pelo que pude entender, é exatamente em defesa desse sobrenome poderoso na F1, que o filhotinho mimado está sendo atacado aqui e agora.
Se ele, que é um autêntico Piquet, não respeitou seu bom nome, por que nós, pobres mortais deveríamos?
O pai deve estar vermelho de vergonha da feiúra promovida pelo filho, tanto que nem chegou a defende-lo como as faisqueiras estão se propondo a fazê-lo nesse espaço.

Fernando Kesnault disse...

Anônimo, eu era torcedor de "carteirinha" do Piquet pai nos idos anos 80 mas, nunca vi "talento" no Piquet Jr. que sempre contava com excelentes equipamentos e pessoal ao teu dispor e por isso mesmo nunca conseguiu produzir algo de material ruiim em suas mãos. Em outras palavras não sabe desenvolver um carro. E creio que não terá uma segunda chance se bem que como andam as injustiças e a falta de ética e vergonha na f-1....

Anônimo disse...

Ôrri! Porra! Esse assunto Senna x Piquet, Quem é o melhor, Quem é o azarado... Como diria o Marcos Valle:- "Falar de morro morando de frente pro mar, não vai fazer ninguém melhorar!"
Como já foi dito "enevezes" todos os pilotos citados de A até Z - Senna, Piquet Jr, Schummy, Prost e cia. bela DEVERIAM TER SIDO PUNIDOS com pelo menos uma corrida de suspensão! NÃO FORAM! Logo não adianta ficar discutindo a doutrina da justiça, não adianta querer apagar o tempo, nada vai mudar estes fatos, pois a água já rodou o moinho e foi pro mar. O correto é o Sr. Todt, incluir penas nos regulamentos para os que o infrigirem. E EFETIFAMENTE PUNIR, seja o campeão seja o TOP ou o Button (kkk não pude resistir ao trocadilho).
E VAMOS TORCER PELA DUPLA SENNINHA/PIQUETZINHO, que eles consigam trabalhar como uma dupla verdadeira, ajudando-se mutuamente, trocando vácuo, para andarem mais rapido, e que Ele ajude para que os dois se revezem no podium em 1º e 2º para que essa putada brasileira mude de assunto e passe a cantar: "...com brasileiro, não há quem possa!..."
Paz, Amor e grande abraços a todos!
Augusto Lage