quarta-feira, 7 de outubro de 2009

UM ANÚNCIO, VÁRIOS SIGNIFICADOS

Depois que a Ferrari confirmou Fernando Alonso em Suzuka, já era esperada uma sucessão de anúncios colocando mais movimento no mercado de pilotos. O primeiro veio hoje, e foi o da Renault anunciando que Robert Kubica corre na equipe “de 2010 em diante”. Nas entrelinhas uma série de informações.


A primeira: a saída da marca da F-1 era dada como certa ao longo da temporada, mas a situação mudou e um compromisso de continuidade parece ter sido acertado em troca da “pena sem punição” aplicada pela FIA no veredicto do escândalo de Cingapura-08.


A segunda: embora muitas equipes jamais dão informações sobre a extensão do contrato de pilotos, pode ser mesmo que o de Kubica seja por apenas um ano. Tanto pelas incertezas sobre o futuro da equipe a um longo prazo, quanto ao desejo do polonês de um dia correr pela Ferrari, de preferência ao lado de seu melhor amigo no paddock Fernando Alonso.


A terceira: o segundo piloto não foi confirmado, mais um sinal claro que a vaga de Romain Grosjean está por um fio. Seu trabalho não agrada à nova direção da equipe. A possibilidade de Lucas di Grassi correr em Interlagos foi classificada por ele próprio comopequena”, mas nãopara descartar a possibilidade do time experimentar o brasileiro numa prova para avaliar melhor o seu potencial. Para ver outros nomes que poderiam correr ao lado de Kubica na Renault, basta olhar para o mercado: Heikki Kovalainen, Nick Heidfeld, Timo Glock...


O que ainda emperra algumas confirmações são os detalhes sobre a contratação de Kimi Raikkonen pela McLaren. O finlandês exige poucos eventos de relações públicas e muitas etapas do Mundial de Rali – a equipe gostaria justamente do contrário. Quando isto se acertar (porque deve ser acertado), cairão outras duas peças-chave do quebra-cabeças: Nico Rosberg na Brawn e Rubens Barrichello na Williams.


O resto é um amontoado de interrogações ainda. A Toyota tem que se virar entre Kovalainen, Nakajima, Trulli e Glock. Para mim, o sinal mais significativo até agora de que o time vai mesmo fechar as portas. Red Bull e Toro Rosso estão acertadas, Sauber/Qadbak ainda não tem vaga assegurada, e as quatro novatas possuem um grid inteiro de candidatas – vale a pena esperar mais um pouco para ver o quadro esclarecer por lá.

11 comentários:

Ron Groo disse...

Sem Alonso e Briatore, e o melhor: com Kubica a Renault fica para mim como um time mais simpático.

E espero mesmo que Kimi acerte com a Mclata e que estes façam um carro que possa bater a Ferrari do xarope do Alonso sem muito esforço.

Fiquei bronqueado com a Ferrari, não se rasga o contrato de um campeão mundial desta forma. Foi desrespeito.

Daniel Gomes disse...

Ico, o que vc acha do Robertson estar assediando a Red Bull pra puxar o tapete de Webber em favor do Kimi?

Será que isso seria possível ou o Robertson está só fazendo marola pra arrancar mais $$$ da Macca?

Manu disse...

Oi Ico!É a primeira vez q acesso seu blog. Encontrei no blog das meninas do Octeto. Gostei muito!^^
Faço das minhas palavras ao do Groo principalmente a última frase.
(Embora eu respeite muito Alonso de qq forma).
Mas tbm faço gosto de ver Kimi na Red Bull, afinal Vettel e ele estão bem amigos e acho q daria uma boa dupla na pista.
Só p/ constar deixarei seu endereço como link direto no meu blog p/ q eu possa dar uns pulinhos aqui sempre q possível.^^
abs!

Fernando Mayer disse...

Olá Ico e amigos.

Acho que o melhor que a Renault poderia ter seria Kubica e Glock. Mais uma boa dupla pro campeonato do ano que vem. Com o Kimi na Mclaren o show tá garantido e assim como a maioria torço pra que ele tenha um carro bom e faça um ótimo trabalho naquela que podemos chamar de sua verdadeira casa. Não vejo a hora deste campeonato chato acabar logo. O próximo promete ser no mínimo muito mais interessante.

Abç

Anônimo disse...

É só isso que a Renault vai ser: Simpática.
Porque competitiva, tá dificil.
Enquanto continuar os mesmos projetistas, vai ser outro fiasco.
Tadinho do Kubica. Vai sofrer muito esse polonês.
Tomou no Kubica sem dó e piedade.

Edgard Pinto Júnior disse...

http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

Eu concordo que o Glock seria uma boa opção para a Renault.
O Kovalento, jamais, ainda mais que ele foi praticamente convidado a se retirar e também, por ser piloto do Briatore...quanto ao pseudo-francês, acho que vai pro limbo.
O Raikkonnen, se for verdadeiro o boato, não está certo na Mclaren não, pode acabar ou na Brawn ou na Red Bull...vamos ver qual vai ser a próxima pedra do dominó a andar...

Mario Lago disse...

toyota + petrobrás = bruno senna ?

Moalli disse...

Bem, gosto muito do Kubica, vou torcer pra Renault fazer um carro mais competitivo ano que não... Nãp precisa ser uma máquina de vitórias ainda, mas um carrinho pra disputar o Pódio seria ótimo.

Agora, só eu achei que o Kubica tá parecendo um pouco o Lauda na época de piloto? O.o

Abraços!

]muguello[ disse...

Ico, caso a Toyota deixe a F1, como fica e mercado de motores. A Williams que usa Toyota hoje esta procurando outro motor. Aparentemente o motor Toyota e bom, existiria algum interesse da fabrica em continuar fornecendo motores para a categoria, caso a Toyota deixe a F1?

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Nao, se a Toyota sair, sai por inteira, pelo q eu apurei.

Abs!

Renato Monteiro disse...

Caro Ico,
Como fica para 2010 o asssunto dos difusores? Fica como este ano ou volta para o estágio do inicio deste ano, onde as ultrapassagens eram menos difíceis (hoje parecem impossíveis!)?