terça-feira, 27 de outubro de 2009

UMA IMAGEM…

Dia off, de viajar até Abu Dhabi com uma escala tão longa em Istambul que daria para cobrir o GP da Turquia no meio tempo. Enquanto eu estou em trânsito, fica a imagem acima para se pensar. Para mim, a propaganda da Mercedes-Benz num semanário de automobilismo alemão é um sinal claro que a marca vai mesmo dividir suas atenções de maneira oficial entre duas equipes a partir do ano que vem (clique para ampliar). E que, aos poucos, a McLaren vai ficando em segundo plano. Ao que tudo indica, com o campeão mundo Jenson Button e o “local” Nico Rosberg, a Brawn deve mesmo ficar cada vez mais prateada no ano que vem.

8 comentários:

marconi disse...

O quê será da McLaren sem a Mercedes?

Marcelonso disse...

Ico,

Valeu por mais uma temporada junto desses malucos da blogosfera,sempre trazendo muita informação com imparcialidade.

Quanto a Mercedes junto da Brawn,certamente tem uma ligação direta ao fato da McLaren estar produzindo carros de rua,mais cedo ou mais tarde se tornarão concorrentes.

abraço

R/T disse...

Então Ico, tem alguma base aquele comentário que surgiu ai que a McLaren esataria interessada em comprar a undiades de motores de F1 da BMW em Munique ?

valeu

Ron Groo disse...

E como ficaria a parceria com a McLaren? Alguma especulação?

Marcelo Urânia disse...

Ico, essa é pra você!

(off-topic) um triathlon automotor entre Michael Schumacher, Valentino Rossi e Sebastian Loeb! http://bit.ly/3lYtJo

abraço!

Joslei disse...

Pra mim que comecei a acompanhar a F1 de perto a pouco mais de 5 anos é isso é meio esquisito, pra mim McLaren e Mercedes soam como um nome só. Tipo Sandi e Junior mais nem os a duplinha estão juntas mais. Gira mundo!!! Tadinha da Force Índia, ta sobrando igual jiló na janta.

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Salve pessoal. A especulacao é a antiga, que a Mercedes vai se juntar à Brawn, assumindo-a aos poucos, e a McLaren deve perder a parceira em definitivo no final de 2011. Sobre a história da McLaren comprar a unidade de motores BMW em Munique, me pareceu um desses rumores sem fundamento q aparecem por aí. Woking nao tem dinheiro nem para manter a McLaren Automotive nos padroes q deseja, quanto mais assumir uma fábrica de motores de F-1.

Anônimo disse...

No caso seria:

Faça que nem a Brawn GP
Use peças originais Mercedes-Benz

Dois pilotos, dois títulos. E um motor, que mostrou um bom serviço neste último ano. Parabenizamos a Brawn GP pelo título mundial.

Nesse caso a Force Índia tem chances zero de continuar com a marca alemã?