sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O HOMEM DOS DESAFIOS

Felipe Massa sabe muito bem o tamanho do desafio que vai enfrentar dentro da Ferrari em 2010. O fato da equipe gastar mais de 20 milhões de Euros para Kimi Raikkonen ficar em casa e deixar o cockpit vago para Fernando Alonso sinaliza com clareza que o espanhol é a aposta deles para o futuro. Mas o brasileiro sabe também que, durante o trabalho, o comando de Stefano Domenicali oferece exatamente as mesmas oportunidades aos dois pilotos.

Por
esse motivo, o brasileiro não dá a menor bola para o fato da imprensa européia em geral não o colocar entre os candidatos ao título. Quem vai julgar isso, ele sabe, é o cronômetro. Por isso, o melhor a fazer é se concentrar totalmente no trabalho. É o que Massa está fazendo. Depois de dois testes com um carro de Fórmula 1, ele tem certeza absoluta que não carrega seqüelas do acidente da Hungria. E vem com fome redobrada para esta temporada, depois da pausa involuntária e do nascimento do filho.

Nesta
semana, em Madonna di Campiglio, deu para ver um Alonso muito preocupado em ganhar a simpatia de membros-chave da equipe e também da imprensa italiana. Essa era uma área onde Massa dava de goleada em Kimi (e na qual jamais pensou em enfrentar Michael, lembrando que era outro o comando na Ferrari). Isto já mostra que briga vai ser diferente e mais complicada.

Em
termos de velocidade, vejo que os pilotostop” da Fórmula 1 estão num nível muito próximo, Massa inclusive. No final de 2006, ele estava andando muito perto de Michael Schumacher. Depois, em duas temporadas e meia, andou mais na frente que atrás de Kimi Raikkonen. Agora, o nome da fera do outro lado da garagem é Fernando Alonso, que chega com o status de “centroavante do presidente”. Um osso duro de roer, mas Massa está pronto para o desafio. Vai ser um jogo interessante de assistir.

6 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

Ele não tem mesmo que se preocupar com o que dizem ou falam, tem que se preocupar com ele mesmo, dar um "va cagaire" pro Choronso e acelerar.
E acelerar muito.

Nervoso Descansado disse...

Ico, acho que o ano perfeito para o Felipe ter sido campeão foi 2008, mas 2 erros dele no início do campeonato, bobagens da Ferrari e o Cingapura-gate ferraram tudo.

Se ele ganhar do Alonso esse ano acaba se consagrando. E se levar o título, então, vira imortal.

Vai ser uma peleia dura.

Leandro disse...

Ico, seu blog é tão bom que deveria se chamar Blog do ZICO. Você é craque, é o cara.
Concordo plenamente com o que você escreveu; mas lhe faço a seguinte pergunta: quem vai se encher primeiro dessa briga nos bastidores? quem vai chutar o balde?

Ex-Ferrari disse...

É, agora o Zacarias vai passar por tudo que o Barrichello passou por lá, e no ano passado na Brawn GP. O que adianta dá o seu melhor, se a equipe joga contra? Adeus Massa, não foi campeão quando pôde, agora já era. Bem-vindo ao mundo dos injustiçados.

Anselmo Coyote disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anselmo Coyote disse...

co,
Não sou torcedor do Massa, mas era do Nelsinho. Agora estou torcendo para que ele vença essa batalha interna.

O negócio é trabalhar com afinco, ficar na espreita e fechar os ouvidos à provocação (well, dá pra escrever Alonso com aqueles dois chifrinhos... como se chamam mesmo? ah... tremas. Älonso - maldade pura... rsrs).

Abçs.