terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

AS CHANCES DE SCHUMACHER

A enquete informal feita aqui no blog mostra que a maioria de vocês não aposta num oitavo título mundial para Michael Schumacher em 2010. Dos 282 votantes, 67% apostam que ele vencerá pelo menos uma corrida, mas não será o campeão; 13% acham que ele leva o Mundial; 9% apontam que ele conseguirá alguns pódios no máximo e outros 9% acreditam que ele será ofuscado por Nico Rosberg e voltará a se aposentar no final do ano.

Em
cima dos resultados, vale fazer uma análise mais profunda das chances do alemão. As premissas para seu sucesso são muito boas: a Brawn GP é equipe campeã do ano passado, dispõe do motor mais eficiente do grid e agora de todo o dinheiro de Stuttgart para investir no desenvolvimento do W01. E o piloto tem em Ross Brawn não apenas um aliado, mas um parceiro cujo trabalho em conjunto é de comprovada eficiência.

As
dúvidas que restam quanto à capacidade de readaptação de Michael Schumacher a uma F-1 diferente da de 2006 são infundadas. Como Niki Lauda colocou bem numa entrevista a um semanário alemão, “Ou você sabe pilotar, ou não sabe. E Schumacher sabe. A adaptação dele é a mesma que você tem para usar este ou aquele gravador”, respondeu o austríaco ao jornalista.

O
que coloca algumas dúvidas em relação às possibilidades de Schumacher é o desempenho do novo modelo nos primeiros testes. O W01 ainda precisa curar dois defeitos. O primeiro é a dificuldade em aquecer os pneus rapidamente – uma herança clara do BGP001, lembram – o que trará dificuldades na classificação, na importante primeira volta das provas e na saída dos boxes depois de trocas de pneus.

O
segundo é um que atinge Schumacher um pouquinho mais forte: o modelo apresenta uma grande tendência a sair de frente nas curvas. E o heptacampeão nunca escondeu sua paixão por carros que saiam levemente de traseira. Todas as suas conquistas e recordes foram construídas justamente em cima de um veículo que escorregasse levemente no apex, permitindo que o alemão afundasse o no acelerador assim que ele apontasse na direção correta, mais cedo que a maioria dos adversários.

As duas
tendências podem ser corrigidas no acerto, mexendo principalmente na distribuição de peso do carro. Porém, a previsão de chuva para toda a semana em Jerez não deve ajudar o alemão nessa tarefa, que o time ainda trabalha num acerto básico enquanto outros experimentam à vontade com as variações de peso e o desgaste dos pneus.

Mas
o velho Schumacher continua à toda, motivando a equipe neste início de trabalho com declarações de confiança como as de hoje. E, dado o recado, ele estará trabalhando com sua incomum determinação para deixar o bólido prateado bem a seu gosto. Quando isso acontecer, a briga na frente vai ser ainda mais feroz e bonita de se ver.

9 comentários:

Nervoso Descansado disse...

É, vamos combinar que agora a equipe tem muita bala na agulha ($$$) para corrigir o drama do aquecimento dos pneus.

E até o da saída de frente - coloca o problema na mão dos supernerds e seus softwares de preços obscenos.

Não sei se o alemão leva o campeonato - mas que eu não saio da frente da TV no GP do Bahrein, não saio...

TW disse...

pra mim ele também não leva o título mundial, mas acredito que possa conseguir bons resultados, afinal todos nós sabemos que ele tem potencial para reverter adversidades. Esperar para ver o que a Braw GP consegue melhorar no carro para facilitar o trabalho do alemão.

Eduardo Miler disse...

Quem foi Rei, nunca perde a Majestade...Se derem a ele um carro "quase" competitivo, o alemão vai chegar, e bem...Abs

Anselmo Coyote disse...

Eduardo Miller, vc me poupou de tudo. Disse o exatamente o que eu tenho certeza que vai acontecer. Assino embaixo.
de Paraty-RJ...rsrsrs.

Eduardo Gaensly disse...

Eu acho que ele ganha pelo menos uma esse ano. Provavelmente na chuva.
Ano que vem ele é campeão.

Sheldonn Reis disse...

Acho que os amigos que estão comentando estão esquecendo um fator básico que vai fazer com que a cabeça do alemão ferva de verdade. A guerra desse ano prenuncia ser algo parecido com a guerra que tinhamos nos anos 80, ou seja, algumas equipes lutando pelo título e por vitórias. Nesse momento vemos pelo menos 4 equipes q podem chegar bem na luta pelas vitórias (Ferrari, McLaren, Red Bull e Mercedes - ps: a Williams poderá incomodar) e é sabido que o alemão não lida muito bem com pressão, lembrem do que ele fez com Hill, Villeneuve e em Monaco 06, ou seja, Schumacher estará numa grande panela de pressão e esse é um fator muito importante a ser considerado. Caso ele tenha um bom carro mesmo etrá que saber lidar muito bem com a enorme pressão e é aí aonde reside o x da questão. Será que o alemão já aprendeu isso?
Aguardemos. Mesmo assim ainda confio muito no trabalho do Massa!

Mário Salustiano disse...

caros

concordo com tudo o que já foi escrito, apenas uma coisa quero refletir melhor, essa questão dele não se sair bem sob pressão, é verdade sim que houve tais fatos, mas lembrem-se que as disputas pelos titulos foram antes das conquistas de cinco titulos pela Ferrari, isso muda bastante como se lidar com pressão, tenho mais idade que voces aqui e posso afirmar que o fator idade vai ajuda-lo, principalemte se as condições fisicas dele estiverem OK, mas o tempo é senhor da razão, antes de fazer apostas vou assistir e ver o que acontece
abraços

Farad disse...

não subestimem a willians.
acho que qualquer um pode levar o caneco, até o Shummi, no fim será só matemática, mas eu não apostaria nisso.
Anotem ai, teremos pilotos dando show no início da prova e destruindo seus pneus depois de 15 voltas.
Esse absurdo de voltas na pretemporada, que as equipes estão dando se justifica para avaliar o gasto de pneus.
Quem usar melhor os pneus vencerá mais corridas

Hess disse...

Schumacher desenvolveu a Benetton que era um carro inferior em 92/93 e depois foi bi-campeão, foi para a Ferrari na pior crise da equipe entre 91/95, anos depois foi penta-campeão. Uma coisa é certa, não vai ser o Rosberg quem vai desenvolver o carro Mercedes, isso é trabalho para Schumacher nos próximos anos e a Mercedes sabe disso, sua experiência vai fazer a diferença dentro da equipe, nem adianta reclamar que ele vai ser favorecido dentro da equipe e blá, blá, blá! Schumacher esta muito a frente de Rosberg como piloto(já vi esse filme), não vai ser só com velocidade que Nico ira conseguir bater o velho tedesco! Não vejo problema para Schumacher desenvolver o carro, só precisa de tempo e isso ele tem, serão 3 anos de contrato! A Mercedes não tem pressa, sabe que Schumacher precisa de tempo e ela sabe que o velho alemão só sai da F1 depois de ser campeão pela Mercedes, nem que pra isso tenha que renovar seu contrato! E quando conquistar o título vai entrar mais um vez para a história, vai ser campeão por 3 equipes diferentes em épocas diferentes, até hoje só Fangio conseguiu esse feito, mas o argentino não teve participação nenhuma no desenvolvimento nos carros que foi campeão em uma época ainda amadora se comparado a F1 atual. Nisso o Schumacher supera fácil o argentino, o alemão não é feito só de números como muitos dizem. Ser campeão com carro "pronto" ou acertado pelo companheiro de equipe eu cansei de ver, mas desenvolver o equipamento por 2,3 anos e depois ser campeão poucos tiveram esse mérito, pra mim desenvolver o carro e ser campeão é muito mais difícil do que competir com qualquer outro piloto, por mais que a disputa seja acirrada! Nas últimas 3 décadas eu só vi isso acontecer com Piquet/Lauda/Prost/Schumacher! Alonso também pode entrar para a lista, começou com a Renault em baixa em 2003, não precisou mudar de equipe para ser campeão, pra mim o resto é resto, só sentou e pilotou. Se fosse só sentar e pilotar a Ferrari não ficaria 20 anos sem títulos de pilotos, Prost e Mansell juntos na Ferrari se quer conseguiram o título de construtores.