terça-feira, 13 de abril de 2010

O PACIENTE INGLÊS

Jenson Button chega ao Grande Prêmio da China numa posição muito melhor do que todo mundo imaginava. O imaginário coletivo antecia um verdadeiro massacre do atual campeão do mundo na equipe McLaren, onde Lewis Hamilton conseguiu reinar até mesmo sobre um leonino dos brabos como Fernando Alonso. Mas, passadas três corridas, Button tem uma vitória, superou seu companheiro em duas classificações e tem quatro pontos de vantagem na tabela.

Surpreendente, não? Por mais que o triunfo em Melbourne tenha sido anômalo – mais por tomar a decisão na hora certa do que por pura performance –, Button já se sente em casa na McLaren. E ela reconhece nele um nome capaz de levá-la ao título. Acreditar nesse voto de confiança foi a leitura mais inteligente que o piloto fez. Não foi por acaso que Button freqüentou a fábrica de Woking o tanto quanto pôde no inverno. A aceitação mútua acelerou o processo de transição para uma nova equipe e os resultados foram colhidos de bom grado por ambas as partes.

Parece que é só o começo. O estilo de pilotagem suave de Jenson Button é em parte o responsável por este bom início de temporada, já que ele consegue dosar melhor o uso dos pneus que o selvagem showman Hamilton. Em pistas em que o desgaste da borracha é grande, Button tende a se sobressair. Xangai é uma delas, todos se lembram dos pneus no osso de Hamilton em 2007. Vai ser interessante olhar de perto o duelo dos dois neste final de semana. Um duelo no qual Button tem uma ligeira e surpreendente vantagem. Mineiramente conquistada.

(Foto Luis Fernando Ramos)

8 comentários:

]muguello[ disse...

ha ha! Ingles de Minas! Muito boa sacada!

Leandro disse...

Ico
Já que vai tá frio na China,será que o Massa vai ter problemas de aquecimento de pneus ou não,qual sua opinião?

Vasconcelos disse...

O Button neste ano está lembrando a situação do Senna quando entrou na McLaren em 88. O Button lembra muito o Prost e o Hamilton é a velocidade e ousadia do Senna em pessoa,o dia que o Hamilton souber dosar isto aliando inteligência entrará no top 5 da F1, o Button vem sendo muito inteligente e consistente mas o Hamilton tem muito mais velocidade e a primeira corrida em condições normais não vai dar pro Button.

Ron Groo disse...

O que tenho visto é um interessante embate de estilos totalmente diferentes.
O arrojo e -desculpe- a porra louquice de Hamilton contra a constância e regularidade de Button.

Está bonito de ver estes dois estilos tão diferentes em carros iguais, e o melhor: livres pra fazer seus jogos, suas corridas.

Klauss disse...

O lance do reinado do Hamilton sobre Alonso tem a ver com o fato de ser inglês.

Já o Button não sofre desse tipo de coisa por também ser inglês.

Outra que, 2007 o Hamilton era A promessa. Hoje em dia ele já fez tanta bobagem que acho que os caras da McLaren já não puxam o tapete do Button até pra se precaverem, já que ele é mais constante.

E o próprio Button é muito mais consistente hoje do que foi outrora... Lembro do post que você colocou no ano passado sobre o Curioso Caso de Jenson Button.

Abração!

Vandilson disse...

Rapaz, eu nunca concordei, com alguns que disseram e ainda dizem que o Hamilton é um gênio, esse é um dos motivos (de muitos) que estou doido pra ver o Button dar um pau no Hamilton, machucar na unha, mas daquele jeitinho, devagar, corrida a corrida, como quem não quer nada...

Desculpem pelo momonto de maldade !!!

roger disse...

Interessante...achei que o Button não fosse o que falam... de qualquer maneira toço por ele, o outro esta muiiito 'aMILton'...fazendo coisa de garoto!

Klauss disse...

Concordo em "gênesis, número e degrau" com o Vandilson!

Eu não achava o Button grandes coisas tb. Mas ou minha visão dele que mudou, ou ele que mudou depois da Brawn. Provavelmente um pouco dos dois, heuehuehue...