domingo, 4 de abril de 2010

PORRE DE FELICIDADE

Sebastian Vettel chegou para a entrevista coletiva depois da cerimônia de pódio do GP da Malásia rindo à toa. Não apenas por uma vitória que exorcizou os fantasmas que o assombravam desde as duas primeiras corridas do ano, quando liderou boa parte da disputa mas foi prejudicado com problemas no carro. Mas também pelo doce sabor da champanhe que sorveu depois de ver a bandeira quadriculada na 110ª volta que completou na primeira posição nesta temporada.

- É um grande alívio. Me desculpe, estou um pouco tonto por causa da bebida, acho que tomei um pouco demais – sorriu, para deleite dos jornalistas à sua frente. Qualquer porre seria justificado. A Red Bull chegou à Malásia sob muitas críticas pelas falhas das provas iniciais. E calou a todos com uma dobradinha avassaladora na corrida do domingo. Mais do que se recuperar na tabela com um estalar de dados, o time deu um recado claro aos rivais: “quando não tivermos problemas, seremos imparáveis”.


O vencedor foi decidido na largada. Vettel tracionou melhor, aproveitou o vácuo e colocou por dentro na curva 1 para ganhar a posição de Mark Webber. Depois da prova, os dois falaram em “respeito mútuo” e “espírito incrível dentro da equipe”. Tudo muito bonito no discurso paz e amor, mas é algo que vai virar cinzas caso a dupla dispare na tabela.


E é essa perspectiva que explica a cautela realista do piloto que está no topo dela. Depois de uma boa corrida para minimizar o prejuízo sofrido no sábado, Felipe Massa sai da terceira prova do campeonato como líder da tabela. Mas sabe que, acima de tudo, perdeu uma boa chance de somar um número maior de pontos por ter largado tão atrás. E que a regularidade em chegar ao pódio, ou muito perto dele, vai determinar quem será o campeão da temporada.


Talvez por isso seu companheiro de equipe não lamentou tanto o que classificou como a “corrida mais difícil de sua vida”. Fernando Alonso teve um problema no câmbio e pilotou sem embreagem a corrida inteira. Foi o prenúncio de um problema no motor a duas voltas do fim, quando lutava pela oitava posição. Restou-lhe o consolo de não ter sido durante uma briga pela liderança.


Curioso notar que os percalços iniciais da Red Bull criaram um quadro de equilíbrio total no campeonato, com os sete primeiros colocados da tabela separados por apenas nove pontos. Mas é um quadro ilusório. No momento, e isto não vai mudar até a próxima corrida na China, o time inglês do hino austríaco está um nível acima do resto.


Na próxima edição do “Credencial”, vamos analisar esta dualidade entre equilíbrio nos pontos e desequilíbrio na pista. Mas o GP da Malásia, mesmo sem a chuva, foi movimentado e trouxe assuntos para todos os gostos. Como de praxe, deixe suas opiniões e perguntas para o programa nos comentários!

(Foto Red Bull)

42 comentários:

Ridson de Araújo disse...

Vi muitas críticas de torcedores da Williams (ou apenas de detratores de Barrichello) pq Barrichello fez uma brincadeira, foi mal interpretado e depois se esclareceu, via Tazio, e parabens por vc ter destacado isso por lá, Ico. Show de profissionalismo.

Minha pergunta é: vc conseguiu apurar o que houve para o carro da Williams ter largado mal com os dois carros? Pq o carro de Rubens nem no anti-stall ficou? Hulkenberg largou mal msm ou sofreu algo tb?

Abraço a todos e até o credencial. e obrigado por ter divulgado meu blog na vez passada!

Ridson de Araújo, do Histórias e Velocidade

Kico disse...

Ico,
Campeonato excelente! Aberto para Ferrari, McLaren e Red Bull, com direito à apresentações de gala da Mercedes. Melhor corrida do Jaime. Massa, campeonato Fittipaldico. Kubica, fantástico. Ferrari vai ter que melhorar para encarar Vettel & Red Bull azeitados ou Hamilton & Mc lá na frente.
Mas tá muito bom!
Ico, uma pergunta: perspectivas para a Renault do Kubi & Petrov(grande corrida)?
Feliz Páscoa!

Laysson disse...

Essa corrida fecha o ciclo de uso de 1 motor, e provavelmente na próxima, boa parte do grid virá de motores novos. Fiquei pensando nas quebras de motores, nesta ultima corrida, pelo menos os dois Ferrari da Sauber, e muitas trocas na equipe Ferrari, já a quebra de Alonso é mais dificil saber se foi culpa do problema de câmbio.
Temos aí carros muito mais pesados, sem o reabastecimento, e desenvolvimento congelado de motores, já ha algúns anos.
Essa conjuntura não estaria forçando demais os motores, e assim possibilitando mais quebras?

Anônimo disse...

Ico, como torço pra todos os brasucas , foi uma corridaça do Felipe, que depois da troca dos pneus duros pros moles voou até ultrapassar o Button e a Liderança é muito justa e se o problema do Alonso pode ter alguma relação pro Felipe na próxima corrida, como por exemplo trocar o cambio pr não acontecer o mesmo?
abraço e sempre lendo o blog.

Anônimo disse...

Fui eu que mandei o comentario de cima Ico, me esqueci de botar o nome eheheh
Douglas Fortes

Tarcisio disse...

Queria saber se você acha que o Barrichello já ligou novamente o piloto automático das "choradeiras" e infelizes declarações.

Semana passada ele falava em liderar um projeto de uma equipe ambiciosa, e já vinha falando isso antes de começar o campeonato.

Eis que hoje solta uma dessas, e desde a Austrália eu já venho notando nas entrevistas que o Barrichello aparenta não querer aceitar que está de volta ao fundo do grid (como realmente foi na Malásia) ou ocupando o pelotão do meio.

Ele continua com o discurso de encarar tudo como uma oportunidade, e não como um problema, e isso não vai levar a nada se sempre ele acaba falando algo sem pensar.

E eu sou torcedor do Barrichello. Torcedor! Posso vibrar e também meter o pau.

Anônimo disse...

Master Ico,


Show e vitória inolvidável(sei escrever como um brazuca nato) do alemãozinho limpo, fez-nos esquecer q existem os shumis-mau-caráter. Pho...d êle e os otários do passado. Melhor ainda é o Massa39, à frente do Alonso-Quixote e do Amiltinho-tô-loca-de-putice.
A Grand Place tá c os brazucas, mas Barrica ainda é nosso ídolo.
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

Eduardo Gaensly disse...

Valeu a pena de acordar cedo hoje. A corrida foi interessante!

Gostei de ver com os 4 "grandes" que largaram de trás. Cada um com seu estilo.
O Hamilton saiu voando e ultrapassando todos que apareciam à sua frente. O Massa se segurou atrás do Buemi, e o Alonso se segurou atrás do Massa. E o Button tentou dar o pulo do gato, mas no fim das contas, ficaria tudo igual.

Agora, se o Alonso, com problema no câmbio, acompanhou o Massa tranquilamente, quer dizer que tá sobrando...

E os Red Bulls (Chicago?) estão muito à frente. E o Vettel está muito à frente do Webber.
Será o começo de uma nova hegemonia alemã na F1?

Marcos disse...

Fala Ico!

Gostaria de saber da sua opinião sobre o Petrov tendo passado três corridas. Acha que tem algum talento e pode se firmar na F1 ou é mais um que some quando a grana acabar?

Abraços da Wienerwald,
Marcos

Glailson disse...

Ola Ico, tudo bom? Estou sem acentos. Gostei da corrida, Massa parece ter aprendido a ser regular. Rubinho tah na hora de parar, jah fez o que tinha na F1, torci muito por ele. Di Grassi fez uma boa corrida e Bruno tah um pouco a frente do carro, mas naum esperava ter ficado atras do Karun.

Pergunta: sobre o carro da Hispania, trocaram o tanque do carro do Bruno na Malasia? Eles ainda estao usando aquela peca de metal na roda dianteira ou ja trocaram por uma de fibra de carbono, pois lembro do Bruno falar que eram 20 kg a mais que carregavam, e isso representa uns 5 decimos de seg por volta.

Abracos.

Glailson Nogueira

Luís Almeida, Portugal disse...

Olá Ico.

Antes de mais, como leitor atento deste blog, continuo a achar fantástica a oportunidade de conhecer de perto as opiniões de alguém que está presente onde a acção ocorre e junto dos protagonistas. Muito obrigado.

Em relação ao Grande Prémio da Malásia, se possível, gostaria de conhecer a sua opinião sobre dois assuntos:

1º - Não deveria o Hamilton ter recebido mais do que um aviso por ziguezaguear na frente do Petrov quando este tentava recuperar a posição perdida?

2º - Considerando os problemas que atingiram Alonso, perfeitamente audíveis na transmissão da corrida, não deveria o Massa ter conseguido maior vantagem sobre o seu colega espanhol? Ou Massa também algum problema com o seu monolugar?

Fique bem e boa viagem.

Herik disse...

Ico,
Lendo as declarações do Alonso pós-corrida entendi que ele precisava acelerar o carro durante a uma frenagem, reduzindo as marchas. Seria esse recurso o mesmo que passar marchas no tempo? Isso é possível nesse tipo de câmbio da F1 atual?
Grande abraço e parabéns pelo trabalho,
Herik.

Anônimo disse...

Olá, Ico!

Uma corrida melhor que minhas expectativas, essa da Malásia.

Algumas observações/perguntas:

1) Quanto tempo depois do final da corrida, veio a chuva? Acredito que o metereologista da Williams tem de ser demitido!

2) O BARRICHELLO não teria acertado seu carro para a "certeza" da chuva depois de uma hora de corrida?

3) Estranhei a não punição do HAMILTON pela(s) manobra(s) à frente do Petrov. Aliviaram por ser o Hamilton?

4) Estranhei também a indefinição ou indecisão do MASSA atrás do Buemi... só por terem motores iguais?

5) E o ALONSO com problemas - pelo menos audíveis - acompanhando o ritmo do Massa... tá sobrando!

6) Não sei se no final das contas o ALGUERSUARI será um novo 'De La Rosa' ou um novo 'Alonso', mas nessas duas últimas corridas ele mostrou um bom serviço!

7) (e último!) Essa nova pontuação valorizou a vitória sobre o segundo lugar. OK! Por outro lado, distribuiu pontos para uma porção de outras posições. Com isso, o equilíbrio na conta final dos pontos já era esperado. E deve ser assim até lá pela metade (ou mais!) do campeonato!

um abraço
Renato

PS: desculpe pelo "abuso" de perguntas!

Leandro disse...

Para o credencial:
Deu para notar que na reta a Mclaren é insuperavel com o sistema de duto deles,você acha que a FIA errou novamente?
Gostaria também de perguntar se na sua opinião,a maior arte da pilotagem pode ser melhor vista em que situação, na chuva,na classificação ou na corrida?

SPECBlog disse...

Ico, o principal problema da Williams é o motor?

Anônimo disse...

Ico,

Este motor Cosworth pode ainda ser "calibrado" em termos de potencia durante a temporada, uma vez que em durabilidade parece perfeito?

O que falta para a Willians voltar a andar mais para frente? Seu corpo tecnico é oriundo da onde?

Você sabe por onde anda o Sr. Gustav Brunner?


Abraços

José Roberto
Maracai

Celso Vedovato - Salvador - Bahia disse...

Muito boa a corrida da Malásia!
Mas na frente tirando os 4 km iniciais que resolveram a parada (Vettel pra cima de Rosberg e Webber) corrida morna, mas as disputas do meio pra trás compensaram e muito!
Como fã de F1 gosto das atitudes tudo ou nada dos pilotos, mas na de Alonso em relação a Button, achei que o espanhol deveria ter poupado o carro para chegar nos pontos. Podem fazer falta, como fez a Vettel em 2009 os pontos perdidos da sua batida com Kubica na Austrália.
E ainda tem a questão do motor. Poderá ser uma preocupação para a ala espanhola da Ferrari a questão do limite de propulsores no ano?

Juliano disse...

Meus questionamentos:

1) Existe algo no regulamento que impeça uma equipe de trocar a marca do motor durante a temporada? Digo isso porque se eu fosse o Tio Frank já tinha despachado essa nhaca da Cosworth e ligado para Renault ou Mercedes e tentava comprar algumas unidades para a Williams.

2) E os motores Ferrari? Três quebras só na Malásia. O Alonso já vai para a quarta usina em 4 corridas. Provavelmente o Massa também. Foi o calor excessivo na Malásia ou será que a durabilidade dos motores italinos está aquém daquilo que se espera?

João Vasco Serra disse...

Grande corrida, pena a McLaren e a Ferrari terem cometido aquele erro na qualificação, porque aí creio com quase certeza absoluta que iríamos estar falando de um resultado completamente diferente, se não no 1º lugar, pelo menos nos restantes lugares do pódio.
Porque a Ferrari levou tanto tempo na decisão de troca de pneus do Alonso?
Se Alonso tinha o 8º lugar assegurado, porquê forçar o carro quando sabia que ele estava nos limites? digo isto apenas porque creio que no final do campeonato muitas posições vão ser decididas por poucos pontos de diferença.
Abraço tuga,
João Serra

Ron Groo disse...

Vettel mereceu a vitória, como já havia merecido as anteriores, que não vieram.

Ao Ridison. Brincando faço minhas criticas, brincando falo minhas verdades. Não me venha com esta de que ele falou algo que não pensa. Rubinho é macaco velho e língua solta.

Para o Credencial.
Não é hora de rever aquela regra besta de não poder mexer mais que uma vez na linha de defesa?
O lance de Hamilton com Petrov foi de uma beleza plástica incrível. E no entanto corria o risco de mandarem o Lewis devolver a posição ao russo.
Oras, se o cara não pode se defender do piloto que tenta pegar seu vácuo o que pode fazer então? Entregar a posição de mão beijada?

Juliano disse...

Eu aqui de novo, para falar do lance do Hamilton com o Petrov. Até que ponto a equação Hamilton (inglês) + Petrov (russo) = Comissário Herbert (inglês) pode ter influenciado numa não punição ao inglês. Se fosse ao contrário teríamos punição?

Ridson de Araújo disse...

Acho que vc me entendeu, Ron. Aliás, veja o contexto da brincadeira, daí vc tira suas conclusões. Pegar só a frase em si não me parece ser muito coerente.

Abs

Moacir Dalpiaz disse...

Olá Ico.

Você acha que o Massa ficou devendo, já que o Alonso correu o tempo todo colado nele, mesmo sem a embreagem?

Abs

Alexandre disse...

Olá, Ico.

A imprensa espanhola comentou alguma coisa sobre o desempenho do Alonso? Vão reclamar da Ferrari mais uma vez?

O Barrichello fez uma brincadeira, mas realmente a Williams tinha o pior carro dentre as equipes antigas, desde a sexta-feira. Há perspectiva de melhora para a China?

O Senna não está devendo, pois ficou uma volta atrás do Chandok?

Wendel disse...

Olá Ico!! Acordei de madrugada esperando a chuva e me decepcionei. Ok, um GP mais movimentado que Bahrein, mas uma tempestade não faz mal a F1 nos dias atuais...

Uma curiosidade sobre a Logística...
Com apenas uma semana de diferença entre Austrália e Malásia, acredito que ninguém(entre eles repórteres, pilotos, equipes e bólidos) voltaram para suas casas.
Com duas semanas para o GP da China o que acontece com vcs todos? O famoso "circo" nessa hora volta em bloco para a Europa ou cada um por si?

Podemos esperar novidades aerodinâmicas para a China?

Até mais!!! Bom trabalho!!!

FranciscoCarlos disse...

Ico, mais uma transmissão muito bacana via rádio, a da TV, enfim...
Duas dúvidas apenas:
Conseguiu descobrir o que aconteceu com a Williams e, claro, com Barrichello?
E não achas que Felipe Massa está muito conservador?
Abs.

Arthur disse...

Ótima corrida.

Apenas minha opnião sobre comentário do Leandro ali em cima,a respeito do duto da McLaren.

Cara,fiquei com a sensação justamente contrária a sua depois dessa corrida.

Desde do ano passado,o carro inglês é um dos mais rápidos em reta.Antes mesmo do tal duto.

Penso que se a vantegem desse duto fosse de fato tão significante,a Mclaren simplesmente seria mais rápida em reta que a Force India,que não possui duto.

Hamilton disse ao final da corrida que não passou Sutil porque não conseguia se aproximar do alemão nas retas.Onde o duto daria "o pulo do gato" em relação as equipes sem a geringonça.

Logo,o duto não provoca tanta diferença assim.Pois não fez um carro que já era rápido em reta,melhorar o suficiente para passar outro,que também é rápido,mas não possui duto.

Porra!Quanto duto!

E aí Ico??
Estou viajando ou meu raciocínio pode ter algum sentido??

Daniel Médici disse...

É a terceira vez, em três corridas, na temporada, que eu me convenço de que Alonso é o melhor piloto em atividade.Difícil apontar quais foram os melhores pilotos hoje em Sepang (a lista teria de incluir, necessariamente, Hamilton, Kubica e Alguersuari), mas a dupla da Ferrari chamou a minha atenção.

No mais, o que também me chamou a atenção foi a visão estratégica da McLaren, que mais uma vez deu de presente uma ótima corrida para o Button. Mesmo sem o melhor carro, ou mesmo sem o segundo melhor carro, o time de Woking está dando um show; estarei prestando atenção na evolução deles ao longo do ano.

Ufa, é isso... Devo confessar que esse foi o primeiro GP que acompanhei, em parte, pela rádio Bandeirantes. Você deu show Ico, parabéns!

Celso AM disse...

Ico,

Apesar de não ter chovido, achei a corrida boa - do quinto colocado para trás - com muitas trocas de posição.
Apesar de cedo ainda, penso que o fim do reabastecimento foi mesmo positivo, já que vimos muitas ultrapassagens na pista e não apenas nos boxes como antes.
Depois de uma estréia no Bahrein bem monótona com estratégias similares, nota-se que pilotos e equipes estão tentado dar o "pulo do gato", entrando antecipadamente (como o Button) ou tentando ficar mais tempo na pista (como o Alonso em relação ao Massa).
No final acabou não fazendo muita diferença, mas pelo menos o fato de pilotos com pneus novos terem ritmo quase 2s mais rápido por volta, faz com que tenhamos mais possibilidade de ultrapassagens - como a do Massa sobre o Button.
Não acha que a tendência é que mais variáveis de estratégia e posições ocorram, até mesmo nas primeiras colocações?

Abraço!

Paulo Cunha disse...

Olá Ico,

Só reforçando a pergunta do Francisco Carlos sobre o conservadorismo do Massa.

Na Austrália e hoje ele largou bem, e estabilizou logo em seguida. No Tazio, na coletiva de hoje, ele disse que a diferença estava no pneu (na Austrália ele claramente brigava com os pneus no meio da prova), mas não é exatamente isso que um piloto arrojado deveria fazer? Conseguir tirar de um carro instável aquele algo a mais e ir para cima? vide Hamilton...

Para mim parece ter sim uma boa dose de conservadorismo. E não é crítica, pode-se ganhar mais corridas assim poupando pneu e parando menos do que consumindo rápido e trocando mais vezes.

Fernando disse...

Ico, os brasileiros parecem estar em uma sintonia bacana, bem descontraída, se puder, fale um pouco da relação entre eles.

Pra que não se lembra, houve épocas que os brasileiros eram rivais hehehe

@lemao disse...

Ico,

Os nobers colegas de blog já questionaram várias curiosidades que tenho (sinto-me muito bem acompanhado).
Mas aí vai mais duas:

1-O problema do Barrichello já não seria com ele pois agora com outro carro também repete o que aconteceu no ano passado(mais de uma vez) e culpou o equipamento?

2-Acho que o Alonso teria um problema entre uma marcha ou duas mas não tão grande como não ter embreagem alguma. Não há exegero no tamanho do evento, seria algo monstruoso a pilotagem fazendo "Todas" as marchas sem embreagem durante tanto tempo e com um desepenho tão bom quanto Massa?

Com grande admiração pelo teu trabalho
Sds
@lemao

Henrique disse...

Gostei mesmo da corrida do polonês. Tem feito milagre. Independente do talento que ele realmente tem, alonso nao dosou o uso de seu equipamento (as corridas anteriores mostraram ja uma certa fragilidade do motor ferrari), o ritmo do espanhol foi desigual, de coelho de maratona, somando a insistencia em ficar embutido no button sem dar uma refrescada normal, deu no que deu...

Arthur disse...

Po,só mais uma pergunta Ico.

Achei de extremo mau caratismo a atitude do Kubica na qualificação.
"Furando fila" de vários carros no pit.
Pode ser exagero,afinal comentou-se que tal atitude,apesar de estranha,é permitida pelo regulamento.

Mas de qualquer forma me surpreendeu,pois achava que o Kubica fosse um cara mais "gente boa".

Enfim,comentou-se alguma coisa sobre o episódio no paddock??

Valeu Ico!!

ba disse...

Fogo, viu... em primeiro lugar, minhas desculpas por ter falado a notícia da máquina de sorvete da Toro Rosso. Tinha me esquecido que Toro Rosso é Red Bull e Red Bull é toda engraxadinha nos 1o. de abril...

Então, ficam aqui os parabéns de praxe e uma pergunta pessoal: o que você acha do Bruno Senna tomando um pau do companheiro de equipe que sentou num F-1 só no Bahrein?

Abraço!

Marcelo Urânia disse...

Apesar do tempo firme, grande corrida!

Pergunta: o q vc conseguiu reportar nessa 'jornada dupla' sobre o desenvolvimento dos carros das três gdes forças para os gps europeus? é nítida a vantagem da rbr sobre ferrari e mclaren, apesar de não ser tããão grande assim (vide bahrein, andaram próximos).

pq se continuar assim, vettel será campeão antes do gp do brasil. e minha primeira vez em interlagos não vai ter disputa de título hehe

abraço e boa viagem de volta!

Alexandre Carvalho disse...

Ico, você acredita que a Sauber tem alguma chance de sair da fase de penúria em que se encontra atualmente, e que a gente vê se refletir em quebras e abandonos?

Caio Rubini disse...

Ico,

Analisando essas 3 corridas, como você acha que esse campeonato vai se desenrolar para o Massa e para a Ferrari?

E você acha que os torcedores do brasileiro podem continuar sendo otimistas?

Um abraço,

Caio.

fernando disse...

Espero que não proíbam o tal do duto da McLaren, se entendi certo permite ao piloto controlar o fluxo de ar com uma das pernas, o que é penso ser bem legal já que permite alguma imprecisão, como faziam as caixas de câmbio mecânicas e manuais de outros tempos.
Nada de precisão eletrônica no recurso; bem, os amortecedores de massa da Renault eram uma brilhante solução mecânica e foram proibidos, principalmente por razão de política...

fernando amaral

Anônimo disse...

Fala, Ico!

100% recuperado do resfriado?

Pergunta (off F1) atrasada sobre Melbourne: não deu tempo de escapar e jogar um torneiozinho?

Sobre Sepang:

- O Alonso, sentindo que sua Ferrari não estava ok, foi afobado ao tentar ultrapassar o Button?

- O di Grassi, sem holofortes, foi o primeiro da "Fórmula 1 e meio", como vc destacou na rádio. A Virgin tem condições de ser constantemente a melhor do Fundão constantemente durante o ano?

Pra fechar, uma curiosidade: há alguma comoção na Austria pelo fato de a Red Bull ser desde o meio do ano passado a melhor equipe?

Abraço

Daniel Gomes disse...

Opa! Tinha planos der ir a sepang te conhecer mas nao deu. Tive uns problemas com meu visto Indonesiano. Quem sabe em Singapore. Tu sabe que se vier a Bali tem lugar gratis para ficar.

CREDENCIAL

Nao vi ninguem na imprensa brasileira comentando o fato que o Alonso estava se mantendo atras do Massa mesmo sem freio motor(de acordo com o Asturiano.)
Tento que soprar o acelerador como se faz em um carro GT a toda freada para conseguir encaixar as marchas e buscar estabilidade.Teoricamente pilotando "no tempo" uma vez que cambio sequencial a embreagem funciona em direto acordo com o freio motor.
Vejo voces(imprensa) falando que o Massa é o Lider merecido do mundial porque ele esta sendo muito Competende.
Eu dircordo e digo que o Massa está fazendo o minimo que eu e acredito a ferrari esperava dele que e estar a frente do Alonso depois da primeira perna e quarta etapa.
O Felipe está com o santo virado para ele e deu muita sorte na Australia e se arrastou pela pista por mais da metade da corrida Malaya.
Na minha opiniao ele é apenas um lider do acaso ou sorte como queiram. Se eu estiver errado no final da temporada ele estara a frente do espanhol e terei de rever meus conceitos sobre pilotagem e automobilismo.

Kureb disse...

Ico, você acha que a Hispania ainda vai se desenvolver ao longo do campeonato a ponto de competir com Lotus e Virgin? O Bruno falou algo sobre as 2 voltas que ele tomou do Chandhok? e o Massa? Você acha que ele leva a melhor sobre o Alonso ao longo do campeonato?