sexta-feira, 30 de julho de 2010

FERIDAS NÃO CICATRIZADAS

A polêmica envolvendo a equipe Ferrari causou um efeito curioso no paddock da Fórmula 1. Após a reação negativa de parte da imprensa e do público em geral contra o que foi considerado uma atitude anti-desportiva do time, a mídia espanhola iniciou uma cruzada em defesa de Fernando Alonso.

Tudo começou na coletiva após a prova do último domingo, quando vários jornalistas ingleses questionaram o valor de uma vitória ganha “de presente” e relacionaram o ocorrido com outro triunfo polêmico do espanhol, o do GP de Cingapura de 2008.


Ontem, na Hungria, o jornalista do diário “As” questionou o próprio piloto se julgava injusta as acusações de que era sujo. “Feitas sempre no mesmo idioma”, destacou o profissional. A resposta de Alonso foi impagável:


- Eu já ganhei o prêmio Príncipe das Astúrias. Isto responde à eles – afirmou, citando a prestigiada homenagem que uma fundação com sede em sua cidade natal concede anualmente à pessoas notáveis nas áreas de ciências, humanidades e assuntos públicos.


A situação chegou ao ponto da distribuição de um e-mail anônimo para todos os profissionais que trabalham na sala de imprensa da Fórmula 1, assinado por “Justiciero F1”. O documento, com versões em três idiomas, defendo Alonso... atacando Lewis Hamilton
!

“Se vocês realmente pensam que Alonso é um campeão sujo, como defendem um piloto que comete uma infração a cada três ou quatro corridas? Porque não atacam a FIA da mesma maneira que atacam Fernando Alonso”, questiona o manuscrito.


Quem vive o meio sabe que estas são apenas feridas ainda abertas de uma guerra das mídias espanhola e inglesa em 2007, quando Alonso correu ao lado de Hamilton na McLaren. Vale notar: apesar da polêmica ferrarista, espanhóis e brasileiros continuam se dando bem na sala de imprensa.

(Foto Luis Fernando Ramos)

15 comentários:

TW disse...

A verdade é que ali dentro há muita sujeira, desde que a F1 deixou de ser esporte e virou negócio.

Não acredito que alonso seja um campeão sujo, apenas acho que ele, algumas vezes, exagera em suas reclamações de prioridade nas equipes. Pra mim, é o piloto mais técnico da F1, mas teima em querer vencer no grito, quando tem talento pra vencer na pista de forma limpa.

De disse...

Quem quer ser campeão não pode proceder como uma mocinha bem comportada, todos sabemos disso.

Lewis faz jogo sujo, Alonso também, assim como Piquet, Senna, Fangio, Lauda etc etc…esses também fizeram das suas. Uns mais outros menos, é claro.

O ponto é que Alonso, ao longo dos anos esteve envolvido em vários episódios de escândalos e jamais foi punido severamente.

A briga entre as imprensas da Espanha e Inglaterra é até engraçada. Se o campeonato ficar entre os dois (Hamilton e Alonso) aí é que vai ser bom de ver.

Mas como eu já disse: A F1 morreu pra mim :-).

Arthur disse...

Essa reação da imprensa espanhola não é nem um pouco surpreendente.

Os espanhois possuem uma paixão cega pelo Alonso.Assim como os ingleses fazem com Hamilton e faziam com Mansell.

Além do mais,isso faz parte da personalidade do espanhol.
De modo geral,são megalomaníacos,orgulhosos,altivos...

E é por isso que se eu jogasse uma "pelada" com os jornalistas espanhois,entraria de rasteira no meu primeiro lance.
hahahaha

Abraço Ico!

Justiciero F1 disse...

Why don't you put all the letter? Don't be like the international press and put only what you want people to read.

Jean disse...

Ta cansativo esse monte de posts bem intencionados dando uma de moralistas: com tanta sujeira vou deixar de assistir a F1 ! etc etc...

Eu vou assistir ...tá uma festa !

O que seria da 'corrida maluca' sem o 'Dick Vigarista' quem quiser que veste a carapuça... que tal o Massa de 'cãozinho rabujento' nhé nhé nhé...., pelo nenos é uma figura engraçada.

ws disse...

Esse boizinho "Fernie" é um tremendo boçal. Acha que é o Schumacher e se diz o todo poderoso. A coisa não é assim... Na verdade a Ferrari quer fazer com o Massa o que fizeram com o Rubinho, ser acertador de carro para o Espanhou garantir-se na vida e se consagrar como o "maior de todos os tempos" ganhando inúmeros títulos. A Globo e a Fiat do Brasil não podem ficar quietas, e principalmente o Sr. Massa que tem que se espelhar em caras como Piquet e Lauda que mandavam "bananas" para seus chefes Patrick Head e Enzo Ferrari respectivamente. Tem que mostrar que é homem...

Anônimo disse...

Ico, o povo brasileiro está sendo enganado pela FERRARI-FIAT e pelo Dick vigarista SANTANDER espanhol, que vem ao Brasil obter lucros e fazem as maiores barbaridades com pilotos brasileiros, quando a Ferrari-Fiat desmoralizou o Rubens os brasileiros foram coniventes não reclamaram e agora cometem o erro novamente com o massa.
ACORDA BRASIL

Torquemada disse...

Ahhh! Eu gosto da Formula 171!

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Justiciero F1,

no publicaré su carta porque:
1) el contenido es ridículo
2) el objetivo es ridículo
3) es una manifestación anônima

Yo no necesito de esconder-me para dar mi opinión. Y la mía tu conoces leendo mi blog. Yo no sé quien tú eres, pero tu sabes quen soy yo. Se quieres, procure me en el paddock que le diré lo que pienso de todos los puntos do que se pasó el domingo mirando te en los ojos.

Gracias!

Érico disse...

Engraçado que as equipes do Alonso sempre vão parar no Conselho Mundial depois de suas armações e peripécias. McLaren, Renault, Ferrari...

Daqui de Brasília dá para cheirar o cheiro do estrume da imprensa espanhola.

marconi disse...

Ê Justiciero F1, o trem tá feio pro seu lado heim...

Fabio Mella disse...

Difícil saber quem é mais ridículo: o Fernando Alonso - o piloto que não sabe ultrapassar, ou a imprensa espanhola - encabeçada pelo o Justiciero F1.

Ron Groo disse...

A imprensa espanhola é cega, surda, mas infelizmente não é muda.

São arrogantes, pedantes e bairristas.
E olha que só tem um piloto na história do esporte. Imagina se tivesse mais que um.
Se bem que, mais um Fernando Alonso o mundo não aguentaria.
Seria formação de quadrilha.

Mauro disse...

a relação continua a mesma porque a imprensa brasileira é mais profissional e não entra no jogo sujo

Leo disse...

@injusticeiro F1:

Todos temos que concordar que em termos de braço, só tem mesmo Hamilton, Alonso, Vettel, e talvez Kobayashi nesse grid atual. Se fosse videogame, só ganhava um desses 4. Mas F1 é muito mais do que braço. Por exemplo:

* É não exagerar no botao de extra potência quando o engenheiro diz que o motor está nas últimas c 4 voltas p o final, p fazer uma ultrapassagem impossível;

* É nao queimar largada;

* É prestar atenção no safety car;

* É prestar atenção no momento de devolver a posição depois de sair da pista para fazer uma ultrapassagem em uma chicane.

Só de eventos de 2010, tem mais. Outros anos também.

A verdade é que embora o Alonso seja bom de volta mais rápida, ele é um desastrado e sempre será. Ele está na F1 há 10 anos, mas consistentemente comete erros que só são aceitáveis de um rookie. Isso é o que o previne de vencer mais campeonatos, não a imprensa inglesa.

Para compensar pela falta de consistência, ele se envolve em todo tipo de roubalheira: espionagem; acordos de bastidores; batidas intencionais; carros ilegais; etc.

Além de tudo reclama como um bebê, é grosseiro com fãs, e arrogante.

Resumindo: é um cagão, ladrão, e chorão. Por isso que apesar de ser rápido, só ganhou campeonatos quando o seu carro era o único que tinha chances.

Não tem ninguem perseguindo o Alonso a nao ser os fatos da carreira dele. Se ao invés de reclamar da imprensa ele trabalhasse para melhorar sua propria consistência, ele seria admirado por todos, assim como o Contador e o Casillas são.

Entao vamos deixar dessa babaquice de perseguição e vamos tratar o Alonso como o salafrário incompetente (apesar de talentoso) que ele é. É por isso que ninguem gosta dele.

E também vamos deixar de lado esse nacionalismo desnecessário. Nem o mínimo exigido de qualquer cidadão os pilotos de F1 fazem: são todos sem exceção sonegadores de impostos.

Por isso, quando um piloto e uma equipe cagam na cabeça dos fãs de forma desnecessária, no meio do campeonato, e de forma arrogante e atrapalhada, vamos reportar os fatos como eles são.