sábado, 23 de outubro de 2010

A OUTRA FACE

Os organizadores do GP da Coreia e os governantes da província local tiveram a humildade de iniciar o final de semana com um pedido de desculpas à comunidade da Fórmula 1 por um evento que está sendo realizado longe da condição ideal. Seria natural e necessário haver uma reciprocidade. Mas o que a maioria tem feito até agora é reclamar. No fundo, o fato mais lamentável desse evento é que a F-1 não pediu desculpas aos coreanos.

O clima de terror foi se instalando aos poucos na sala de imprensa e nos boxes das equipes ao longo do ano. Volta e meia aparecia uma publicação com uma “testemunha local” que garantia ser impossível aprontar a pista a tempo. Faltou conferir se essa testemunha já tinha reformado pelo menos um banheiro na sua vida para lhe dar credenciais de expert no assunto.

O que a Fórmula 1 encontrou em Yeongam foi um paddock cinco vezes mais espaçoso que o de Interlagos. Os boxes são amplos, assim como os escritórios das equipes e a sala de imprensa. A Internet cai de vez em quando e a instalação das linhas de rádio demorou um pouco, mas no fundo o quadro é o mesmo em muitas corridas da temporada. O que não vi nenhum jornalista citando é o esforço e a amabilidade das pessoas do Media Center, nem a incrível cantina que prepara boas refeições gratuitamente aos homens da notícia - algo que só acontece no Bahrein.

Mas é claro que os tablóides ignoram isso completamente e preferem escrever sobre “a F-1 no cú do mundo”. Pintam com cores fortes o fato da maioria das pessoas dormirem em motéis, relevando o fato deles serem limpos, confortáveis e com Internet de alta velocidade nos quartos - uma benção para uma turma que já dormiu debaixo de goteiras em algum pulgueiro perdido por Istambul.

Eu não estou num motel, apesar de ficar num lugar chamado Women’s Plaza, na foto acima. Tampouco é um hotel, mas é confortável prá caramba, quartos espaçosos, cama macia, televisão com 60 canais, Internet turbinada. Aliás, apesar de penar no primeiro hotel que fiquei em Seul, o acesso à web neste país é o mais fácil que ja vi na minha vida.

O lugar que me foi designado é, na verdade, um edifício do governo local que cuida dos direitos e dos interesses das mulheres. Principalmente das que sofrem abusos domésticos. É um centro de excelência no assunto na Ásia tanto que o último andar, o que ocupamos, costuma acomodar representantes de outros países que vêm para conhecer o trabalho feito. Maior contraste com o chororô dos motéis, impossível.

O esforço da cidade de Mokpo também precisa ser reconhecido. Numa praça em frente ao canal que a separa de Yeongam, um palco foi montado com música ao vivo, há boas opções de restaurantes de comida local e internacional e o clima é muito bacana. Mil vezes mais agitado que lugares como Silverstone e Spa-Francorchamps. Mas isso não se comenta.

A F-1 precisa entender que é ela quem gira o mundo, não o mundo que gira em torno dela. Eu também tinha ficado impressionado com o pessimismo que cercava esse final de semana e esperava pelo pior. Me enganei redondamente. Estamos aqui como convidados e a verdade é que estamos sendo muito bem tratados. Só reclama quem quer determinar o cardápio e dormir na cama do anfitrião (e, possivelmente, com a esposa dele). Mas vou aprender com a humildade dos locais e me desculpar: mianhabnida, Korea!

17 comentários:

Pedro Liguori disse...

"A F-1 precisa entender que é ela quem gira o mundo, não o mundo que gira em torno dela. "

Perfeito. Só falta o Bernie Ecclestone entender isso e descer do salto, priorizar um pouco mais o esporte ao invés da grana, mas isso é assunto pra outra hora. De todo, adorei o post, parabéns, Ico!

João Luiz disse...

Olha Luis. Concordo com você em tudo. Todos os menbros da F1 e da imprensa internacional falavam do atraso da Coreia, e que tudo podia ser uma tragedia por la. Os relatos e imagens que chegam da Asia, trazidos por voce e toda a imprensa brasileira, mostra que não houve tragedia, e aparentemente não vai haver. A estrutura tem ajustes a serem feitos, mas é uma estrutura de primeiro mundo, nova em tudo. Além do povo asiatico ser perfeccionista em tudo que faz. A FIA e sir Bernnie devem essas desculpes a Coreia sim, pelo abuso de palavras negativas que andaram soltando por ai.

Alan Barros Nogueira disse...

Aproveita Ico, como estudante de cinema, vai uma dica, tenta ver um filme se der, o cinema sul-coreano é um dos melhores do mundo.

Carol Lo Re disse...

Falou tudo!
Creio que o que pegou realmente foi a pista pq de resto os orientais fazem de tudo para serem os melhores. Se nao o são, esforçam se para se lo!
Vc está na cidade, sabe o que diz portanto, aceito e endosso.

Dé Palmeira disse...

Bom, minhas impressões foram sempre baseadas no que eu li. Ainda não conheço a Coréia mas sei que é um país de um povo muito bacana e amável.

É claro que olhando no vídeo dá pra ver que não há acabamento no autódromo e muitas coisas ainda precisam ser feitas, mas fico feliz de saber que não é o caos que muitos anunciavam há algumas semanas.

Aproveite a estadia e nos mantenha informados.

Abs

Anônimo disse...

Fala Ico,

Sobre a o acesso a internet a Korea e a segunda mais barata no mundo e tem muita qualidade.
Olha o grafico abaixo (dados de 2009):
http://i36.tinypic.com/293wmrb.jpg

Abs.
VAJr

Rogério Lima 23 Japan disse...

Parabéns pelas pelas palavras sobre a organização do GP Coreano , quando eu postei no começo do ano que a pista ficaria pronto, ninguém acreditou, é claro que não ficou 100 % . Mas a equipe da KAVO trabalhou duro mesmo nos dias de chuva forte ! Choveu quase que 40 dias e quando chove aqui na Asia é um problema sério mesmo...Aposto que no próximo ano vai ser muito melhor por ai...
Abraços

Anônimo disse...

cu, assim como tu, não tem acento.
(se os comentários forem moderados, nem publique este)

está excelente o blog, abração!

Nicholas Henrique disse...

Sábias Palavras!!...

Se o Bernie ou até mesmo os seus companheiros jornalistas lerem seu testo e tiverem a mesma impressão, podem tirar o rei de duas barrigas e agradecer o esforço dessas pessoas que fazem o possivel para transformar a suas estadias a melhor possivel...

Arthur disse...

Perfeito.

Em poucas palavras,isso é uma questão de educação.

duda disse...

parabens ico por seus comentarios, tem muita gente fresca na f1, ainda bem q existem pessoas de bom senso iguais a vc.

Anderson Nascimento disse...

Sempre achei severas demais as críticas contra um país que priva pela educação e seriedade. Parabéns pelo texto.

Alexandre Reis disse...

Só tenho uma palavra a dizer sobre este post:


BRAVO!!!


Alexandre Reis / Goiânia-GO

Guilherme disse...

Muito legal Ico. Postura e bom senso!

Rock disse...

Mandou bem Ico, esse é o papel do bom jornalista. Tentar descrever os fatos com o máximo de imparcialidade possível e mostrar todas as variáveis, os prós e os contras de qualquer situação. Os tablóides adoram uma headline e agora a notícia do momento é meter o pau no circuito de Yeongam. Esquecem no entanto de falar do período de monções pelo qual o país passou no qual choveram mais de 48 dias ininterruptos e mesmo assim conseguiram entregar o circuito á tempo para disputar uma corrida, mesmo que não nas condiçõs de projeto.
E há de se falar: essa é a primeira pista do Tilke que eu gostei e muito e vejo essa mesma repercussão positiva na grande maioria das pessoas que aconpanham F1.

Abraço Ico, parabéns pelo post e pela boa cobertura que você nos vem trazendo!

Anselmo Coyote disse...

Mandou bem demais. Pessoa nenhuma falaria isso se não fosse exatemente isso.

Juliano Messaggi disse...

Caro Ico,
Gostei bastante do seu ponto de vista.
Estive na Coréia a trabalho por 4 vezes, sempre estive nas redondezas de Seul, porém uma coisa que o povo Coreano sabe fazer é receber bem os forasteiros.
Outro ponto interessante, e que foi comentado por você, é a facilidade e a velocidade da internet. Comparar com as velocidades que temos aqui no Brasil seria vergonhoso.
O que pude ver pela televisão a coisa me pareceu muito melhor do que foi pintado por muita gente.
E se no ano que vem votlar para a Coréia e tiver um tempinho dê uma passada em no mercado de Namdaemun, aonde é uma grande 25 de Março oriental, muito divertido.