domingo, 30 de janeiro de 2011

MUITOS CACIQUES NA RENAULT

A chegada do Grupo Lotus na Renault gerou um esperado conflito no comando da equipe. De um lado, o turco-suíço Dany Bahar, CEO da montadora. Do outro, o francês Eric Boullier, chefe do time de Fórmula 1. O início dessa relação mostrou que não há muito espaço para os dois comandarem as ações e já surgem notícias de pequenos conflitos entre eles. Um certamente é em relação ao terceiro piloto do time.

Há alguns dias o time anunciou o malaio Fairuz Fauzy como piloto de testes - uma escolha sem sentido do ponto de vista técnico mas necessário para satisfazer os desejos dos chefes do grupo Próton, os donos da Lotus Cars e que são, afinal, os que assinam o cheque.

Mas havia a necessidade de um piloto de verdade. Boullier queria Romain Grosjean, seu protegido dentro do programa de pilotos Gravity. Hoje, o piloto deu entrevista à tevê francesa confirmando que realmente fará esse papel. Mas pode ser que não seja o único.

O brasileiro Bruno Senna negociou com o time com certa intensidade neste mês de janeiro. Seu nome cai como uma luva para a intenção de Bahar em associar a marca Lotus com a Fórmula 1, na sua disputa com Tony Fernandes. As conversas atingiram um bom estágio mas, de todas as fontes que eu consultei, nenhuma pôde confirmar se um acordo foi sacramentado.

A resposta teremos amanhã. Se apenas Grosjean for confirmado no lançamento do R31, saberemos que Boullier ainda tem a palavra final no time. Se o brasileiro estiver junto e com o mesmo status, fica claro que há uma divisão no comando - o que, a médio prazo, pode gerar conflitos no time. Eventualmente, Bruno pode até estar lá e com um status melhor que Grosjean, já que o francês vai disputar a GP2 e não poderá andar às sextas-feiras. O brasileiro, eventualmente, sim.

Não nos esqueçamos também na influência do grupo de russos que apoia Vitaly Petrov e coloca uma boa injeção financeira na equipe. É muito cacique para pouca tribo.

2 comentários:

Victor disse...

Que afundem no proprio ego, especialmente o Boullier.

jucavasconcelos disse...

E eu li no Globo.com algo do tipo "Senna na Lotus" e "A outra lotus que naõ tem nada a ver com a equipe que senna correu"...