terça-feira, 11 de janeiro de 2011

VAI FAZER FALTA

Com o tempo, o corrido trabalho de cobertura da Fórmula 1 acaba permitindo um contato maior com os colegas da sala de imprensa e você vai criando afinidades além do tradicional “small talk” relacionado ao cotidiano do paddock. Um dos caras que eu aprendi a admirar ao longo do tempo foi Jonathan Legard, o narrador da BBC. Foi fácil identificar que ele faz parte de uma minoria que se preocupa em comparecer ao maior número de entrevistas ao longo de um final de semana, para sempre ter a visão ampla e aprofundada que é necessária para discernir oo que é real e o que é ilusório dentre as notícias que circulam no paddock. Não há nada mais irritante do que os preguiçosos que vão às corridas, escutam os pilotos de seu país e passam o resto do dia se atualizando do que acontece nos outros espaços pela Internet. Já basta os que fazem isso desde suas casas.

Esse dinamismo era, para mim, a marca registrada dele. Sempre atuante, fazendo perguntas pertinentes e se informando de maneira meticulosa para estar preparado para as horas de transmissão que a tevê inglesa garante a seus espectadores. E ainda lhe sobrava energia para, ao final do dia, se juntar à turma dos atletas e dar uma ou duas voltas correndo pela pista. Hoje a BBC anunciou uma mudança no seu staff e ele ficou de fora. Aparentemente, as corridas serão narradas agora por Martin Brundle - um verdadeiro mala-sem-alça. Pena por Legard. Um sujeito bacana como ele vai fazer muita falta.

12 comentários:

Iraci disse...

Sempre gostei do dinamismo do Jonathan Legard !

Juliano disse...

Martin Brundle narrando??? imagine se a moda pega e a Globo coloca o Nelson Piquet no lugar do Galvão Bueno...

pas_alexandre disse...

Olha eu sempre assisto a cobertura da BBC pelos comentários do Martin Brundle, mesmo que ele seja "um mala", o cara manja muito de F1. Acho que fizeram bem, o Legard sempre me passou a impressão de querer falar tudo o que está acontecendo e sempre acabava se enrolando ou falando besteira. Agora com certeza ele é bem melhor que o Galvão!

fasterf1 disse...

Mais uma prova do poder de Brundle, que vem desde a época de ITV. Dizem que o Coulthard (empresariado por ele) vai comentar. Ico, você sabe de alguma outra transmissão com uma line-up formada 100% por ex-pilotos?

Beijo
Julianne

Ron Groo disse...

Brundle = Galvão com experiência (ma non troppo) de pista.

Daniel Gomes disse...

Engraçado vc elogiá-lo assim, Ico, porque a turba de fãs da F1 na Inglaterra dizia exatamente o contrário dele (ruim de serviço, lento, desinformado e sem carisma).

Com certeza foi muito em função disso que o tiraram da cabine de transmissão. Talvez por ser um 'outcast' na F1 é que Legard tinha que correr mais atrás das informações do que os macacos velhos do paddock...

Enfim, não tive como acompanhar o trabalho dele pq o rígido controle da FOM no Youtube aliado a apenas dois anos de transmissão fizeram de Legard um narrador "raro".

Mas de todo modo, Murray Walker e James Hunt são insubstituíveis!

Marcos Antônio disse...

Não conheço o Legard, mas o Brundle é realment euma mala sem alça! pena dos torcedores ingleses e suas transmissões...

Renato disse...

Eu sempre vejo as transmissoes pela BBC... Eu gosto desse narrador, quero ver como vai ficar sem... Pra mim o Brundle nao tem voz pra narrar.

Paulo Cunha disse...

Faço coro com o Renato, Jonathan dava a emoção na narração sem ser centralizador, escutava e acionava os outros jornalistas muito bem. Que coisa, já estou falando dele no passado! Pena, sentirei falta mesmo tendo visto apenas duas temporadas com ele.

Sobre o Brundel, Ico, acho que você está vendo ele muito de perto. Quando ele anda pela grid pré-corrida, é absolutamente estúpido. Mas tem seus méritos para um espectador de longe e não conhecedor como eu. Impressiona muito a capacidade de comentar o que acontece em uma largada, e seus palpites de estratégia, principalmente se, como eu, já se sabe o resultado da corrida.

A Julianne aponta no Faster F1 para a questão do narrador na televisão. Eu concordaria 100% com o fim do narrador se minha única experiência fosse o Galvão Bueno. Mas não é. E para quem nunca escutou a transmissão da F1 pela Band News, sugiro experimentar.

Bem entendido, tenho mil senões ao Odnei Edson que acho que sofre da mesma ufania crônica de narradores e escuta pouco. Pouco para o meu gosto. Ele pergunta com frequência, aciona todos a torto e direito e - puxa - até se desculpa por alguma trapalhada. E narra à época do rádio nas largadas e no final. E nunca dorme no ponto, até brinca com isso nas corridas realmente chatas.

De certa forma Odnei narra como o Jonathan. Com paixão. E é por isso que fiz as pazes com a narração de Odnei e escuto a transmissão da Band de peito aberto, aprendendo a escutar a opinião que não é minha.

Jonathan fazia esse contraponto ao frio e preciso Brundle. Com Coulthard ao lado, puxa, vou gravar a transmissão da Band News e tocar quando pegar as imagens na BBC...

porforadosboxes disse...

Legard é um ótimo jornalista de Fórmula 1, e um ótimo apresentador, narrador, nem tanto, as vezes ele não dá a ênfase que alguns momentos merecem. Sobre Brundle, gosto de seus comentários, e acho que ele poderá ser um bom narrador. Não o acho uma mala sem alça, mas talvez você diga isso pelo convívio com ele nos GPs, não vou defender nenhum.

Sergio disse...

Uma pena mesmo pois se ele trabalha como voce disse e nao como a maioria que caca noticia da internet e posta no site. Parabens pelo blog e pela excelente cobertura nos gps

tibone disse...

"Mas de todo modo, Murray Walker e James Hunt são insubstituíveis!" x infinito.

Com certeza as melhores transmissões que eu vi, vieram dessa dupla. Coisas como o Hunt dizendo que Nanini podia ser rápido, mas era burro (Silverstone 88) ou "tudo pode acontecer em corrida, e normalmente acontece", hehe.

Tem um site dedicado a angariar citações do Walker :
http://www.worldmotorsport.com/murray/

Vale a pena a visita para algumas risadas.


Agora, gosto dos comentários do Brundle, assim como gosto das visões do Eddie Jordan, mas não sei se o Brundle seria a melhor opção de narrador, teremos que esperar e ver.