sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

THAT’S THE WAY AHA AHA I LIKE IT

Durante uma parte do teste de ontem eu estive no miolo do circuito Ricardo Tormo para fazer umas fotos dos carros em ação. Foi justamente quando Michael Schumacher saiu com o W02 para fazer um long run. Chamou a atenção logo de cara como ele fazia a mesma curva de modos distintos: às vezes atrasando a freada ao máximo, às vezes de um modo bem neutro e limpo e, em algumas, deixando a traseira do carro escapar levemente antes de reacelerar para a reta seguinte, exemplo ilustrado na imagem acima.

Perguntei-lhe ao final do dia se essa alternância era relativa ao comportamento dos pneus, a uma eventual falta de acerto ideal do carro ou se era normal. “A tendência geral do carro deste ano, e isto vale para todas as equipes, é que ele saia de traseira à medida que os pneus vão se desgastando. As saídas de frente aconteciam como uma consequência de quando o ponto ideal de freada não era encontrado. Mas essa irregularidade no comportamento é uma questão de estilo de pilotagem e não de equilíbrio do carro”.

O velho mestre estava então apenas experimentando com seu novo brinquedo - testes servem para isso, afinal. Mas deu para ver um Michael Schumacher deveras satisfeito com o potencial do carro e, principalmente, com esta relação piloto-máquina, algo inédito desde que trocara a indumentária vermelha pela prateada. “Não há a menor preocupação com os tempos de voltas, sabemos exatamente a configuração que andamos. O que importa é que me sinto muito confortável no carro e isso me deixa muito satisfeito”.

Ao final de uma semana com gosto de escola nova, tamanhas as mudanças no comportamento do carro infligidas pela dupla mudanças no regulamento/novos pneus, uma coisa ficou clara: a F-1 em 2011 está indo mais de encontro aos pilotos que sofreram no ano passado com a falta de aderência na dianteira dos carros. Com o banimento do difusor duplo, a traseira ficou mais solta, do jeito que pilotos como Schumacher, Felipe Massa (vide post abaixo) e Jenson Button gostam - posso acrescentar nesta lista também o venezuelano Pastor Maldonado.

Até a prova no Bahrein os carros sofrerão muitas atualizações e os times terão tempo de sobra para ganhar um leque grande de possibilidades de acerto do carro para casar a tendência dos pneus com o estilo de cada piloto - em suma, dá para deixá-lo bem neutro ou mesmo saindo de frente se o gosto do cliente for esse. Mas é bom ver animada a turma que se deu mal ano passado com os compostos duríssimos da Bridgestone. Numa competição tão acirrada e com vários esportistas de altíssimo nível, esse carro de F-1 que mexe e remexe as cadeiras significa um reembaralhamento das cartas não só entre as equipes, mas entre os pilotos também.

11 comentários:

Érico disse...

Excelente post. Eu não tinha visto informação parecida com esta em qualquer outro canto por aí.

Será que agora sim teremos Schumacher vs Alonso 2.0?

Leone disse...

Muito bom, quando o Jornalista sabe do que fala, pois é piloto tambem...

Valeu Ico.

Vasconcelos disse...

Ico, com certeza vc tem a melhor cobertura da F-1! Não escapa nda. Parabéns!
Com estes detalhes dos novos carros penso q o Alonso, piloto q gosta de carros "dianteiros", terá alguma desvantagem para o Massa, assim como o Nico para o Schumacher, mas o Button tb é adepto dos carros traseiros? Desta eu não sabia. De qualquer forma não acho q a hierarquia vá mudar muito nas equipes. Ainda acho q o Alonso vai ser mais rápido q o Massa, o Nico, mais ráppido q o Schumacher e o Hamilton em cima do Button.

Blog do Júlio disse...

Eu sempre li que o Schumacher gosta de carro que saia de frente...

A traseira "mais solta" não quer dizer exatamente o contrário?


Abraços!

Anselmo Coyote disse...

Ico,

Gostei de saber que o velho lobo está satisfeito com o carro. Pressinto espetáculos.

Meu sonho de consumo é ver uma batalha palmo a palmo pelo título durante toda a temporada entre os "grandes" Schumacher, Hamilton, Button, Alonso, Nico e Kobayashi.

Obviamente os figurantes Massa, Rubinho, Vettel, Webber et caterva podem ajudar o espetáculo com um brilhareco aqui, outro ali, ou então que não atrapalhem (exceto o Vettel - esse pode atrapalhar e isso não custa muito; basta ele interferir quando o carro estiver andando).
Abs.

Dé Palmeira disse...

Cadê as fotos?

foca cruz disse...

oi Ico!
antes, benvindo 2011!
sabe, tbm tenho essa dúvida de que tal piloto gosta assim esse assado. sempre ouvi que massa, schumaker e fffettel gostam do carro saindo de traseira e o button seria a sintese do piloto que gosta do automovel escorregando de frente.
é fato?

jucavasconcelos disse...

belo titulo...

Coelho 010 disse...

ICO, se for possível gostaria que voce explicasse qual a vantagem pratica do escapamento da Renault.Um abraço!

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Julio, certeza q o Schumacher gosta mais de um carro traseiro, ele mesmo falou muito disso no início do ano passado.

Coelho, sem detalhar muito, o princípio é mais ou menos o mesmo da Red Bull do ano passado, aproveitando os gases que saem do escapamento para acelerar o ar que passa na parte baixa da traseira do carro.

Abs!

Anônimo disse...

Ico,

Está indo "de encontro" ou "ao encontro"?! Acho que você pensou uma coisa e postou outra!

Abs,

Edu