sábado, 1 de setembro de 2007

MINIATURAS – BRABHAM BT46

Ah, que saudades de uma época em que os carros de Fórmula 1 diferiam realmente entre as equipes, tendo cada um uma espécie de personalidade própria. Na foto, está o Brabham BT46 pilotado por Niki Lauda em 1978 e ganhador do GP da Itália, em Monza. Não é o BT46B, o “Fan Car”, que ganhou o GP da Suécia e foi declarado ilegal na seqüência, mas o modelo Standard. De qualquer forma, ambos os carros ilustram a genialidade de Gordon Murray, projetista sul-africano que desenhou muitos bólidos vencedores nos anos 70 e 80.

O modelo pertence ao Carlos Malfitani, na escala 1/20, imagino eu. Os detalhes são impressionantes (a alavanca do câmbio no cockpit, os freios, a suspensão traseira). Clique para ampliar. Fabricante? O Carlos responde!

6 comentários:

Fleetmaster disse...

Linda Brabham. Adoro os carros de F1 do final da década de 70 e dos anos 80. Essa tem até cinto de segurança!!!!!!! É impressão minha ou tem uma MClaren logo atrás doida para sair na foto tbm ?????

Guilherme disse...

Me parece, pelo ângulo da foto, que esse carro já tinha naquela época o bico mais alto como nos carro atuais da F1. Ou estou enganado? Ou será que essa é uma miniatura de autorama?
Ico, eu tenho alguns F1 fabricados pela Mattel na escala 1/24, Williams, Jaguar, Jordan, McLaren e a F2002 do Schumacher na escala 1/18. Pena que estão todos guardados em caixas dentro de um depósito pois o "apertamento" onde eu moro é tão pequeno que e eu tentar colocar uma prateleira que seja, aqui dentro, terei que ir dormir no corredor do prédio. Qualquer dia desses crio coragem para fotografá-los.
Abraços,

Anônimo disse...

Demais !

esse é um dos carros de F1 que mais gosto.

beleza de miniatura Carlos !

afinal qual é o fabricante ?

abs

Filipe W

Anônimo disse...

Boa tarde Ico e blogueiros !

Ico, esse é um kit Tamiya 1:20, que chegou a ser injetado no Brasil, inclusive esse que eu montei é um kit injetado aqui.

A Escala é 1:20, alguns detalhes foram acrescentados, como os cintos de segurança.

Guilherme, esse carro não possui o bico alto, abaixo da asa dianteira, se encontram os radiadores de óleo do motor.

Esse carro foi originalmente projetado, com radiadores de superfície, a idéia de utilizar esse tipo de trocador de calor, era diminuir o arrasto aerodinâmico gerado por radiadores convencionais, inclusive a versão de apresentação possuia outro bico dianteiro (posteriormente utilizado no Fan Car.

foto do BT46 na sua apresentação 'a imprensa:
http://www.forix.com/8w/6thgear/brabham-bt46.jpg

Porém nos testes pré temporada, o novo sistema de arrefecimento, não se mostrou eficiente em eliminar o calor gerado pelo motor.

Então foram adotados radiadores convencionais de óleo abaixo da asa dianteira e de água nas laterais traseiras, logo antes dos pneus traseiros.

O Fan Car surgiu, devido a impossibilidade de se realizar um assoalho com o formato adequado para se gerar o efeito solo, como nos Lotus, pois o largo motor Plano (boxer) 12 cilindros alfa Romeo impedia a realização do mesmo.

Então para o GP da Suécia, Gordon Murray reposicionou todos os radiadores abaixo da carroceria, acima do motor, e montou aquele enorme fan na traseira do carro.

Murray afirmava à FIA que o ventilador montado na traseira era para fazer o ar circular dentro da carroceria, arrefecendo os radiadores ( e de quebra gerando um enorme downforce). Lógicamente que a função principal do ventilador era gerar depressão sob o carro, gerando downforce.

Funcionou durante o GP da Suécia, as equipes reclamaram e Bernie concordou não mais utilizar o advento, voltando ao BT46 convencional.

Uma curiosidade sobre o Fan Car é que ao término do GP da Suécia, Mario Andretti, então piloto principal, da Lotus, comentou que era impossível andar logo atrás do Fan Car, pois o mesmo jogava uma quantidade enorme de detritos contra o seu lotus.

Mais coisas interessantes sob o Brabham BT46.

Foi o primeiro F1 a utilizar discos de freio de Carbono.

foi o primeiro carro a ter um sistema de comunicação, onde o pessoal de box podia enviar mensagem, como tempo de volta, ou avisos em texto, que apareciam no painel de instrumentos.

Foi o primeiro Brabham que Piquet Pilotou em sua carreira, e o primeiro brabham Alfa Romeo que Pace infelizmente não pilotou...

Grande Abraço à todos.

Carlos Malfitani.

Lucas Carioli disse...

Tenho esse modelo, exatamente igual, da mesma marca, ano e tudo o mais. E também está assim, impecável.

Ele faz compania à minha Wolf WR-1 que o Ico publicou na semana passada, hehe.

Alguém sabe se existe por ai alguma miniatura desse carro na versão "Fan-Car"?

Abraços!

Anônimo disse...

Boa noite Lucas.

Antes de mais nada, parabéns pela wolf wr1. A sua wolf também é tamiya Brasil?

A Tameo possui kit da Fan Car na escala 1:43.

Vi a alguns anos um kit da Fan Car 1:20 de resina da Model Factory Hiro.

Talvez em alguma loja do exterior vc ache o mesmo.

Grande Abraço.

Carlos Malfitani