sexta-feira, 7 de setembro de 2007

PÂNICO EM MONZA

Literalmente. Uma equipe do programa Pânico na TV veio, obviamente sem credencial, até o circuito italiano. Um dos repórteres (não sei qual, não assisto) estava vestido de torcedor da Ferrari e com um nariz de palhaço. Ao que parece, o objetivo deles é fazer com que Felipe Massa, Rubens Barrichello e Galvão Bueno encenem a dança do siri. Duvido que consigam...

o Bernie, se lhe pagassem uns mil dólares, faria numa boa.

5 comentários:

Lucas Carioli disse...

O Bernie é foda. Se lhe oferecessem uma boa nota pela mãe dele, de 103 anos, acho que vendia numa boa.

Sobre o Pânico, tens sorte de viver na Áustria um lugar de aparente gente civilizada. Este programa é um festival de tosquices sem tamanho, mas com algumas coisas interessantes, diga-se. Eles vão à festas da "alta roda" só pra debochar da cara dos pretensos "artistas" televisivos de todas as maneiras que pode imaginar. De uns tempos pra cá, resolveram implicar com o Galvão.

Então, todos na torcida: DANÇA GALVÃO!!

Abraços!

TP disse...

Eu quero é que o galvão morra.. o cara pé frio, só traz azar pros Brasucas...

Anônimo disse...

Se pagar mais uns mil dólares o Tio Bernie canta...

Wallace Michel

Capelli disse...

Eu acho o Pânico sensacional. Os caras abusam, é verdade, extrapolam muitas vezes descambando para o mau gosto.

Mas é o que há de mais criativo e revolucionário em termos de linguagem televisiva, hoje, no Brasil. Fazem uma crítica contundente à indústria de celebridades e têm o raro dom de fazer rir aquele mais chegado ao humor chulo e rasteiro e fazer pensar aquele mais letrado.

Alex disse...

Caramba, eles vão ficar mesmo no pé do Galvão, hahah

Felipe e Rubens já fizeram a dança, Ico, só falta o Galvão mesmo, hehe