domingo, 6 de julho de 2008

EM NOME DO SONHO

Reproduzo aqui a matéria que está na edição impressa do Lance! de hoje, sobre uma dupla que arrumou uma maneira peculiar para curtir a Fórmula 1 de pertinho. Confira!

+++

Qual o preço de uma chance única de viver a Fórmula 1 do lado de dentro? Para Lucas Lisboa, de 23 anos, e Fábio Moscardo, de 20 anos, é o de esvaziar latas de lixo e manter os sanitários limpos – e ainda ganhar por isso. Os dois jovens de São Paulo estão passando um período em Londres para aprender inglês e não titubearam quando surgiu a chance de trabalhar na equipe de limpeza do Grande Prêmio da Inglaterra.

- A gente faria qualquer coisa para viver a Fórmula 1 em Silverstone. Já viajamos pra muitos lugares, mas nada tão incrível quanto este aqui, pelo clima, a proximidade com o piloto e as equipes. Apesar do trabalho duro, a gente está dentro de tudo o que acontece. Nem em Interlagos, onde eu moro, pude viver isso – contou Moscardo.

A dupla aproveita cada segundo da oportunidade: já tiraram fotos ao lado dos pilotos e até ganharam dos mecânicos a chance de segurar e estudar as rodas e outros componentes dos carros. Apesar disso, os jovens não acreditam que vão repetir a dose no ano que vem.

- Está sendo apenas uma experiência. Fiz coisas que eu nunca imaginei que faria neste trabalho e está sendo tudo muito legal. Mas eu vou voltar para o Brasil para terminar os estudos – explicou Lisboa, que faz faculdade de administração de empresas. Moscardo, estudante de publicidade, também fará o mesmo.

4 comentários:

Max disse...

falar em sonho: acabei de me mudar para os EUA e, assim que deu, assinei a rede de TV a cabo SpeedTV para continuar a acompanhar as corridas. Desde que vim para cá perdi boas corridas, e já não aguentava mais.
Pois bem.
Ontem, acordei as 6 da manhã e acompanhei os treinos de classificação. Feliz da fica, coloquei o despertador para as 05:50 da manhã de domingo, acordei, liguei a TV, o computador para ouvir a transmissão pela Band e... nada.
A Speedtv passa um programa de recuperação de muscle cars antigos.
Dá para explicar a cabeça desse povo?

Sergio Dantas disse...

Max, faz parte... moro tbm num lugar do mesmo estilo, no Caribe. Dica? Compre uma slingbox e instale no Brasil. Não é a melhor coisa mas ajuda. ;)

Mas o que ia falar era sobre o que estes 2 estão fazendo... estão mais que certos. Fui "intérprete" da Williams durante 2 anos no Brasil. Só para estar lá... e na verdade até quebrava o galho nas traduções, mas era mais um hanyman (faz-tudo), limpando a carenagem, varrendo os boxes e o que fosse. Hoje, olho para trás e tenho boas lembranças. Trabalhei lá com 2 duplas: Mansell-Patrese e Prost-Hill. Me diverti, trabalhei muito, ganhei pouco, mas valeu cada minuto!

Abs,

Priscilla Bar disse...

Gente e como faz pra arranjar esse "manjar dos Deuses".Por ag^necia de emprego?!

Eu faria encantada.Parabéns aos dois

roberto z disse...

Para assistir F1 usem o link: http://www.coresworld.net/F1/

Passa a corrida inteira, treinos, entrevistas com imagem boa.