quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

FOTO DO DIA – GP DO MÉXICO DE 1965

A primeira vitória da Honda na Fórmula 1 não poderia vir em melhor estilo. No encerramento da temporada de 1965, no México, Richie Ginther era o terceiro do grid e pulou para a ponta no momento da largada. De lá não saiu mais, conquistando sua primeira vitória, a da equipe e também a da Goodyear na categoria. No pódio, festejou com Yoshio Nakamura, o homem que comandou, ao lado de Soichiro Honda, a introdução da empresa na produção de automóveis. E liderou a equipe na Fórmula 1. Sua alegria irradiante no pódio é inigualável. O cabelo das mocinhas ao lado, também. Clique para ampliar!

6 comentários:

Henry disse...

É uma Pepsi que ele está bebendo, ICO?

Muita gente tem me alertado em não misturar a atual direção corporativa (cabeça dinossauro ou cabeça especulossaurum financeirum) com a história da HONDA na F1.

Espero que essa HONDA passe e venha uma com dirigentes que respeitem a categoria.

1abraço

Anônimo disse...

não sabia que ele era anão...

Caio

Thiago Lemos disse...

auhaahu
não, ele não era anão não (!!!)


mas era baixinho, como se pode ver na foto abaixo

http://www.ddavid.com/formula1/images/ginther2.jpg

o bruce é menor que ele ainda - deve ser mal do nome, né Dickinson? :p

Goitacaze disse...

Ele tá parecendo um anão nessa foto, será que por causa do ângulo da imagem?

Anônimo disse...

KKKK....
O Caio é foda!
Tá parecendo anão mesmo.

O Nakamura devia estar muito feliz mesmo ,ele era muito criativo e meio maluco ,mesmo este Honda de 65 era pouco convencional ,tinha um motor transversal traseiro e V12!

Jonny'O

Anônimo disse...

É o ãngulo da foto sim, e pelo ângulo da lente utilizada, de 50mm para menor, todas deformam o corpo humano na maior parte das situações.

Não sabia que ele tinha liderado a corrida de ponta a ponta. Grande feito eu acho.

do Amaral