terça-feira, 9 de dezembro de 2008

SAUDAÇÕES AOS CAMPEÕES

Acompanhei a trajetória de Ricardo Maurício na Fórmula 3000 de perto. Bem de perto, na verdade. Na época, eu já morava na Áustria e redigia os textos para a assessoria de imprensa do Enrique Bernoldi, seu companheiro de equipe na Red Bull Junior Team. Volta e meia, encontrava os dois em Graz ou em Salzburg, para jogarmos tênis e darmos boas risadas. Eu curtia viver as aspirações de dois pilotos jovens e rápidos tentando ascender à Fórmula 1. Eles, a companhia de alguém do distante Brasil, que quebrasse a dura rotina de preparo físico, viagem e competição acirrada em que viviam.

Bernoldi acabou chegando lá em 2001. Foi o primeiro do programa de jovens pilotos da Red Bull a entrar na F-1, uma aposta pessoal de Helmut Marko. Nada contra Bernoldi, mas não me conformo até hoje que a Mauricio jamais foi dada uma chance para testar na categoria. Afinal, o primeiro pódio da Red Bull Junior Team foi dele, na Hungria em 2000 (eu estive lá e fiz a foto acima). Seguiram outros três pódios em 2001 e mais um no ano seguinte. Ele fez por merecer.

O “Little Man”, como era chamado pela equipe, não desistiu. Ainda tentou permanecer na Europa, ganhando o título da F-3 Espanhola em 2003. Depois, foi para o Brasil correr na Stock e mostrou uma adaptação bem rápida à categoria, mais do que muitos colegas seus também oriundos dos monopostos europeus. O título deste ano mostra que ele vai andar entre os primeiros por muito tempo ainda. E que quando falam no ótimo nível dos pilotos da categoria, não é exagero não. Ricardinho é um nome que ajuda a puxar a média lá prá cima. Um pilotaço.

Parabéns, campeão!

+++

Falando em campeões, impossível não deixar de citar o sexto título nacional do São Paulo. Para mim, foi o primeiro desde 1977 em que não vi nenhum jogo ao vivo. Uma grande pena. Mas valeu pela bonita virada promovida pelo time a partir do meio de agosto. Falam que o tricolor não ganhou o título, mas sim que Grêmio e Palmeiras o perderam. Acho que 18 rodadas sem perder são uma boa resposta à esta teoria. Aqui, como na Stock, um título merecido.

Parabéns, hexacampeão!

4 comentários:

Rodrigo Mattar disse...

Que fique registrado: em quatro jogos contra o Fluminense, duas vitórias do tricolor das Laranjeiras (o legítimo), um empate (carimbando a faixa do hexa) e uma derrotinha de 1 x 0.
É... a freguesia tá mudando de lado.
Saudações tricolores!

Henry disse...

Ico,
Você também já tem história, heim?
Vai registrando tudo aí para daqui há uns anos lançar sua ICO(no)grafia...

1abraço

Santos disse...

Emocionante o título TRICOLOR lol

Arthur disse...

O São Paulo mereceu pelo planejamento que tem,ao contrario do meu Vasco que chegou ao fundo do poço...

Será que o Ricardo Mauricio ia fazer um papel mais bonito que o do Bernoldi?Acho que não, pelo declinio que as equipes patrocinadas pela Red Bull entraram a partir de 2001(Arrows e Sauber).

Abraço.