sexta-feira, 22 de maio de 2009

QUE SUPER-PODERES SÃO ESSES?

Romain Grosjean venceu hoje a principal atividade de pista hoje em Mônaco, a primeira corrida da GP2 no final de semana. Foi tão fácil quanto a pole conquistada ontem. Na classificação, três de suas quatro voltas lançadas foram mais velozes que a melhor do segundo colocado. É muito, principalmente numa categoria com igualdade de equipamento e com pilotos de bom nível. Não é à toa que o suíço-francês (ele nasceu em Genebra, mas corre com nacionalidade francesa) tem feito pose de super-herói para comemorar suas vitórias até agora. No campeonato, tem 31 pontos em 33 possíveis. E teve o seu companheiro Vitaly Petrov completando duas dobradinhas: a de hoje e a da abertura do campeonato na Espanha. Um início realmente impressionante da equipe Barwa.


Tão impressionante que o clima no paddock da GP2 é o de uma revolta resignada. Chefes de equipes, pilotos, mesmo jornalistas estrangeiros na sala de imprensa afirmam que se trata de um jogo de cartas marcadas. Mas sabem que é impossível provar qualquer coisa.


Segundo eles, a idéia seria garantir o título para o francês de qualquer maneira, o que garantiria sua promoção para a Fórmula 1. Grosjean tem sua carreira gerenciada por Flavio Briatore e Bruno Michel, os homens-fortes no comando da GP2. E o interesse que ele desperta na França é muito grande.


Este mesmo descontentamento dos adversários em relação a um possível tratamento diferenciado havia sido registrado quando o piloto levou o título da GP2 Asiática em 2008. E há quem diga que ele perdeu a série principal do ano passado por pura incompetência, porque também teria um carrocom super-poderes” à disposição.


Olhando de fora, fica realmente difícil de julgar. Mas eu confesso que, no treino de classificação ontem, realmente fiquei com a pulga atrás da orelha com a moleza que foi para Grosjean. Ele passou a maior parte da sessão com um segundo de vantagem para o resto. Fez tudo parecer fácil demais.


Mas nãopara uma suspeita virar uma verdade absoluta e acho que ninguém nunca saberá se o francês realmente teve sua vida facilitada. Melhor esperarmos sua entrada na Fórmula 1 para avaliar melhor sua real qualidade. Que ele vai entrar, eu tenho certeza.

14 comentários:

Marcelo Urânia disse...

Ico, e aquela cara de "tô puto mesmo e daí?" do Di Grassi no pódio... foi mais pelo carro dele não andar o quê as Barwa tão andando ou já existe um certo descontentamento tb por parte dos pilotos?

obs: "barwa" bem parecido com "brawn", ein! :)

Mauricio Neves disse...

Também ia falar da cara de poucos amigos do Lucas. Outra coisa: notaram o patrocínio RIO 2016 no carro do Valério?

Tohmé disse...

Sei não, sei não. Tá certo que a politivagem corre solta, mas essa teoria da conspiração tá me parecendo exagerada.
Será que o francês não é realmente superior?

Diogo Guilherme disse...

Será que o francês é assim tão superior? E o seu companheiro de equipa, o Petrov, aprendeu agora a conduzir assim do nada? O ano passado estava na mesma equipa...
Pode até ser teoria da conspiração mas que tudo isto é muito estranho la isso é verdade.
Abraços de Portugal.

Verde disse...

Sim, é esquisito.

Eu acompanho a GP2 desde seu primeiro ano. E sempre estranhei como pilotos Renault sempre se deram bem de alguma maneira.

No primeiro ano, a Arden teve um supercarro para Heikki Kovalainen.

No segundo, foi a vez de Nelson Piquet.

No terceiro, Lucas di Grassi.

No quarto, os escolhidos foram Romain Grosjean e Ben Hanley, este último correndo na Campos. Hanley caiu fora após má performance e Lucas di Grassi entrou no lugar.

E em 2009, Grosjean novamente. O estranho é que a Campos, nos seus dois primeiros anos, era disparada a pior equipe do grid. Hoje, como Addax, é a melhor. Incrível, não?

As suspeitas de um motor mais potente na GP2 Asia em 2008 eram fortíssimas, mas nada foi provado.

De qualquer jeito, boa sorte a ele. Guia bem e anima as corridas da categoria. Categoria essa que, infelizmente, pode perder sua até então enorme credibilidade, algo que a saudosa Fórmula 3000 Internacional nunca teve.

Marcelo disse...

Olha Ico, infelizmente acho que está havendo sim um favorecimento ao francês e digo mais, acho que aconteceu o mesmo com o Nelsinho Piquet na temporada de 2006, e o resultado esta aí na F1 para ser comprovado.

Ron Groo disse...

Em se tratando de Briattore, tudo é possivel.

Victor disse...

Ou pode ser puro choro de perdedor.

Anônimo disse...

Esse negocio de monomarca é uma grande ilusão ,sempre terá a melhor equipe ,e não é dificil o melhor engenheiro de pista + equipe mais rica + melhor piloto = disparate.

Essas categorias de base não servem hoje para mostrar quem é quem e o pior é que acabou com a renovação de projetistas ,um engenheiro antes começava fazendo F-ford passava para um F3 e chegava na F2 ou trabalhava na Cart que era multimarca .

Por isso que já faz mais de 20 anos que só Byrne ,Brawn e Newey sabem fazer carros regularmente o resto acerta ou erra a mão na sorte.

Jonny'O

Misael disse...

Será que mais alguém aí notou que na parada do Petrov nos boxes a Addax demorou bem mais que na do Grosjean.

O Petrov estava grudado no companheiro de equipe e depois das paradas ficou bem pra trás.

Logo que vi a parada do Petrov (que parou antes do Grosjean) percebi que a equpe pareceu "não se esforçar" muito.

Como dizem. Para se vencer o camponato é preciso antes de mais nada bater o companheiro de equipe. E a Addax parece estar fazendo força para o francês conseguir isso.

Marcos Antônio Filho disse...

Briatore? Não duvido nada que ele possa fazer isso.

Fabio Almeida disse...

Sehr gut, Ico. GP2 e F-1 são circos europeus, é muita inocência não imaginar favorecimento aos pilotos deles. Parabéns por postar isso.

Filipe disse...

Olha na boa, o Briatore nunca arriscaria a credibilidade de uma série no qual ele tem grandes interesses financeiros por conta de um piloto que quando chegou nela já tinha vaga garantida a medio prazo na F1. Agora a julgar pela tentativa de assassinato do Zuber hoje tem gente no paddock que acredita nesta ideia maluca.

Becken Lima disse...

E o cara bateu...que boca hein Ico!!! Rsrsrsrrs.