sexta-feira, 12 de junho de 2009

A LUTA CONTINUA

De positivo, o fato da FIA ter incluído o nome dos dez times que disputam o atual campeonato na lista do ano que vem. Mas eu realmente havia estranhado a inclusão de Ferrari, Toro Rosso e Red Bull entre as inscritas de forma incondicional pela FIA. Pelo jeito, foi alguma manobra malandra de Mosley, que as três equipes soltaram comunicados que correm no ano que vem se algumas premissas forem atendidas.


A incerteza continua por pelo menos mais uma semana. Aiaiaiai...

5 comentários:

Speeder_76 disse...

A luta continua! De facto, acredito que o Tio Max accionou as clausulas dos contratos para "aprisionar" estas equipas. É obvio que Mosley quer fazer tudo para destruir a FOTA e ganhar esta guerra. A todo o custo.

Ylan Marcel disse...

Vai dar merda. As montadoras não querem o teto e as novas equipes só entraram por causa dele. Alguém vai rodar...

Eu sei oq vc fez no chucapol passado disse...

E se fizerem uma nova categoria... quem vai correr lá?
A Renault não fica até o fim.
A BMW aguenta mais 2 anos tomando pau da Ferrari
A Toyota aguenta estourando mais 2 anos despejando dinheiro e perdendo
A Mercedes fica se estiver competitiva.

E aí?
Vai ser uma DTM de Ferrari e Mclaren? Pq duvido que Toyota, BMW e Renault continuem despejando o dobro do dinheiro atual para fazer carros e bancar um campeonato ao redor do mundo.
Perder para a Ferrari 3 anos tdo bem, mas a história mostra, que a vida das montadoras na F1 é de entrar, ficar uns 5 anos e cair fora.
Basta ver que só este, além da Honda... todas as demais, exceto Ferrari disseram que poderiam abondonar a F1. No fundo a F1 precisa dos garagistas pq eles correm até as empresas falirem.

Montadoras têm 6 grandes no mundo, já garagistas há vários. A verdade é que BMW, Renault e Honda seriam muito mais bem sucedidas se concentrassem-se só em fabricar motores.

Se dessem os 250 milhões que torram p/ Frank Williams e p/ Andrew Newey, o carro andaria nas cabeças

Herik disse...

Essa história está enchendo o saco. Estão precisando é arrumar uma forma de colocar Max, Bernie e afins para correr. Já passou da hora de chamar o Cap. Nascimento para essa turminha.

Mas Ico, como fica a situação da FIA em relação às montadoras quando o assunto vai além do automobilismo? Muita gente se esquece que a FIA não cuida só de F1 e outras corridas de carro, mas também de indústria automobilística, segurança veicular com a NCap... Essa briga entre Max Mosley e fabricantes ficará só no âmbito "esportivo"?

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Herik, a briga já está atingindo essa área automotiva também: uma associacao que reúne diversas montadoras européias já soltou um comunicado criticando Mosley pelo que está acontecendo na F-1. Claro, ela reúne as montadoras q estao na categoria e sao claramente pró-FOTA, mas a pressao em cima dos presidentes de automóveis clubes é justamente para minar o ponto mais forte de sustentacao de Mosley.

Abs!