sábado, 22 de agosto de 2009

McLAREN VERSUS RUBENS

O treino de classificação do GP da Europa nos trouxe uma série de respostas para o sempre confuso cenário da Fórmula 1, vamos à algumas delas:

- O crescimento da McLaren desde a Alemanha tem base, já que o time tem se saído bem em pista em pistas com características diferentes. E o KERS é uma vantagem especial neste circuito de Valência, que une freadas bruscas, retas longas e pistas largas.

- Mas quem aparece com a melhor estratégia para a prova de amanhã é Rubens Barrichello (confira os pesos aqui). O brasileiro deve parar na volta 19, três (ou até quatro) depois de Hamilton e Kovalainen. Tive a rara chance de perguntar ao inglês no cercadinho da mídia eletrônica (rádio quase nunca tem vez) sobre sua estratégia para bater o brasileiro. Sua resposta denota: se não for no primeiro stint, vai ser difícil. “Vai depender da largada e de abrirmos uma boa vantagem no início. A Brawn está muito rápida, mais que a gente. Com o KERS a gente equilibra um pouco, mas ainda assim eles tem vantagem”, admitiu.

- Dá para depreender disso que o papel de Kovalainen amanhã será fundamental. Com a posição ameaçada no time (que tem Nico Rosberg liderando uma fila de candidatos), fazer o papel de “goodfella” e segurar quem vier atrás nas primeiras voltas pode ser um argumento importante para salvar seu emprego. Porque, na largada, é difícil imaginar alguém ultrapassando os carros prateados.

- A Brawn recuperou aqui um pouco da forma do início arrasador de temporada. Resta saber o quanto disso é relativo ao circuito estilo “stop & go” e ao clima muito quente valenciano. Christian Horner, da Red Bull, torce para que seja justamente isso. A resposta, neste caso, só na semana que vem em Spa, onde sobram curvas de alta e vai estar frio.

- Sobre Luca Badoer: o erro já foi constatado, resta tentar entendê-lo. O italiano foi uma solução de emergência para o problema que impediu a volta de Schumacher às pistas. E se tornou, ele próprio, um problema. Resta ir atrás de uma solução. O alemão está fora, não volta às pistas neste ano nem se quisesse – e virem a página se lerem o contrário. A esperança reside no tempo de recuperação de Massa, algo que só se decidirá em setembro. Badoer corre também em Spa, e dificilmente dará o salto de performance que a equipe precisa que ele dê. Se a volta do brasileiro for postergada para o ano que vem por motivos médicos, aí sim a Ferrari pode ir atrás de um substituto para o substituto do substituto.

- Em cima dessas informações, comente e aposte: quem vai vencer a prova de amanhã?

13 comentários:

Nervoso Descansado disse...

Grande Ico! Acho que Hamilton, Kova e Rubinho não pega o 3º - o RB vai melar a corrida do brasileiro na estratégia. A menos que algum alien tenha sequestrado o cara e colocado um robô no lugar.

O'Malley disse...

eu andei lendo o que parece ser um delírio pachequista, mas vc acha que há chances de a Ferrari tentar trazer um piloto que estava em atividade - o Nelsinho, por exemplo?

Anselmo Coyote disse...

Ico,

Boa a idéia de chamar o Nelsinho. É claro que ele está melhor que o Badoer e sempre esteve melhor que o Bourdais.

Quem ganha amanhã... hummm. Hamilton ou Raikkonen (acham que estou louco? eu também). Mas os palpites são esses.

Abs.

José Inácio Pilar disse...

Relação piloto/vagas pra 2010
Vão faltar vagas pra tantos pilotos, senão vejamos:

Quem já tem, em tese, vaga garantida:

Massa;
Alonso;
Hamilton;
Rosberg;
Button;
Vettel;
Webber;
Buemi;
Grosjean;
Sutil;
Glock (se a Toyota correr em 2010);
Alguersuari.

Quem tem muita chance de conseguir vaga para 2010:

Kubica;
Kovalainen;
Raikkonen;
Barrichello;
Piquet;
Heidfeld;
Nico Hulkenberg;
B. Senna;
Trulli (Talvez se aposente?).


Quem quer correr e tem menos chances (segundo meus critérios olísticos):

Vitaly Petrov (boatos dizem que ele já estaria na Campos F1);
De La Rosa (boatos dizem que ele também já estaria na Campos F1);
Di Grassi;
Nakagima (se a Toyota sair da F1 e portanto da Williams ele estaria na rua);
Fisichella (deve ser dispensado da Force-India, mas deve se aposentar)
Klien;
Villeneuve;
Wurz;
Sato;

Agora vejam, ainda que a BMW saia e alguma assuma e se a Toyota sair, imaginemos também que outra assuma, mantendo portanto o mesmo numero de vagas, seriam 26 lugares para 30 pilotos

Num primeiro grupo, 15 já estariam estão garantidos ou praticamente garantidos, (os 12 primeiros + Kimi, Kubica e Kovalainen, que certamente terão vagas se quiserem correr em 2010).

Então sobrariam 11 vagas para 19 pilotos. Se Kimi for para o Rally, sobrariam 12.

Desses 19 pilotos restantes, vejo bem pragmaticamente chances reais para Barrichello, Heidfeld, Piquet, Senna, Hulkenberg e Trulli, partindo do presuposto que eles vão querer correr em 2010, logicamente.

Além desses, já num degrau mais abaixo, vejo Nakagima com chances SE ele tiver dinheiro em patrocínios para uma equipe pequena, novata. Alem dele, segundo os boatos (sempre eles) De La Rosa e Petrov devem conseguir lugar também na Campos F1.

Correndo por fora, esperando uma zebra, vejo, nessa ordem:Di Grassi, Fisichella, Klien, Villeneuve, Sato e Wurz.

O que você acha Ico?

Eduardo Gaensly disse...

Hamilton ganha, fácil fácil...

Como dizem por aí, "O campeão voltou!"

Anônimo disse...

Acho que a corrida é do Hamilton, Barrichello, pra ter uma chance, teria que assumir a ponta na largada, algo muito difícil dada e eficiência do Kers na largada.

Acho que a Ferrari deveria dar um jeito de contratar ou Piquet ou Sebastian Bourdais para correr em Spa, acho que eles não deveriam arriscar com Gene ou com outro piloto de testes que seja. Acho que a Ferrari tem que contratar um piloto que tenha guiado um carro de 2009.

O Bourdais não é lá grande coisa mas conhece o motor e cambio da ferrari, acho que seria a melhor opção. Qualquer um dos dois correria até de graça.

Anônimo disse...

Abraço,

Sidinei Gadelha

Ridson de Araújo disse...

encontrar um substituto para o substituto do substituto foi ótimo. Mostra também o quanto a Ferrari não tem uma visão grande de campeonato este ano...

P/ mim, a corrida está entre Hamilton e Barrichello. O ritmo da Brawn pode ser fundamental para a corrida, já que não se sabe como a MacLaren vai tratar seus pneus.

Quem quiser conferir os comentários, acessem o Historias e Velocidade..abraços

http://historiasevelocidade.blogspot.com/2009/08/gp-da-europa-pesos-e-pitacos.html

FcoCarlos disse...

É díficil apontar o Rubinho para vencer, apesar das circunstâncias serem bem favoráveis a ele porque tem Kers ali na frente e Kovalanein pode ser orientado a segurá-lo no circuito sem muitos pontos de ultrapassagem e por outras zicas que só acontecem com ele mesmo. Porém, pelo menos, ele mostrou bastante atitude e meteu o pé mesmo, tomara que amanhã ele assim o faça...sem "problemas nos freios", "sem ponto morto na largada"...

LeandroSpectreman disse...

É chato chegar à conclusão de que tudo depende praticamente da largada. Vamos ver se o Barrichello pelo menos mantém a posição e anda perto dos carros de Hamilton e Kova. Mas acho que a Brawn vai mexer na estratégia e ferrar o Rubinho de novo!

Juliano Messaggi disse...

Apesar da melhora da Mclaren e o Hamilton com um carro com uma distÂncia entre-eixos menor as características do traçado e o clima favorecem a Brawn.
Quanto ao substituto da Ferrari mesmo que eles queiram colocar o Nelsinho, teoricamente, o manager dele é o Briatore, será que impediria uma ida do brasileiro para a Ferrari para substituir Massa?

Celso Vedovato -Salvador-Bahia disse...

Vou torcer para o Rubinho amanhã, ele tem feito boas largadas e já surpreendeu nesta temporada. E para a Ferrari chamar o Nelsinho.
Alguém já disse no twitter, que houve troca de emails entre Nelsinho e Ferrari, aparantemente do piloto para a equipe, mas pode ser apenas boato.

Luiz Carlos disse...

Juliano, tu acha que a essas alturas os Piquet estão dando trela ao que Briatore permite ou não permite?! :)