quinta-feira, 24 de setembro de 2009

NICO E O MERCADO DE PILOTOS

A coletiva de hoje teve um momento tão divertido quanto significativo. Nico Rosberg e Lewis Hamilton foram perguntados sobre a possibilidade de serem companheiros de equipe na McLaren no ano que vem. O alemão deixou de forma surpreendentemente clara que está adorando a idéia, relembrou como foi bom quando correram na mesma equipe de kart e que gostaria de repetir a dose no futuro. Hamilton baixou a bola, falou que os dois tem uma boa relação, mas que está “satisfeito como as coisas estão na equipe agora” – ou seja, com um ninguém como companheiro de equipe. Nico ouviu, pensou uns cinco segundos e soltou o que todos no paddock sabem. “Não me pareceu muito positivo da parte dele, Lewis não está animado com isso...”


Todos riram, até mesmo Hamilton. Não é de hoje a notícia que seu pai age com firmeza nos bastidores da McLaren para impedir que o atual campeão do mundo tenha um companheiro de equipe forte. Mas a cena da coletiva mostra que Rosberg ainda deseja essa vaga. Embora seu nome tenha sido ligado à Brawn nas últimas semanas (como um pedido da Mercedes-Benz), o alemão quer mesmo se sentar num dos carros prateados. Para pessoas mais próximas, confidenciou ter mais confiança em uma equipe que sempre disputou o título do que em uma que pode estar apenas vivendo um verão feliz.


Como discutido nesse post, Nico Rosberg é uma das peças-chave do dominó do mercado de pilotos. A união Alonso-Ferrari é que nem casamento em último capítulo de novela, todo mundo sabe que vai acontecer. Resta saber agora para onde vai o alemão da Williams – e também o que será de Kimi Raikkonen. Ambos candidatos fortes à vaga da McLaren. A declaração pública de interesse de Rosberg mostra que o quadro na Brawn deve continuar incerto por mais tempo – Ross não nasceu ontem e está fazendo com o que o foco fique apenas na disputa pelo título, ciente que tem tempo para decidir sua dupla de pilotos mais para frente. Até porque está satisfeito com a atual.


Hoje, Daniele Morelli, o empresário de Robert Kubica foi visto saindo do hospitality da Renault com sua pasta de negócios na mão. Tudo encaminha para que o polonês defenda a equipe no ano que vem. Mas a equipe sofreu dois duros golpes com o anúncio da saída imediata dos patrocinadores “ING” (o principal) e “Mutua Madrilena”. Ambos sairiam no final do ano de qualquer jeito, o primeiro para deixar a Fórmula 1 e o segundo para seguir Fernando Alonso em Maranello. Mas o anúncio público de condenação do episódio de Cingapura foi outro golpe duro para a imagem de uma equipe cambaleante.


Vale ficar de olho se a Renault vai sobreviver o inverno como equipe de Fórmula 1. Quem passou pela fábrica de Enstone recentemente foi David Richards. E não teria sido para se candidatar ao posto de chefe da equipe. Ele estaria negociando para comprar a vaga e a estrutura do lugar para colocar seu projeto Prodrive-Aston Martin em marcha.


Outra notícia quente de Cingapura diz respeito à equipe Williams. Ao contrário dos sinais dos últimos meses, o time estuda agora renovar seu contrato com a Toyota. Pode ser por uma questão puramente econômica, com a possibilidade de pagar a conta com o cheque-ambulante Kazuki Nakajima. Mas pode ser outro indício de que o futuro da Renault, a fornecedora que a Williams queria, é realmente incerto.


Com tantas dúvidas quanto à existência das equipes ou aos motores que elas vão usar, o mercado de pilotos anda efervescente como nunca esteve numa época tão tardia da temporada. E a tendência é que a maioria das decisões fique bem mais para frente, possivelmente nos primeiros meses de 2010. Numa pré-temporada com testes limitadíssimos, este quadro vai garantir assunto suficiente para preencher todo o noticiário.

11 comentários:

Fleetmaster disse...

AS peças vão se encaixando aos poucos...
REsta saber quem vai fazer o primeiro movimento deste xadrez.

Daniel Gomes disse...

Por paradoxo que possa parecer, quanto mais tempo demorar a dança das cadeiras, melhor será para o Barrichello, que vai se tornando um verdadeiro coringa em tempos de testing ban.

Pai Dinoh disse...

Concordo com o Daniel Gomes.

Agora, se o Kimi for pra McLaren vai dar um calor no Lewis e não adianta cara feia do papito... Vai ser uma pu... briga e Massa x Alonso tbm não vai ser facil...

marconi disse...

Ico, e esse papo do Barrichello na Williams. Procede?

Anselmo Coyote disse...

Ico e amigos,

Kimi na Mc Laren, já! É o que eu gostaria de ver.

Brigar com ele é o mesmo que brigar com um poste.

Não dá a mínima, não se envolve em escândalos e polêmicas, não se mete na vida alheia, não sacaneia o colega de equipe (com a palavra o Massa) mesmo sendo o primeiro piloto.

Gostaria de ver.

Abs.

Arthur disse...

O Sutil praticamente confirmou sua permanencia na Force India.
Isso deixa a disputa apenas entre Kova-Nico-Kimi.De qualquer forma os dois finlandeses terão vaga na F1.Com tantas equipes novas ninguém vai recusar um piloto da McLaren.

O que pode atrapalhar o Kimi é o seu salário.Se não for para a equipe inglesa,qual outra equipe teria dinheiro para arcar com o seu humilde salário???

Prodrive-Aston Martin?!?!?!?!?!

Seria a equipe Prodrive com motores Ford???
Que isso?Quanta bomba!!Esse final de ano vai ferver no paddock da F1!

Arthur disse...

Vou aproveitar o assunto colocar como acho que vai ficar o mercado.

Brawn GP - Button;Barrichello
Red Bull - Vettel;Webber
McLaren - Hamilton;(Nico/Kova/Kimi)
Renault - Kubica;Grosjean(???)
Force India - Sutil;Liuzzi
Williams - ??(Raikkonen);Hülkenberg
Toro Rosso - ????;????(Alg;Buemi)
BMW(Lotus/Sauber..) ???;??/Heidfeld
Campos - de la Rosa(???);????
Manor - Klien/Davidson/Carroll;????
Toyota - Glock;????
USF1 - ????;????(Wurz/de la Rosa)
Ferrari - Massa;Alonso


O que mais impressiona são as vagas em abertas e que só serão ocupadas com a movimentação do mercado e a quantidade de pilotos bons e que podem ficar de fora.(di Grassi,Pizzonia,Senna,Sato,Chandhok,Di Resta,Summerton,Trulli,Piquet...)

Bruno disse...

Legal a entrevista do Raikkonen no f1.com

http://www.formula1.com/news/interviews/2009/9/9975.html

Às vezes ele parece o "regular everyday normal guy" que corre na F1.

Fernando Mayer disse...

Ola Ico e Amigos!

Eu acho o Kimi Raikkönen um baita piloto. Não por acaso foi campeão do mundo naquela virada fantástica pra cima do TrapaLewis. Mas sinceramente nunca me acostumei em vê-lo na Ferrari. Sempre achei que fosse parecido com um estilo mais "Inglês" de ser. Muito sério, introvertido, pra não dizer sem sal/sem açucar. A Mclaren, a Williams tem mais este jeitão. Independente do perfil do cara ele merece um lugar legal pra trabalhar. Se não fosse tão caro seria bom saber como ele se sairia na Williams. Ele traria experiências de outras duas Gigantes da F-1 e talvez poderia acrescentar muito na equipe de Grove ao contrário do Rosberg que desde que chegou na categoria só andou de Williams e já faz tempo que está merecendo um carro que lhe traga condições de conquistar algo melhor, pois, habilidade ele tem e eu creio que ele seja capaz de fazer um papel muito melhor do que o Ruimk Kovaleinen que ja deu o que tina que dar na Mclaren. Quanto ao Hamilton, que tem um pai medroso, está se tornando um verdadeiro Alonso no que diz respeito a polêmicas. É um tal de trapaça pra prejudicar o Trulli ali, o caso de espionagem dali... sei não. Os últimos dias nos mostraram que filinhos de papai mimados dentro da F-1 ficam pelo menos com a imagem arranhada quando fazem bobagens imaturas dentro e fora das pistas. Ele já não é um novato, e ainda por cima é o atual campeão. Muito competente está levando o carro nas costas mas precisa colocar a cabeça no lugar e lembrar que ele ainda precisa se sobressair na hora da dificuldade, pois, até agora teve todo o apoio da Mclaren desde a época das categorias de base e se tiver o Rosberg como companheiro no ano que vem não terá o Ron Denis para passar a mão na cabeça dele.


Abs

Anônimo disse...

Ico, e como fica o Bruno Senna ?

Edgard Pinto Júnior disse...

www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

Uma coisa que não tenho visto/lido em lugal algum é sobre a equipe Sauber-Ferrari (ou como for chamada).
Independente da situação de serem ou não aceitos (particularmente, duvido que não corram), mas sim quem serão os pilotos...todos os que especulam/chutam sobre a dança das cadeiras, sejam jornalistas credenciados ou meros palpiteiros, como todos nós, esquecem de falar sobre isso. Alguma novidade, Ico?